Após tropeço, São Paulo tem o melhor ataque e a pior defesa entre clubes da Série A; Veja rankings



São Paulo unificou a liderança nas estatísticas: Melhor ataque e pior defesa entre clubes da Série A (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

São Paulo unificou a liderança nas estatísticas: Melhor ataque e pior defesa entre clubes da Série A em 2017 (Foto: Rubens Chiri/saopaulofc.net)

Mais uma vez o São Paulo viu o seu ataque funcionar e sua defesa decepcionar. Dessa vez, porém, a vitória não veio. O adversário na rodada do Paulistão foi o Novorizontino e o placar foi um empate em 2 a 2. Com esses números o Tricolor passar a ter, em média, o melhor ataque e a pior defesa entre os clubes que disputam a Série A em 2017. (Confira na galeria abaixo)

Ao todo os são-paulinos marcaram 18 gols e sofreram 13 em sete jogos oficiais na temporada. A liderança em média de tentos anotados era do Fluminense, que ficou no empate em 0 a 0 com o Madureira pela semifinal da Taça Guanabara e acabou caindo para a terceira posição, deixando o Cruzeiro no segundo posto.

Na média de tentos sofridos, no entanto, o São Paulo ampliou sua vantagem como o pior de 2017 até aqui. Enquanto o Santos, o segundo com a maior média, sofre 1,33 por duelo, o time de Ceni sofre 1,86.

As melhores defesas do momento são de Bahia e Flamengo, que após nove partidas sofreram apenas dois gols na temporada. Média de 0,22 gol por jogo, praticamente um sofrido a cada cinco duelos.

Os piores ataques são ostentados por Coritiba (4 gols em 6 jogos) e por Atlético-GO (6 gols em 7 jogos), são os únicos entre os 20 clubes da Série A que estão com menos de um gol por jogo de média.

Veja na galeria os rankings completos de gols marcados e gols sofridos:

IMPORTANTE LEMBRAR: São contabilizados APENAS os gols marcados em JOGOS OFICIAIS, amistosos não entram para as estatísticas do blog.

 



  • Não vejo tantos problemas assim, de levar muitos gols. O Santos dos tempos áureos, era o time que mais tomava gols. No entanto, o ataque era fantástico, que os gols sofridos não faziam a menor diferença. O maior problema do São Paulo atual é perder muitas oportunidades, apesar de fazer relativamente bastante gols. Uma oportunidade a mais aproveitada em cada jogo e estaria com uma pontuação invejável.

MaisRecentes

Neymar e Lucas disputam a artilharia entre brasileiros da elite europeia



Continue Lendo

Público do Santos no Paca só perde para o do Palmeiras no Allianz; Na Vila é quatro vezes menor



Continue Lendo