Dudu e Moisés brilham, Palmeiras vence e domina a Seleção da 36ª Rodada do Brasileirão-2016



Confira a Seleção da 36ª Rodada do Brasileirão-2016 (Crédito: Arte Lance!)

Confira a Seleção da 36ª Rodada do Brasileirão-2016 (Crédito: Arte Lance!)

A vitória do Palmeiras sobre o Botafogo por 1 a 0 deixou o time a um ponto de conquistar o título brasileiro. O duelo válido pela 36ª rodada, talvez tenha sido um dos melhores da competição até aqui. Não é à toa que a Seleção da Rodada esteja dominada por palmeirenses.

Cinco personagens representam o Verdão no selecionado. Os laterais Jean e Zé Roberto fizeram partida consistente e estão entre os melhores. Os grandes destaques, porém, foram Moisés, em partida extraordinária, e Dudu, autor do gol da vitória com atuação muito acima da média. O capitão do Palmeiras, assim, é o Craque da Rodada. Além deles, o técnico Cuca foi o melhor de sua função na jornada.

Outro que teve ótimo desempenho foi Danilo Fernandes, goleiro do Internacional. Apesar de sair de campo derrotado, evitou algo pior para seu time, que está em situação delicada por conta do risco de rebaixamento.

Quem também se sobressai em momento complicado é Keno, do Santa Cruz, que mais uma vez foi protagonista em sua equipe e brilhou no empate do Santa frente ao Atlético-MG.

O Flamengo saiu da briga pelo título após empate, no Maracanã, com o Coritiba. O meia Everton, no entanto, se destacou em meio ao fracasso de sua equipe.

Dois zagueiros tiveram papéis fundamentais nos resultados de seus times. Thiago Heleno, do Atlético-PR e Manoel, do Cruzeiro, fizeram gols decisivos e também estão na Seleção da Rodada.

Ricardo Oliveira marcou dois gols contra o Cruzeiro, no Mineirão, mas não evitou o empate e, consequentemente, o aumento da vantagem do Palmeiras em relação ao Santos na tabela.

A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Confira as notas e o desempenho de cada integrante:

Danilo Fernandes – goleiro – Internacional – 7,5

Embora seu time tenha sido derrotado, sua meta só foi vencida em cobrança de pênalti, de resto pegou tudo o que pôde. Evitou uma goleada corintiana.

Jean – lateral-direito – Palmeiras – 7,0

Regularidade é o seu ponto forte e não foi diferente contra o Botafogo. Atacou e defendeu com a mesma eficiência, além de compôr o meio-campo quando necessário.

Thiago Heleno – zagueiro – Atlético-PR – 7,5

Grande xerife da zaga do Furacão, uma das melhores defesas do campeonato e do ano. Em momento complicado da partida, assumiu a responsabilidade e converteu cobrança de pênalti.

Manoel – zagueiro – Cruzeiro – 7,0

Prejudicado por falhas de seus companheiros, não pôde fazer o melhor na defesa, mas no ataque marcou gol de cabeça e garantiu um ponto para a Raposa.

Zé Roberto – lateral-esquerdo – Palmeiras – 7,5

Mais uma atuação impressionante de muita entrega e esbanjando experiência. Jogou pela esquerda, pelo meio, afastou lances, marcou, abriu espaços e dosou o ritmo nos momentos mais tensos.

Moisés – volante – Palmeiras – 8,0

Partida espetacular do meio-campista palmeirense. Esteve em todas as partes do campo, desarmou, driblou, finalizou, lançou e deu assistências açucaradas para os companheiros. Um monstro no setor. Dominou as estatísticas do time.

Everton – meia – Flamengo – 7,5

Um dos poucos que se salvaram no empate diante do Coritiba. Fez o que quis do lado esquerdo do ataque e deu assistência para os dois gols de seu time. Sacado de forma inexplicável pelo treinador.

Dudu – meia-atacante – Palmeiras – 8,5

O melhor da rodada e, com certeza, o mais decisivo. Ao lado de Moisés, teve atuação monstruosa contra o Botafogo. A diferença foi sua participação mais efetiva nas finalizações, uma delas resultou em gol da vitória, de cabeça, apesar de sua altura.

Tiaguinho – atacante – Chapecoense – 7,5

Tem se destacado nas últimas rodadas. Assumiu a titularidade da Chape e aproveita o momento. Contra o São Paulo deixou a sua marca mais uma vez e ainda deu assistência para gol de Dener Assunção.

Keno – atacante – Santa Cruz – 7,5

Sobra no Santa. Faz campeonato que não condiz com a situação de seu time na tabela. Diante do Galo, anotou um golaço, por cobertura, que só quem tem talento consegue fazer. Para completar, deu assistência para gol de Vitor.

Ricardo Oliveira – atacante – Santos – 7,5

Foi extremamente esperto ao aproveitar erro de passe da defesa do Cruzeiro, dar toque de craque para tirar o goleiro da jogada e empatar a partida. Depois, ainda converteu pênalti que, naquele momento, dava vantagem ao Peixe.

Técnico: Cuca – Palmeiras – 7,0

Está cada vez mais perto de conquistar o título brasileiro. Time fez uma de suas melhores partidas no campeonato e, talvez, a melhor do segundo turno. Optou pelo toque de bola, pelo talento e paciência para chegar ao gol da vitória. Dominou o Botafogo em grande parte do duelo e se expôs apenas nos contra-ataques. Aproximação dos laterais com o meio-campo foi um de seus trunfos.



MaisRecentes

Luan, Botafogo, Cruzeiro e Palmeiras se destacam na 8ª Rodada do Brasileirão-2017



Continue Lendo

Neymar fecha a temporada na liderança da artilharia brasileira na Europa; Veja ranking



Continue Lendo