Tour; etapa 5 pode ser dia do Alaphilippe tentar dar "um Vockler".. - Solta o freio

Tour; etapa 5 pode ser dia do Alaphilippe tentar dar “um Vockler”..



Etapa 5 guarda algumas armadilhas, mas a maior seria do ponto de vista tático.

Vendo a altimetria da etapa vemos uma grande chance de sucesso para uma fuga tardia com ciclistas de clássicas que conseguem manter uma fuga a distância mesmo através de ladeiras e não altas montanhas como categorias 2 e 3. Esses certamente tentarão atacar antes das ultimas 2 montanhas categorizadas.

Irão contar com o passividade das equipes GCs ja que estarão se guardando para a etapa muito difícil e importante na 5a feira.

Ciclistas como Schachmann, Valgreen, Avermat, De Marchi, De Gendt, Barguil, Bettiol, Bevin, Van Aert, Naesen, Styven, todos tem condições de formarem uma fuga e contar com que o pelotão não os persiga já que não são ameaças na geral.

Seguindo esse raciocínio, SE eu fosse a Deceunick, ao invés de ficar perseguindo esse tipo de fuga com toda a equipe se matando e puxando todo o pelotão de carona para proteger a amarela de Alaphilippe, mandaria “só” o camisa amarela seguir qualquer fuga com esse tipo de ciclistas e deixava a equipe de carona das equipes GCs que teriam que assumir a perseguição.

Se isso acontecesse e essa fuga se estabelecesse o potencial do Alaphilippe ganhar minutos e não segundos na geral(GC) seria enorme. Lembaria o também francês Tomas Vockler em 2011, que fez exatamente isso e acumulou 4min numa fuga parecida com essa situação. Todos sabiam que ele perderia a camisa amarela eventualmente, mas ele espetacularmente conseguiu prolongar isso por 11 dias levando a loucura os fans franceses.

Não vejo o pelotão e principalmente as equipes GCs preocupadas em “dar” ao Alaphilippe 4-5min, pois ele não sustentaria essa vantagem nas altas montanhas. Iria vazar tempo diariamente e eventualmente perderia a amarela. Se fosse uma diferença menor, tipo 2-3min sem duvida não seria problema e ainda seria um alivio já que as equipes GCs deixarem a Deceunick puxar o pelotão por 3 ou 4 dias defendendo a amarela. Uma coisa tenho certeza. Sem duvida incendiaria a torcida a beira da estrada. Principalmente SE ele conseguisse estar de amarelo no dia 14 de julho, dia em que os franceses comemoram o feriado da queda da bastilha.

Se o pelotão deixaria o “Ala” com essa vantagem, não sei. Veremos, mas que certamente esta no radar de todos e principalmente do atual camisa amarela, isso tenho certeza..

 



MaisRecentes

Volta da Espanha começa em menos de 15 dias. Como será??



Continue Lendo

Remco Evenepoel; Confirmando as expectativas..



Continue Lendo

Tour; resumo e melhores x piores



Continue Lendo