Botafogo vence clássico e domina a Seleção da 33ª Rodada do Brasileirão-2018



Botafogo bateu o Flamengo por 2 a 1 e levou quatro personagens para a Seleção da 33ª Rodada (Foto: Vitor Silva/SSPress/Botafogo)

Quanto mais perto do fim do campeonato, mais perto o Palmeiras está de conquistar o título, no entanto seus adversários ainda não desistiram da perseguição ao líder. Internacional e Flamengo, apesar de tropeços, permanecem brigando pelo objetivo principal. Apesar disso, o destaque do final de semana foi o Botafogo, que bateu o Fla por 2 a 1 e dominou a Seleção da 33ª Rodada do Brasileirão-2018.

A vitória do Bota sobre o rival em clássico no Nilton Santos não foi uma surpresa diante da boa atuação do time mandante, principalmente do zagueiro Igor Rabello, do atacante Erik, e do meia Léo Valencia, Craque da 33ª Rodada, além do técnico Zé Ricardo. Todos eles representam o time no selecionado.

Outro destaque foi o clássico baiano entre Vitória e Bahia, no Barradão. O empate em 2 a 2 teve como personagens principais o lateral-esquerdo Marcelo Benitez, e o atacante Léo Ceará, do Rubro-Negro, e o meia-atacante Ramires, do Tricolor. Os três estão entre os melhores da rodada.

Completam a lista o goleiro Marcelo Lomba, do Internacional, o lateral-direito Léo Moura, do Grêmio, o zagueiro Thiago Heleno, do Atlético-PR, e os volantes Ralf, do Corinthians, e Elias, do Atlético-MG.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Técnico: Zé Ricardo – Botafogo – 7,0

Confira as notas e os desempenhos de cada integrante da Seleção da 33ª Rodada:

Marcelo Lomba – goleiro – Internacional – 7,0

Fez pelo menos duas grandes defesas que impediram que o Inter saísse de Fortaleza mais longe da briga pelo título. Salvou.

Léo Moura – lateral-direito – Grêmio – 7,0

Teve grande atuação diante do Vasco, coroada com a bela e precisa assistência para o gol de Jael, empatando o jogo.

Thiago Heleno – zagueiro – Atlético-PR – 7,0

Diante de um ataque poderoso como o do Cruzeiro, conseguiu neutralizar quase todas as jogadas perigosas e ajudar a garantir o placar.

Igor Rabello – zagueiro – Botafogo – 7,0

Foi um gigante na zaga botafoguense, jogando por ele e por seus companheiros que acabaram vacilando no clássico. Grande partida.

Marcelo Benítez – lateral-esquerdo – Vitória – 7,0

Deu assistência para os dois gols de seu time no empate em 2 a 2 no clássico contra o Bahia. Decisivo no resultado.

Ralf – volante – Corinthians – 7,5

Talvez tenha feito sua melhor partida desde o retorno ao clube. Marcou um belo gol que abriu o placar, mas foi ainda melhor dominando o seu setor.

Elias – volante – Atlético-MG – 7,0

Teve espaço para fazer suas infiltrações corriqueiras e em uma delas aproveitou para fazer um golaço e abrir o placar contra o Palmeiras.

Léo Valencia – meia – Botafogo – 8,0 (CRAQUE)

Foi o grande nome da rodada. Não foi ‘achado’ pela marcação do Flamengo e jogou livre. Primeiro deu uma assistência magistral para Erik abrir o placar, depois marcou um gol olímpico para ampliar o placar contra o rival. Partidaça.

Erik – atacante – Botafogo – 7,0

Ao lado de Valencia, foi responsável direto pela boa atuação do Bota sobre o Flamengo. Sempre em boas condições, recebeu bolas para partir em velocidade. Em uma delas marcou gol e poderia ter feito mais.

Ramires – meia-atacante – Bahia – 7,5

Marcou o gol de empate no clássico contra o Vitória, no Barradão. Antes disso, deu assistência para o gol de Nilton, o primeiro do Bahia no jogo.

Léo Ceará – atacante – Vitória – 8,0

Anotar dois gols em um Ba-Vi não é para qualquer um, e Léo Ceará conseguiu entrar para essa história, colocando seu time duas vezes à frente do placar. Mesmo assim não conseguiu garantir o triunfo.

Técnico: Zé Ricardo – Botafogo – 7,0

Seu time não era o favorito no clássico, mas jogou como tal, ditou o ritmo da partida, conseguiu neutralizar as ações do Flamengo, e matou o jogo em duas jogadas de brilhantismo individual no ataque. Conquistou a maior vitória, em importância, da 33ª Rodada



MaisRecentes

Fair play financeiro? Palmeiras domina arrecadação do Brasileirão-2018



Continue Lendo

Palmeiras e Rojas fecham Brasileirão no topo da lista de amarelos por reclamação



Continue Lendo

No Brasileirão-2018, 67% dos jogos no Rio de Janeiro tiveram prejuízo com bilheteria



Continue Lendo