Botafogo, Corinthians e Cruzeiro dominam a Seleção da 5ª Rodada do Brasileirão-2018



Botafogo, Corinthians e Cruzeiro dominaram a Seleção da 5ª Rodada do Brasileirão-2018 (Foto: Montagem/Botafogo/RM/Fotoarena)

Três clássicos foram disputados na rodada: o Corinthians venceu o Palmeiras em casa, o Botafogo bateu o Fluminense no Nilton Santos e o Grêmio empatou sem gols, na Arena, com o Internacional. Os duelos de São Paulo e do Rio de Janeiro levaram jogadores para a Seleção da 5ª Rodada do Brasileirão-2018, mas nenhum dos times, isoladamente, foi dominante, tanto é que o Craque foi o uruguaio Arrascaeta, do Cruzeiro.

O Timão, que venceu o Verdão por 1 a 0, foi representado pelos grandes destaques da partida: o meia Rodriguinho e o atacante Pedrinho, que realmente fizeram a diferença. Já o Bota, que bateu o Flu por 2 a 1, levou o goleiro Jefferson e o lateral-direito Marcinho, responsáveis diretos pela manutenção e construção do placar.

Já a Raposa, além de fornecer o Craque da 5ª Rodada após vencer o Sport, no Mineirão, por 2 a 0, teve o zagueiro Dedé, novamente em grande fase, na lista dos melhores. O meia e o defensor foram os autores dos gols do triunfo.

Completam o selecionado o zagueiro Bremer, do Atlético-MG, o lateral-esquerdo Giovanni, do América-MG, o volante Canteros, da Chapecoense, os atacantes Gabriel, do Santos, e Edigar Junio, do Bahia. Além do técnico Gilson Kleina, da Chape.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Técnico: Gilson Kleina – Chapecoense – 7,0

Confira as notas e os desempenhos de cada integrante da Seleção da 5ª Rodada:

Jefferson – goleiro – Botafogo – 8,0

Fechou o gol no clássico e foi responsável por garantir o placar diante de artilharia pesada do Fluminense, que era melhor no jogo.

Marcinho – lateral-direito – Botafogo – 7,0

Decisivo, deu assistência para os dois gols do Bota contra o Flu. Uma para Lindoso e outra para Kieza sacramentar o placar.

Bremer – zagueiro – Atlético-MG – 7,0

Marcou um um gol importantíssimo ao empatar o placar com o Atlético-PR e mudar o cenário da partida que foi vencida pelo Galo.

Dedé – zagueiro – Cruzeiro – 7,5

Depois de tudo o que passou, vem em uma fase extraordinária, mantendo o nível alto da melhor defesa do país em 2018. Marcou o gol que abriu o placar contra o Sport.

Giovanni – lateral-esquerdo – América-MG – 7,5

Em dois lances fez as vezes de atacante dentro da área e marcou duas vezes para abrir vantagem contra o Ceará, fora de casa. O jogo, porém, terminou empatado.

Canteros – volante – Chapecoense – 7,5

Gastou a bola diante de seus ex-time. Foi autor do gol que abriu o placar e chamou a responsabilidade participando de praticamente tudo o que sua equipe criou.

Rodriguinho – meia – Corinthians – 7,5

Tem uma estrela impressionante, bem como seu senso de posicionamento e seu poder de definição. Basta juntar tudo isso e decidir mais um clássico para o Timão. Decisivo.

Arrascaeta – meia – Cruzeiro – 8,0 (CRAQUE)

Foi o dono do jogo contra o Sport e o melhor da 5ª Rodada. Deu a assistência para Dedé marcar, foi o jogador com mais desarmes na partida e ainda anotou um golaço para fechar o placar no Mineirão.

Gabriel – atacante – Santos – 7,5

Parece ter desencantado de vez em uma nova posição, mais pelo lado do campo. Marcou dois gols diante do Paraná e foi determinante para a vitória do Peixe na Vila.

Pedrinho – atacante – Corinthians – 7,5

Não marcou o seu e não deu assistência no clássico, mas fez a diferença. No lance do tento de Rodriguinho, trouxe a bola da defesa para o ataque, limpou dois jogadores do Palmeiras e entregou para Jadson tocar em Maycon, que deixou o camisa 26 na cara do gol.

Edigar Junio – atacante – Bahia – 7,5

Com dois gols, um deles de pênalti, deixou o Bahia duas vezes em vantagem contra o São Paulo, mas os companheiros não conseguiram segurar o placar e o jogo terminou empatado.

Técnico: Gilson Kleina – Chapecoense – 7,0

Time fez um grande jogo contra o Flamengo, longe de ser um primor técnico, mas mostrou valentia que não vinha sendo uma característica da equipe. Foi atrás do resultado contra uma equipe que disputa o título e em momento algum desistiu da vitória.



MaisRecentes

Borja brilha, Palmeiras atropela o Bahia e domina a Seleção da 6ª Rodada do Brasileirão-2018



Continue Lendo

Mais de 30% das partidas dos clubes de Série A tiveram prejuízo com bilheteria



Continue Lendo

Coutinho faz sua temporada mais artilheira e fica entre os brasileiros com mais gols



Continue Lendo