Impactos da independência da Catalunha para o Barça



Seguramente um dos assuntos mais comentados no mundo nesses últimos dias é a luta pela independência da Catalunha. O sonho de se tornar independente é muito antigo e o FC Barcelona é sem dúvida um de seus maiores símbolos.

Por outro lado, uma possível independência traria impactos para todos os envolvidos, inclusive o Barça.

gettyimages-856248246_nwEcwyr

O clube está intimamente ligado à história da Catalunha e seu desejo independentista. Durante a guerra civil espanhola, o ditador Francisco Franco permitiu a existência do Barça, para poder vencê-lo.

Como em diferentes partes do mundo o futebol sempre despertou paixões em ditadores e líderes populistas, por seu poder massificado e apaixonante.

A partir da ditadura franquista o clube catalão entrou em uma nova dimensão com seus torcedores. Já que uma vitória frente ao Real Madrid era uma vitória contra o ditador que proibia sua língua, seus costumes e sua história.

Literalmente o Barcelona em um dado momento era a única forma de expressão de seu povo.

Embora a saída da Catalunha da Espanha traga efeitos financeiros enormes para o Barcelona, é quase impossível o clube se opor a esse sentimento de independência.

E esses impactos seriam elevados. Uma Catalunha independente teria o Barça fora do campeonato espanhol.  O clube jogaria uma ainda desprestigiada liga catalã, com seus maiores rivais sendo Espanyol e Girona, recém-chegado à elite espanhola.

Isso significaria uma perda substancial de recursos, pelo menos no curto prazo.  Isso porque os ganhos com direitos de TV pela Liga Espanhola e a bilheteria dos seus 19 jogos em casa, mais os jogos da Copa do Rey são elevados.

Barça encerrou 2016 com faturamento de 620 milhões de euros e considerando as transferências 679 milhões de euros. Nesse ano com a venda de Neymar chegará perto do 1 bilhão de euros de orçamento!

Segundo balanço patrimonial do Barça, os ganhos de bilheteria referentes às partidas da Liga Espanhola são de 37 milhões por ano. Outros 7,5 milhões de euros são gerados com a Copa do Rey e Supercopa da Espanha.

O clube faz 44,5 milhões de euros com a bilheteria nas competições nacionais e outros 45,5 milhões de euros com os donos das cadeiras no Camp Nou.

Uma parte importante dos ganhos com estádio vem da liga e Copa do Rey. A Champions gera, dependendo do desempenho, cerca de 11 milhões de euros em vendas de ingressos.

Outro aspecto relevante nessa conta é o valor recebido com direitos de transmissão. O faturamento da Liga é extremamente alto com a TV.  O dinheiro da TV já ultrapassou 1,1 bilhão de euros por ano para seus 20 rimes. O Barça recebeu 168 milhões de euros valor quase idêntico ao do Real  Madrid.

Sem falar no impacto junto aos patrocinadores que correspondem a outros 268 milhões de euros. A saída da Liga pode afetar o valor com patrocínios e licenciamentos.

Por isso a independência da Catalunha teria um impacto significativo para as contas do Barça, pelo menos no curto prazo.

Seus ganhos de bilheteria e TV seriam reduzidos, ocasionado perdas financeiras. Por outro lado, isso possibilitará ao clube fortalecer o futebol da Catalunha que além do Barça, Espanyol e Girona, conta com outros times importantes como Sabadell, Gimnàstic de Tarragona e Reus Desportiu.

Sem dúvida impactos serão sentidos nas contas do clube.

Catalunha seria um novo país europeu

Muito se especula sobre a impassibilidade do Barça jogar a Champions. Isso não existiria. Muitos países europeus não são membros da União Europeia e jogam a principal competição de clubes do mundo.

Assim, um novo Barça X Real, somente pela Champions….

A Catalunha teria sua seleção, sua liga e suas vagas na Champions e Liga Europa. Seria como a Turquia, Ucrânia ou Suíça.



  • Agarwaen

    Imagino que a Liga Espanhola também teria muito a perder com a saída do Barcelona.

    • Amir Somoggi

      Com certeza.

MaisRecentes

Chapecoense, a grande vitoriosa de 2017



Continue Lendo

Premiação da Série A representa menos de 10% da receita da CBF



Continue Lendo

Gestão do Flamengo na marca do pênalti



Continue Lendo