Copete e Douglas brilham e se destacam na Seleção da 12ª Rodada do Brasileirão-2017



Na rodada em que nenhum pênalti foi convertido, os destaques não poderiam ser diferentes senão os goleiros. Dois deles especialmente: Jefferson, do Botafogo e Douglas, do Avaí. No entanto um só poderia entrar para a Seleção da 12ª Rodada do Brasileirão-2017 e o escolhido foi Douglas, pela partida monstruosa que garantiu a vitória por 2 a 0 de seu time sobre o Grêmio, um dos gigantes deste campeonato.

Mesmo com o brilho dos arqueiros, um colombiano santista superou essas atuações e com uma força além do comum. Copete marcou os três gols da vitória sobre o São Paulo, por 3 a 2, ostentando uma chocante queimadura em sua barriga. Por essas, ele é o Craque da Rodada. Outro personagem do Santos é o técnico Levir Culpi, que venceu um clássico.

Além do goleiro Douglas, o Avaí levou dois atletas para o selecionado. O volante Wellington Simião, autor de um golaço, e Junior Dutra, com um gol e uma assistência. Essa tríade heroicamente bateu o Tricolor gaúcho em sua Arena.

Quem teve destaque em outra Arena, foi Jô, do Corinthians, que marcou mais um belo gol no triunfo sobre a Ponte Preta por 2 a 0. Também do Timão, Pablo integra a lista dos melhores da rodada.

O Sport, que bateu o Coritiba, fora de casa, por 3 a 0, teve grande participação do chileno Mena, responsável direto por dois gols, e do zagueiro Ronaldo Alves, decisivo nas duas partes do campo.

Completam a Seleção o volante Lucas Romero, improvisado na lateral direita e o meia Thiago Neves, ambos do Cruzeiro, e o meia-atacante Éverton, do Flamengo.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Técnico: Levir Culpi - Santos

Técnico: Levir Culpi – Santos

Confira as notas e os desempenhos de cada integrante da Seleção:

Douglas – goleiro – Avaí – 8,5

Espetacular, qualquer comentário que for feito será pouco. Pegou um pênalti e fez mais quatro defesas incríveis, dentro da Arena do Grêmio, em uma das melhores atuações individuais do campeonato.

Lucas Romero – lateral-direito – Cruzeiro – 6,5

Improvisado mais uma vez na lateral, fez outra partida segura na marcação e deu as caras no ataque, inclusive no segundo gol.

Ronaldo Alves – zagueiro – Sport – 7,0

Surpreendo ao fazer intervenções essenciais na zaga, com desarmes precisos e deu passe belíssimo para Mena marcar o primeiro do jogo.

Pablo – zagueiro – Corinthians – 6,5

Regular como sempre, foi importante ao travar três chances de finalização da Ponte. Impressiona a solidez de suas atuações.

Mena – lateral-esquerdo – Sport – 7,5

Luxemburgo o avançou para o meio, mas revezou na lateral com Sander. Fez jogadas incisivas no ataque, marcou um gol e deu passe para o segundo em cruzamento milimétrico.

Wellington Simião – volante – Avaí – 7,0

Tem facilidade para defender e atacar como meio-campista. Em uma de suas descidas, recebeu passe em condição e em chute colocado, marcou um golaço, sem chance para o goleiro Léo, do Grêmio.

Thiago Neves – meia – Cruzeiro – 7,5

Tem sido o diferencial da Raposa. No lance de seu gol, retomou a bola no meio, e se projetou à frente para achar seu espaço e finalizar de forma impressionante para balançar a rede.

Éverton – meia – Flamengo – 7,5

Time pode ter quantos craques quiser, se Éverton não jogar bem, não há jogo. E mais uma vez ele apareceu para salvar. De cabeça, marcou seu gol, o da vitória, no clássico contra o Vasco.

Copete – atacante – Santos – 8,5 (CRAQUE)

Clássico é com ele e dessa vez em dose tripla. Estava em noite inspirada e decidiu para o Peixe. Marcou os três gols da vitória santista e superou uma queimadura enorme em sua barriga para fazer a diferença na Vila.

Junior Dutra – atacante – Avaí – 7,0

Deu passe para Wellington Simião marcar golaço e completou jogadaça, iniciada por ele mesmo, marcando o gol que sacramentou a vitória.

Jô – atacante – Corinthians – 7,5

Talvez seja o melhor atacante do campeonato. Marcou um belo gol contra a Ponte e participou do lance do primeiro tento. Chama a atenção sua eficiência próximo ao gol.

Técnico: Levir Culpi – Santos – 7,0

Pode estar penando para se acertar no Santos, mas time já demonstra evolução. Foi melhor do que o São Paulo em boa parte do jogo, poderia ter goleado o rival e explorou bem a fragilidade alheia. Embora tenha caído de produção no fim, ganhou clássico e subiu na tabela.



MaisRecentes

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo

Venha sem preconceitos, pois precisamos falar da fase de Felipe Melo no Palmeiras



Continue Lendo

No futebol nossa torcida é mais contra ou a favor? Até que ponto a paixão nos cega?



Continue Lendo