Após goleadas, Corinthians e Osasco Audax dominam a Seleção das Quartas de Final do Paulistão



Confira a Seleção das Quartas de Final do Paulistão-2016

Confira a Seleção das Quartas de Final do Paulistão-2016 (Crédito: Arte Lance!)

Chegamos, enfim, à fase de mata-mata do Paulistão-2016. Embora alguns confrontos não tenham justificado o status de decisão que esta etapa propõe, pudemos ter a certeza de coisas que a primeira fase mostrou.

Apesar de o São Paulo entrar como favorito, foi goleado pelo Osasco Audax, que fazia um campeonato melhor que o adversário. Essa atuação de gala fez com que quatro jogadores (Sidão, Yuri, Juninho e Ytalo) e o técnico, Fernando Diniz, entrassem para a Seleção das quartas de final.

O Corinthians, por sua vez, não deixou a surpresa aparecer. Tratou logo de golear o Red Bull e levar quatro atletas para o selecionado. São eles: Fagner, Felipe, Elias e Alan Mineiro.

No Allianz Parque, após um campeonato instável, o Palmeiras confirmou o peso da camisa de passou pelo São Bernardo. Destaques da partida, Alecsandro e Egídio também entram para a Seleção.

Já o Santos não repetiu a qualidade apresentada ao longo da primeira fase. Abriu o placar e fez jogo sonolento, apenas atuando para o gasto. Mesmo assim, Vitor Bueno fez grande partida, anotando dois belos gols que o credenciaram a ser o Craque das quartas.

A Seleção das Quartas de Final, como sempre, é definida de acordo com as notas dadas pela redação do LANCE! durante a cobertura dos jogos do campeonato. Entram na lista os jogadores que receberam a melhor avaliação em sua posição.

Sidão – goleiro – Osasco Audax – 6,5

Participou ativamente do “carrossel” de passes praticado pelo seu time, muitas vezes corrigindo erros. Fez uma grande defesa em momento crucial.

Fagner – lateral-direito – Corinthians – 7,5

Mais um grande jogo do lateral. Atacou e defendeu com a mesma qualidade. Deu um passe para gol e criou outras quatro chances para os companheiros.

Felipe – zagueiro – Corinthians – 7,0

Impecável. Tanto no posicionamento, quanto na antecipação não falhou e assim não deu qualquer chance para o Red Bull levar perigo.

Yuri – zagueiro – Osasco Audax – 7,0

Não apenas foi seguro na parte defensiva, como também iniciou boas jogadas de ataque. Em uma delas deu fantástico lançamento para gol de Ytalo.

Egídio – lateral-esquerdo – Palmeiras – 6,5

Tem evoluído a cada jogo. Foi bem na defesa, e atacou com muita velocidade e disposição. Fez o cruzamento que gerou o gol de Alecsandro, de cabeça.

Elias – volante – Corinthians – 7,5

Mostrou sua importância vital ao Corinthians, principalmente nas suas chegadas ao ataque. Parece estar definitivamente recuperado de lesão.

Alan Mineiro – meia – Corinthians – 7,5

Substituiu Giovanni Augusto e cumpriu muito bem a função. Ocupou espaços, trocou passes e ainda marcou seu gol em bela finalização.

Vitor Bueno – meia – Santos – 8,0

O mais lúcido do Santos na partida, fez um golaço, batendo com o lado de fora do pé, depois fechou a conta com um gol digno de centroavante.

Juninho – meia – Osasco Audax – 7,5

Infernizou o sistema defensivo do São Paulo com dribles e velocidade. Só foi parado com faltas. Perdeu um gol feito, mas se recuperou e deixou o dele.

Ytalo – atacante – Osasco Audax – 8,0

Esteve sempre em boas condições para receber as bolas no ataque. Fez um gol após chute de longe que desviou e outro, um golaço, ao pegar de primeira lançamento primoroso de Yuri.

Alecsandro – atacante – Palmeiras – 7,0

Outro que mostra sua importância a cada jogo. Atuou mais recuado, como um meia, ajudando a organizar as jogadas de ataque com sua inteligência, depois fez as vezes de centrovante. Fez gol após cruzamento de Egídio.

Técnico: Fernando Diniz – Osasco Audax – 7,5

Adota um estilo de jogo único, extremamente peculiar, contra o São Paulo esteve na linha tênue entre ser vítima e herói de seu próprio esquema. Falou mais alto o heroísmo e goleou um dos grandes da competição, na primeira vez em que o clube disputa o mata-mata do estadual.



MaisRecentes

No Brasileirão, Corinthians se dá melhor quando não tem vantagem na posse de bola



Continue Lendo

Aproveitamento do Corinthians na temporada 2017 seria Top 10 na elite da Europa



Continue Lendo

Corinthians é o time que menos (e melhor) utiliza jogadores no Brasileirão-2017



Continue Lendo