Brasileirão-2018 tem a pior média de gols da era dos pontos corridos



São Paulo venceu o Flamengo por ‘apenas’ 1 a 0 em clássico entre dois postulantes ao título (Foto: Magalhães Jr./Photopress)

A expressão que usarei aqui é a pior possível, mas vale a licença poética: “se o Brasileirão-2018 terminasse hoje” teria a média de gols mais baixa da era dos pontos corridos. O índice de 2,24 tentos por jogo é o pior desde 2003, superaria inclusive a edição de 2014, quando ao término das 38 rodadas, a média foi de apenas 2,26 gols por partida. (Confira no gráfico abaixo)

No entanto, se compararmos esse número com a 21ª Rodada das edições anteriores, o status de média mais baixa ficaria com o campeonato de 2014, que nesta altura ostentava o péssimo índice de 2,11 tentos por duelo. Assim, a atual edição seria vice-líder neste ranking. Interessante observar que, de lá para cá, o Brasileirão vinha em tendência de aumento, o que não tem sido confirmado em 2018.

Verdade que esse crescimento ainda ficaria bem abaixo do que se via até a edição de 2009 e parecia que voltaria a mostrar a partir de 2011, mas não mostrou. Naquele período as médias se aproximavam dos três gols por jogo. Em 2005, por exemplo, o índice superou esses três tentos por partida.

Outra curiosidade apresentada pelo gráfico é o fato de que as médias referentes aos campeonatos disputados em anos de Copa do Mundo, são menores do que as das edições anteriores e posteriores. Isso aconteceu em 2006 (primeiro ano com 20 clubes na disputa), em relação aos anos de 2005 e 2007, também ocorreu em 2010, em relação aos anos de 2009 e 2011, assim como em 2014, em relação aos anos de 2013 e 2015, e parece ter voltado a acontecer em 2018, em relação ao ano de 2017.

Curiosidades à parte, é possível dizer que, em uma década, o Brasileirão perdeu, aproximadamente, meio gol por jogo, o que daria cinco tentos a menos por rodada e 190 gols a menos por edição da competição. Um número bastante expressivo e que gera inúmeras teorias acerca dos motivos que levaram a essa queda de quantidade de bolas na rede.

Times mais focados na defesa? Qualidade dos jogadores tem piorado ao longo dos anos? Os centroavantes estão acabando? O nível técnico entre as equipes é mais equilibrado? Houve evolução dos sistemas defensivos? Todas as anteriores? A conclusão que se chega, de forma simplista e óbvia, é de que temos bem menos gols do que já tivemos e a preocupação quanto a isso, que é a alegria do futebol, parece estar ausente da pauta dos agentes envolvidos.

Confira o gráfico com os números citados no texto:

Média de Gols do Brasileirão na era dos pontos corridos – desde 2003



MaisRecentes

Chapecoense bate o Inter e se destaca na Seleção da 25ª Rodada do Brasileirão-2018



Continue Lendo

Palmeiras x Corinthians foi o jogo mais ‘caro’ do Brasileirão-2018; veja a lista



Continue Lendo

Palmeiras, São Paulo, Flamengo e Fluminense dominam a Seleção da 24ª Rodada do Brasileirão-2018



Continue Lendo