Chelsea, um símbolo do Fair Play Financeiro



Ontem publiquei minha coluna analisando o efeito positivo do Fair Play Financeiro da UEFA para as finanças dos clubes. Você pode acessar aqui.

Um símbolo disso é o Chelsea, o único entre os times dos magnatas que apresentaram os maiores lucros em 2014. O time de Roman Abramovich fechou com lucro líquido de 18,4 milhões de libras ou 22 milhões de euros, representando 6% de suas receitas.

Picture 592

Para quem acompanha seus números financeiros isso parece impossível, já que é um dos clubes que antes surgiu com prejuízos inacreditáveis. Depois vieram outros como o Manchester City.

O Chelsea encerrou 2005 com prejuízo de 140 milhões de libras, um descalabro. Era muito comum até bem pouco tempo o time fechar com perdas de 70, 80  milhões de libras a cada ano.

O próprio Chelsea fechou 2013 com quase 50 milhões de prejuízo, se aproveitando do cálculo estipulado pela UEFA para a nova regulação.

Picture 652

O gráfico com os prejuízos históricos do Chelsea vale mais do que mil palavras!

Prejuízos e lucros- Chelsea a cada temporada- Milhões de libras

Prejuizos Chelsea

Os blues acumulam perdas desde a compra pelo magnata russo de 687 milhões de  libras, mais de R$ 4 bilhões.

Dos últimos três exercícios, dois fecharam no azul. Um fato histórico.

Gol do Fair Play Financeiro criado pela UEFA.



MaisRecentes

CBF rica, clubes pobres



Continue Lendo

Finanças do CAP, o desafio da Arena da Baixada



Continue Lendo

Atlético Mineiro melhora receita, mas dívida aumenta



Continue Lendo