Corinthians, Botafogo e Atlético-PR são os destaques da Seleção da 31ª Rodada do Brasileirão-2016



Confira a Seleção da 31ª Rodada do Brasileirão-2016 (Crédito: Arte Lance!)

Confira a Seleção da 31ª Rodada do Brasileirão-2016 (Crédito: Arte Lance!)

Com o tropeço do Flamengo para o Internacional e a vitória sobre o Figueirense, o Palmeiras abriu sete pontos de vantagem para o rival (Obs.: A CBF acatou a recomendação do STJD para suspender o resultado da partida entre Flamengo x Fluminense até que seja julgado o pedido de anulação). O duelo que lhe deu essa folga, porém, só forneceu Jean à Seleção da 31ª rodada. Seus dois gols no triunfo por 2 a 1 deram a ele o status de Craque da Rodada.

Já o Corinthians enfrentou o lanterna América-MG. Sem grandes dificuldades, fez 2 a 0 com grande atuação de Romero e Guilherme. No entanto, o grande destaque da Seleção foi o Atlético-PR, que venceu o Coritiba por 2 a 0. Sidcley, Matheus Rossetto e Pablo foram os nomes do clássico e estão no selecionado.

Quem também merece menção é Botafogo que forneceu Alemão, lateral-direito, e o técnico Jair Ventura, dono daquele que deve ser o trabalho mais impressionante do campeonato. A vitória por 3 a 2 sobre o poderoso Atlético-MG é só mais um exemplo.

Completam a Seleção o goleiro Danilo da Chapecoense, os zagueiros Noguera, do Santos, e Rodrigo Caio, do São Paulo e o atacante Vitinho, do Internacional.

A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Confira as notas e o desempenho de cada integrante:

Danilo – goleiro – Chapecoense – 8,0

Grande responsável pelo ponto conquistado em Minas. Defendeu pênalti e ainda fez mais duas defesas difíceis. Vive grande fase.

Alemão – lateral-direito – Botafogo – 6,5

Recém-contratado, fez sua grande partida no Bota. Deu assistência precisa para o gol de Rodrigo Pimpão e foi um dos líderes em desarmes da rodada.

Noguera – zagueiro – Santos – 7,5

Com fama de zagueiro-artilheiro, fez mais um gol com a camisa do Peixe (já havia feito um em amistoso) e salvou seu time de derrota.

Rodrigo Caio – zagueiro – São Paulo – 7,0

Um dos poucos que assume a responsabilidade no Tricolor. Contra o Flu, subiu mais que a defesa e anotou, de cabeça, o importantíssimo gol da vitória.

Sidcley – lateral-esquerdo – Atlético-PR – 6,5

Entrou no segundo tempo, mas deu passe milimétrico para Pablo marcar o gol que decretou a vitória do Furacão no clássico.

Jean – volante – Palmeiras – 8,0 (CRAQUE)

Jogou pelo meio contra o Figueirense e deu certo. Qualificou o passe e a saída de bola, além de marcar os dois gols da vitória palmeirense. O primeiro de pênalti e o segundo aproveitando bate e rebate na área adversária.

Matheus Rossetto – meia – Atlético-PR – 7,5

Além de iniciar as jogadas e dosar o ritmo no meio-campo contra o Coritiba, marcou um belo gol em chute de fora da área.

Guilherme – meia – Corinthians – 7,0

Retornou à titularidade no Timão em grande forma. Depois de brilhar contra o Santa Cruz, voltou a fazer a diferença contra o América-MG. Dessa vez deu assistência para os dois gols da vitória.

Romero – atacante – Corinthians – 7,5

Fez partida muito boa, com movimentação e esforço no ataque, foi premiado com o gol que abriu o placar após passe açucarado de Guilherme.

Vitinho – atacante – Internacional – 7,5

Foi o jogador que mais finalizou na rodada. Foram oito ao todo, quatro erradas e quatro certas, uma delas encontrou a rede e deu a vitória ao Inter.

Pablo – atacante – Atlético-PR – 8,0

Participou dos dois gols da vitória do Furacão sobre o Coritiba no clássico. No primeiro deu o cruzamento para Hernani ajeitar para Rossetto e depois marcou o segundo tento que definiu o placar.

Técnico: Jair Ventura – Botafogo – 7,5

Impressionante o trabalho que faz à frente do Botafogo. De time que brigava para não cair, hoje é um candidato fortíssimo a uma vaga na Copa Libertadores. É o técnico com o melhor aproveitamento do campeonato e fez valer seu comando sobre a equipe suportando a pressão do Atlético-MG sem deixar de buscar o gol da vitória do começo ao fim da partida.



MaisRecentes

É possível admirar o estilo Fernando Diniz no São Paulo sem ser um Dinizete fanático



Continue Lendo

Corinthians vai de ‘melhor técnico do Brasil’ ao alto risco de eliminação no Paulista



Continue Lendo

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo