Após pintura de Otero, Atlético-MG domina a Seleção da 36ª Rodada do Brasileirão-2017



Com golaço de Otero, Atlético-MG vence o Coritiba e domina a Seleção da 36ª Rodada do Brasileirão-2017 (Foto: Bruno Cantini/Atlético-MG)

Com o título definido, o foco do campeonato agora é na busca pelas últimas vagas na Copa Libertadores e na fuga da zona da degola, embora algumas equipes já estejam apenas cumprindo tabela. De qualquer modo, ainda podemos presenciar lances belíssimos como o golaço do venezuelano Otero, do Atlético-MG que, ao lado do Atlético-PR, formam a base da Seleção da 36ª Rodada do Brasileirão-2017.

A pintura oferecida pelo meia do Galo no triunfo por 3 a 0 sobre o Coritiba, fez dele o Craque da Rodada, com a maior nota entre os envolvidos nesses dez jogos. Junto com ele, o lateral-direito Marcos Rocha, o zagueiro Leonardo Silva, e o técnico Oswaldo de Oliveira são os representantes do clube mineiro no selecionado.

Já o Furacão levou três personagens para a lista dos melhores da rodada: o zagueiro Thiago Heleno, o lateral-esquerdo Fabrício e o atacante Douglas Coutinho. Tudo isso por conta da vitória por 3 a 1 sobre o Vasco.

Flamengo e Santos foram outros times que se destacaram na rodada com dois representantes cada um no selecionado. Os cariocas levaram os meias Mancuello e Diego, importantes na vitória por 3 a 0 sobre o Corinthians, enquanto o Peixe levou o goleiro Vanderlei e o atacante Copete, essenciais para o triunfo por 1 a 0 sobre o Grêmio.

Completa a lista o atacante Maurinho, do Avaí, após vencer o Palmeiras por 2 a 1, em Santa Catarina.

IMPORTANTE: A Seleção da Rodada, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do Brasileirão. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Confira as notas e os desempenhos de cada integrante da Seleção:

Vanderlei – goleiro – Santos – 7,5

Como de costume, salvou o Santos de um resultado negativo na Vila Belmiro. Pelo menos duas defesas extremamente difíceis que garantiram a vitória.

Marcos Rocha – lateral-direito – Atlético-MG – 6,5

Vem crescendo de produção na reta final da competição. Deu assistência para o gol de Leonardo Silva. Teve boa participação pelo lado direito.

Thiago Heleno – zagueiro – Atlético-PR – 7,5

Praticamente impecável na zaga, com domínio do jogo aéreo e posicionamento correto. No ataque, abriu o placar com um belo gol.

Leonardo Silva – zagueiro – Atlético-MG – 7,0

Marcou seu primeiro gol na temporada aproveitando cruzamento de Marcos Rocha. Fez partida correta no setor defensivo.

Fabrício – lateral-esquerdo – Atlético-PR – 6,5

Embora tenha muitos momentos de oscilação, deu assistência para o gol de Thiago Heleno e marcou seu tento fechando o placar.

Mancuello – meia – Flamengo – 7,5

Depois de algum tempo longe do time titular, voltou e fez grande partida. Marcou um golaço de fora da área e deu qualidade ao passe no meio-campo.

Diego – meia – Flamengo – 7,5

Com experiência, se movimentou bem pelo meio-campo, procurando fugir da marcação e criando chances. Foi coroado ao marcar gol de pênalti.

Otero – meia – Atlético-MG – 8,5 (CRAQUE)

Marcou talvez o gol mais bonito da temporada no futebol brasileiro ao arriscar chute do meio do campo encobrindo o goleiro Wilson, do Coritiba. Muito talento e precisão que também contribuíram para o primeiro tento que anotou na partida. Grande atuação individual.

Maurinho – atacante – Avaí – 7,5

Matou a defesa palmeirense com velocidade e qualidade nas infiltrações. Sofreu o pênalti que originou o primeiro gol e deu passe preciso para Lourenço decretar a vitória do time catarinense.

Copete – atacante – Santos – 7,5

Teve participação importante na cobertura defensiva pelo lado esquerdo, mas se destacou por ser o autor do gol da vitória santista em contra-ataque que ele mesmo ajudou a construir.

Douglas Coutinho – atacante – Atlético-PR – 7,5

Quando foi deslocado para atuar como um centroavante me mais mobilidade, conseguiu levar vantagem sobre a defesa do Vasco e acabou marcando um belo gol.

Técnico: Oswaldo de Oliveira – Atlético-MG – 7,0

Time vem mostrando um padrão de jogo coletivo que privilegia as qualidades individuais de seus jogadores mai talentosos. Ainda há muito o que fazer, mas os últimos resultados, como a vitória sobre o Coritiba, mostra que o caminho parece estar sendo bem traçado.



MaisRecentes

Empolgação ou desonestidade? Estreia no Paulista pareceu rodada da Premier League



Continue Lendo

Venha sem preconceitos, pois precisamos falar da fase de Felipe Melo no Palmeiras



Continue Lendo

No futebol nossa torcida é mais contra ou a favor? Até que ponto a paixão nos cega?



Continue Lendo