Cariocas e paulistas dominam a Seleção da 35ª Rodada do Brasileirão-2018



Cariocas e paulistas foram maioria na Seleção da 35ª Rodada do Brasileirão-2018 (Foto: Montagem/Fotoarena/Photopress/Flamengo)

Restando apenas três datas para o término do campeonato, ainda há disputa pelo título. Cinco pontos separam o líder Palmeiras do vice-líder do Flamengo, e seis pontos é a vantagem do primeiro para o terceiro, o Internacional. Isso porque o Verdão perdeu a oportunidade de encaminhar a conquista após empatar com o rebaixado Paraná e postergou a decisão para mais alguns dias. Sem grandes jogos ou grandes vitórias, a Seleção da 35ª Rodada do Brasileirão-2018 ficou bastante pulverizada e foi dominada por cariocas e paulistas.

O Flamengo, que passou a ser o perseguidor mais próximo do Alviverde, bateu o Sport, fora de casa, por 1 a 0, com gol de Willian Arão. O Rubro-Negro foi beneficiado pela vitória do Botafogo, também por 1 a 0, sobre o Inter, no Nilton Santos. O triunfo botafoguense veio por meio do tento de Erik, e de uma grande atuação de Igor Rabello. Já o Fluminense empatou em 0 a 0 com o Ceará, no Maracanã, graças ao goleiro Júlio César, que fez milagre para evitar uma derrota. Os quatro atletas citados estão no selecionado.

Entre os paulistas, destaque para o Corinthians, que precisava vencer o Vasco, na Arena, para afastar o drama do rebaixamento e conseguiu, com um gol de Mateus Vital e assistência de Fagner. Já o São Paulo, em busca de vaga no G4, bateu o Cruzeiro por 1 a 0, devido a um golaço de Diego Souza, o Craque da 35ª Rodada, e contribuição de Arboleda. O Santos, por sua vez, foi derrotado pelo América-MG por 2 a 1, mas teve Gabigol em uma jornada acima da média, se salvando entre os companheiros. Os cinco jogadores destacados acima estão na Seleção.

Ainda sobre o Coelho, que teve uma bela vitória sobre o Peixe, um nome que teve boa atuação foi o lateral-esquerdo Carlinhos, sob o comando de Givanildo de Oliveira, o melhor técnico da 35ª Rodada. Assim como o bom volante Bruno Guimarães, do Atlético-PR, ambos estão na lista dos melhores.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em suas posições.

Técnico: Givanildo Oliveira – América-MG – 7,0

Confira as notas e os desempenhos de cada integrante da Seleção da 35ª Rodada:

Júlio César – goleiro – Fluminense – 7,0

Fez uma defesa extremamente difícil em cobrança de falta de Juninho que acabou evitando uma derrota de seu time no Maracanã.

Fagner – lateral-direito – Corinthians – 7,0

Que grande partida fez o lateral corintiano. Assumiu a responsabilidade, construiu ataques e deu o passe para o gol da vitória.

Arboleda – zagueiro – São Paulo – 6,5

Atuação consistente na defesa, neutralizando o ataque adversário, especialmente no segundo tempo, e contribuição para o gol de Diego Souza.

Igor Rabello – zagueiro – Botafogo – 7,0

Outra partida muito boa. Fez excelente marcação e não deixou Leandro Damião jogar, ainda ganhou a maioria das jogadas aéreas.

Carlinhos – lateral-esquerdo – América-MG – 6,5

Como sempre, muita intensidade e entrega. Criou chances no ataque para os companheiros e fez quatro desarmes na defesa.

Bruno Guimarães – volante – Atlético-PR – 7,5

Está em ótima fase, é um dos diferenciais do meio-campo do Furacão, inicia várias jogadas e em uma delas decidiu ir sozinho para marcar um golaço contra o Vitória.

Willian Arão – volante – Flamengo – 7,0

Cresceu com a chegada de Dorival e reconquistou espaço, que aproveitou bem para marcar, de cabeça, o gol da vitória na Ilha do Retiro.

Mateus Vital – meia-atacante – Corinthians – 7,5

Cobra-se muito a efetivação de sua titularidade, e corroborou com essa tese ao anotar um importante gol que deu vitória essencial para o Timão no campeonato.

Erik – atacante – Botafogo – 7,0

Mais uma rodada em que é decisivo para o Bota, justificando a confiança de Zé Ricardo. Contra o Inter marcou um belo gol, responsável pelo triunfo no Engenhão.

Gabriel – atacante – Santos – 7,5

Diante da má fase do Peixe, tem tentado algo mais e não foi diferente contra o América-MG. Marcou o gol de empate e tentou se virar praticamente sozinho para evitar a derrota.

Diego Souza – atacante – São Paulo – 7,5

Voltando de lesão, mostrou que é o jogador mais decisivo do Tricolor no ano, e fez isso de forma espetacular, marcando um golaço, de voleio, que determinou a vitória de seu time sobre o Cruzeiro, no Morumbi.

Técnico: Givanildo Oliveira – América-MG – 7,0

Em seu segundo jogo no comando do Coelho, já mostrou que conseguiu ajustar o time e foi dominante na vitória por 2 a 1 sobre o Santos, no Independência. O placar foi pouco perto do que os mineiros apresentaram em campo. Foi destaque na rodada.



MaisRecentes

Palmeiras ‘sobe o sarrafo’ no futebol brasileiro e faz rivais intensificarem investimentos



Continue Lendo

Fair play financeiro? Palmeiras domina arrecadação do Brasileirão-2018



Continue Lendo

Palmeiras e Rojas fecham Brasileirão no topo da lista de amarelos por reclamação



Continue Lendo