Vuelta; Excelente 2 primeiras etapas das 21... - Solta o freio

Vuelta; Excelente 2 primeiras etapas das 21…



Normalmente gosto de falar sobre as etapas do dia seguinte, mas está realmente difícil não comenta-las.

Só a 2a etapa e foi excelente! Nada como colocar uma dificuldade antes da chegada. Basta assistirem as chegadas na mesma ladeira em 2015 e 2017,que foram boas, mas foram chegadas no topo da montanha. Hoje tivemos 26km até a chegada. A incerteza e a chance para valer a pena investir energia para ganhar a etapa fazem delas MUITO mais emocionantes. Claro que a chegada no alto de uma longa montanha é legal para ver quem está melhor, mas nem sempre gera ataques já que os capitães e favoritos não querem gastar as pernas contra os super gregários de hoje em dia. Sabem que se atacarem de longe os super gregários irão reconectar e quando isso acontece eles ficam vulneráveis sem pernas para acompanhar as acelerações finais. Com isso ficam sempre se olhando até uns 3km do topo.

Já numa etapa como a de hoje os gregários não passam nessas ladeiras muito empinadas. Nem alguns capitães passam, então logicamente se cria uma chance de valer a pena investir muita energia para tentar ganhar a etapa, os bônus de tempo da chegada e ainda aumentar a distância entre os outros favoritos. Giro e Vuelta ja perceberam isso tem tempo e o jargão do “Giro é melhor que o Tour” continua porque o Tour ainda se apega a chegadas em lendárias montanhas ao invés de pensar em chegadas que possam proporcionar o mesmo tipo de ataques que o da etapa de hoje. É só ver quantos segundos o vencedor de alguma mega montanha abre um para o outro no Tour. Sem dúvida MUITO menores que as diferenças da etapa de hoje. Esse ano(!) colocaram algumas poucas etapas assim no Tour e o Alaphilippe mostrou o que da para fazer com elas. Não quero o fim das montanhas lendárias, mas o melhor uso delas. Usa-las mais adequadamente aos tempos dos super gregários.

Quem diria que o NaIroman iria atacar e no plano. A fuga foi controlada o dia todo e quando chegaram nos empinadíssimos 3km do Cumbre del Sol os ataques vieram e em sequência de clássicas. Fantástico!

O grupeto que se destacou com Quinatana, Roglic, Nieve, Aru, Uran e Roche era muito forte para que o grupo 2 conseguisse ir buscar. Principalmente porque o Superman Lopez com a camisa de líder só tinha o Izaguirre para tentar reconectar. Assim que ele explodiu Superman teve que ir para frente já que ninguém iria ajuda-lo. Esperava que o Roglic fizesse o que o Quintana fez. Achei que seria mais um vôo de galinha do Quintana, mas ele fez o que pelo menos eu não me lembro dele ter feito; fazer o que ninguém espera e sair da zona de conforto..

Queimei a língua! Chapeau NaIroman!!

Chapeau para o Roche! Classe é um bom adjetivo para ele e nada melhor que vestir a camisa de líder para comemorar essa performance. Todos no pelotão o respeitam tendo sido fiel gregário de nomes como Wiggins e Contador é tremendamente respeitado. Certamente se encontra em excelente forma.

Como não ressaltar a etapa do Aru? Depois de tudo que passou. Inegavelmente está no caminho certo. Se é o suficiente para um top 5, veremos, mas é bom vê-lo no caminho da recuperação. E o Pogacar? 20 anos e mais jovem de toda Vuelta, sua 1a grande volta e já fazendo um fantástico 8o na etapa. Isso tudo depois da queda da UEA no contrarrelógio de ontem..

E os perdedores do dia? Ineos com certeza o maior deles. Poels e Tao Hart chegaram com quase 10min de atraso junto com os sprinters. Não sobra outra coisa para eles além de irem para camisa de montanha e etapas.

O que ainda teremos no resto dessa 1a semana?

Por enquanto; VIVA LA VUELTA!!



MaisRecentes

Vuelta foi a melhor volta de 3 semanas do ano!!



Continue Lendo

Vuelta; analisando as 2 semanas até aqui e o que esperar da última..



Continue Lendo

Vuelta; etapa 15 de domingo tem 4 montanhas categoria 1. Um monstro!!



Continue Lendo