Botafogo, Cruzeiro, Palmeiras e Santos dominam a Seleção da 25ª Rodada do Brasileirão-2017



A briga pelo título brasileiro parece em vão por conta da grande distância construída pelo Corinthians, mas tem muita gente querendo pelo menos entrar na disputa para ver o que vai dar. Palmeiras e Santos estão nessa, já Cruzeiro e Botafogo, por enquanto, parecem focar apenas em uma vaga para a Copa Libertadores. Os quatro clubes se destacaram na rodada e dominaram a Seleção da 25ª Rodada do Brasileirão-2017. (Veja a lista completa na galeria acima)

A Raposa venceu o Atlético-GO, fora de casa, por 2 a 1, e levou dois jogadores para o selecionado: o volante Nonoca e o meia Arrascaeta, autor do primeiro gol da partida.

Já o Botafogo bateu o Coritiba, também fora de casa, por 3 a 2, garantindo dois atletas entre os melhores da rodada: o goleiro Gatito Fernández e o meia João Paulo, que marcou o gol da vitória.

No Rio de Janeiro, o Palmeiras venceu o Fluminense por 1 a 0 e está representado por dois jogadores no selecionado: o zagueiro Juninho e o lateral-esquerdo Egídio, autor de um golaço.

O Santos, na Vila Belmiro, começou seu processo de reabilitação após a eliminação na Libertadores e derrotou o Atlético-PR por 1 a 0. O resultado mereceu dois atletas na Seleção: o zagueiro David Braz e o atacante Bruno Henrique.

Enquanto isso, em Minas Gerais, o Vitória bateu o Atlético-MG por 3 a 1. A atuação do colombiano Trellez, do time baiano, foi essencial para o placar e lhe rendeu o título de Craque da Rodada.  Vágner Mancini, por sua vez, foi o técnico da rodada.

Completa a Seleção o lateral-direito Rodinei, do Flamengo.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Confira as notas e os desempenhos de cada integrante da Seleção:

Gatito Fernández – goleiro – Botafogo – 7,5

Pegou mais um pênalti no Brasileirão, seu quarto na competição. Como se não bastasse, fez defesas importantes na grande vitória sobre o Coritiba.

Rodinei – lateral-direito – Flamengo – 7,0

Embora seu time tem empatado em casa, se destacou por ter marcado um golaço de fora da área salvando o que seria uma derrota.

David Braz – zagueiro – Santos – 7,0

Teve participação fundamental na vitória sobre o Atlético-PR ao bloquear em momento decisivo uma finalização de Ribamar, que tinha destino certo.

Juninho – zagueiro – Palmeiras – 7,0

Está na Seleção pela segunda rodada consecutiva. Colou em Henrique Dourado e não o deixou jogar na vitória do Verdão sobre o Flu. Dupla promissora com Edu Dracena.

Egídio – lateral-esquerdo – Palmeiras – 7,5

Contestado, marcou um golaço, de fora da área, no ângulo, para anotar o gol da vitória de seu time  contra o Fluminense.

Nonoca – volante – Cruzeiro – 7,5

É uma grande promessa do clube, tem muita qualidade no passe e teve grande atuação contra o Atlético-GO. Deu uma assistência primorosa para Rafael Sóbis marcar.

Petros – volante – São Paulo – 7,5

Se o empate acabou não sendo o melhor resultado no clássico, sua atuação chamou a atenção. Além de ter sido quase impecável em sua função, marcou um belo gol em chute com categoria.

Arrascaeta – meia – Cruzeiro – 7,5

Foi um perigo constante para a defesa do Atlético-GO, muita movimentação e desempenho de destaque. Marcou o gol que abriu o placar aproveitando rebote na área.

João Paulo – meia – Botafogo – 7,0

Jogador de muita entrega em ambos os setores do campo. Deu assistência, em cobrança de falta, para Roger marcar. No fim, foi coroado com o gol da vitória sobre o Coritiba.

Bruno Henrique – atacante – Santos – 7,5

Se redimiu após desvio de comportamento na Libertadores e garantiu vitória em jogo difícil para o Santos. Foi oportunista.

Trellez – atacante – Vitória – 8,0 (CRAQUE)

Tem se mostrado cada vez mais decisivo. Contra o Galo não foi diferente, deu passe para Yago marcar o segundo gol e marcou um golaço, por cobertura, para fechar a vitória.

Técnico: Vagner Mancini – Vitória – 7,5

É o fator determinante para a recuperação do Vitória no campeonato. Conquistou mais um grande resultado fora de casa, batendo um dos times (teoricamente) mais fortes do Brasileirão.



MaisRecentes

Venha sem preconceitos, pois precisamos falar da fase de Felipe Melo no Palmeiras



Continue Lendo

No futebol nossa torcida é mais contra ou a favor? Até que ponto a paixão nos cega?



Continue Lendo

Mesmo sem estar com a barriga cheia, Palmeiras parece não ter fome em 2019



Continue Lendo