Cariocas e paulistas dominam a Seleção da 35ª Rodada do Brasileirão-2018



Cariocas e paulistas foram maioria na Seleção da 35ª Rodada do Brasileirão-2018 (Foto: Montagem/Fotoarena/Photopress/Flamengo)

Restando apenas três datas para o término do campeonato, ainda há disputa pelo título. Cinco pontos separam o líder Palmeiras do vice-líder do Flamengo, e seis pontos é a vantagem do primeiro para o terceiro, o Internacional. Isso porque o Verdão perdeu a oportunidade de encaminhar a conquista após empatar com o rebaixado Paraná e postergou a decisão para mais alguns dias. Sem grandes jogos ou grandes vitórias, a Seleção da 35ª Rodada do Brasileirão-2018 ficou bastante pulverizada e foi dominada por cariocas e paulistas.

O Flamengo, que passou a ser o perseguidor mais próximo do Alviverde, bateu o Sport, fora de casa, por 1 a 0, com gol de Willian Arão. O Rubro-Negro foi beneficiado pela vitória do Botafogo, também por 1 a 0, sobre o Inter, no Nilton Santos. O triunfo botafoguense veio por meio do tento de Erik, e de uma grande atuação de Igor Rabello. Já o Fluminense empatou em 0 a 0 com o Ceará, no Maracanã, graças ao goleiro Júlio César, que fez milagre para evitar uma derrota. Os quatro atletas citados estão no selecionado.

Entre os paulistas, destaque para o Corinthians, que precisava vencer o Vasco, na Arena, para afastar o drama do rebaixamento e conseguiu, com um gol de Mateus Vital e assistência de Fagner. Já o São Paulo, em busca de vaga no G4, bateu o Cruzeiro por 1 a 0, devido a um golaço de Diego Souza, o Craque da 35ª Rodada, e contribuição de Arboleda. O Santos, por sua vez, foi derrotado pelo América-MG por 2 a 1, mas teve Gabigol em uma jornada acima da média, se salvando entre os companheiros. Os cinco jogadores destacados acima estão na Seleção.

Ainda sobre o Coelho, que teve uma bela vitória sobre o Peixe, um nome que teve boa atuação foi o lateral-esquerdo Carlinhos, sob o comando de Givanildo de Oliveira, o melhor técnico da 35ª Rodada. Assim como o bom volante Bruno Guimarães, do Atlético-PR, ambos estão na lista dos melhores.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em suas posições.

Técnico: Givanildo Oliveira – América-MG – 7,0

Confira as notas e os desempenhos de cada integrante da Seleção da 35ª Rodada:

Júlio César – goleiro – Fluminense – 7,0

Fez uma defesa extremamente difícil em cobrança de falta de Juninho que acabou evitando uma derrota de seu time no Maracanã.

Fagner – lateral-direito – Corinthians – 7,0

Que grande partida fez o lateral corintiano. Assumiu a responsabilidade, construiu ataques e deu o passe para o gol da vitória.

Arboleda – zagueiro – São Paulo – 6,5

Atuação consistente na defesa, neutralizando o ataque adversário, especialmente no segundo tempo, e contribuição para o gol de Diego Souza.

Igor Rabello – zagueiro – Botafogo – 7,0

Outra partida muito boa. Fez excelente marcação e não deixou Leandro Damião jogar, ainda ganhou a maioria das jogadas aéreas.

Carlinhos – lateral-esquerdo – América-MG – 6,5

Como sempre, muita intensidade e entrega. Criou chances no ataque para os companheiros e fez quatro desarmes na defesa.

Bruno Guimarães – volante – Atlético-PR – 7,5

Está em ótima fase, é um dos diferenciais do meio-campo do Furacão, inicia várias jogadas e em uma delas decidiu ir sozinho para marcar um golaço contra o Vitória.

Willian Arão – volante – Flamengo – 7,0

Cresceu com a chegada de Dorival e reconquistou espaço, que aproveitou bem para marcar, de cabeça, o gol da vitória na Ilha do Retiro.

Mateus Vital – meia-atacante – Corinthians – 7,5

Cobra-se muito a efetivação de sua titularidade, e corroborou com essa tese ao anotar um importante gol que deu vitória essencial para o Timão no campeonato.

Erik – atacante – Botafogo – 7,0

Mais uma rodada em que é decisivo para o Bota, justificando a confiança de Zé Ricardo. Contra o Inter marcou um belo gol, responsável pelo triunfo no Engenhão.

Gabriel – atacante – Santos – 7,5

Diante da má fase do Peixe, tem tentado algo mais e não foi diferente contra o América-MG. Marcou o gol de empate e tentou se virar praticamente sozinho para evitar a derrota.

Diego Souza – atacante – São Paulo – 7,5

Voltando de lesão, mostrou que é o jogador mais decisivo do Tricolor no ano, e fez isso de forma espetacular, marcando um golaço, de voleio, que determinou a vitória de seu time sobre o Cruzeiro, no Morumbi.

Técnico: Givanildo Oliveira – América-MG – 7,0

Em seu segundo jogo no comando do Coelho, já mostrou que conseguiu ajustar o time e foi dominante na vitória por 2 a 1 sobre o Santos, no Independência. O placar foi pouco perto do que os mineiros apresentaram em campo. Foi destaque na rodada.



MaisRecentes

Venha sem preconceitos, pois precisamos falar da fase de Felipe Melo no Palmeiras



Continue Lendo

No futebol nossa torcida é mais contra ou a favor? Até que ponto a paixão nos cega?



Continue Lendo

Mesmo sem estar com a barriga cheia, Palmeiras parece não ter fome em 2019



Continue Lendo