Provas do outono italiano são lindas e muito divertidas - Solta o freio

Provas do outono italiano são lindas e muito divertidas



Para quem gosta de ciclismo de estrada as provas do outono italiano são excelentes de assistir. Semana que vem teremos a última das 5 clássicas monumento do ano. O divertidíssimo giro de Lombardia.  “Il Lombardia”, a “Classica delle foglie morte“.

Esse fim de semana começou com o centenário “Giro Dell’Emilia” disputado sábado(30/set) que nunca é monótono, mesmo não sendo uma prova “world tour”. Muitos nomes de peso largam e a só 1 semana da prova mais importante do fim do outono italiano a grande maioria dos ciclistas usa como preparativo final para o giro da Lombardia.

Como não se divertir com esse perfil e visual de escalada??

  Santuário de Madonna di San Luca

Giro Dell’Emila foi muito boa. Equipe Bahrain dominou. G. Visconti atacou solo na penúltima das 5 duras voltas dessa maravilhosa subida da foto acima. Grupo favorito vinha perseguindo forte na descida com o Chaves(Orica) liderando a perseguição quando passou por cima de uma parte recapeada do asfalto. Foi para o chão forte e levou com ele o também colombiano e nova sensação E. Bernal(Androni). Chaves quebrou o ombro e encerrou seu 2017 de enorme falta de sorte. Nibali vinha logo atrás e comprovando mais uma vez que é um dos melhores descedores do pelotão, não caiu. O pelotão por um momento hesitou e o Nibali não iria atacar, pois seu companheiro estava só a frente. Deu para ver a enorme facilidade que ele demonstrou e até se segurou para não pegar o Visconti. Nibali parece em forma sensacional e favoritíssimo para o Giro de Lombardia.

No domingo(01/out) foi a vez do “Gran Premio Bruno Beghelli”. Outro ataque solo decisivo, dessa vez do L. L. Sanchez(Astana) cruzando a linha de chegada apontando para o céu em homenagem a M. Scarponi. O pelotão quase pegou. Nele tinha o brasileiro Nicolas Sessler(Israel Cycling) que chegou em 87o, mas só a 10seg e junto do pelotão principal. Numa prova world tour de 197km, disputada em ritmo muito forte, com equipes e nomes de peso deve ter sido muito importante na sua ainda muito nova carreira. Torcendo para ele garantir sua presença ano que vem no pelotão.

Já no próximo domingo será disputada a 111a  edição do Giro de Lombardia. Com cenário também fantástico, o espetacular lago Como, as montanhas ao fundo e a única clássica monumento que um escalador tem enormes chances de ganhar. Passam por uma das mais famosas montanhas do ciclismo, Madonna de Ghisallo, onde existe uma capela que contém a chama eterna em memória a todos os ciclistas mortos em solo italiano. Madonna del Ghisallo foi declarada padroeira dos ciclistas pelo papa Pio XII. Logo atrás, a estátua de Gino Bartali e Fausto Coppi. Existe também um museu com itens raríssimos como bicicletas de F. Gimondi, E. Merckx, F. Moser e até do falecido companheiro de L. Armstrong, F. Casartelli, que era da região. Enfim, um santuário para todo ciclista. Com quase 250km e 4.000 metros de altimetria, assim como na Rio 2016, a previsão é muito difícil. Isso sempre a torna excelente de assistir. A subida da Madonna de Ghisallo tem 8,5km e média de 6,2%, que seria comparável a combinação da subida das Canoas-Mesa do Imperador no Rio de Janeiro. As 2 tem perfil muito parecidas. Inclinações variadas com partes duras acima de 10%, uma descida no meio e levam pouco mais de 20min para serem escaladas(por eles). Claro, Ghisallo é tremendamente mais conhecida e disputada desde de 1905, como abaixo a foto da disputa de 1929(!!).

A nossa Mesa do Imperador já existe desde a virada do século XX, mas para o ciclismo foi usada bem mais recentemente. Mesmo eu tendo frequentado a Mesa do Imperador desde a década de 80 não tenho ideia de quando foi a 1a subida de um ciclista, mas a imagem abaixo prova que ela era possível há muito tempo. Quem sabe um dia teremos também a nossa tradição centenária com nossa Mesa do Imperador e a vizinha Vista Chinesa no Rio de Janeiro? Afinal, os melhores do mundo já passaram por ela ano passado.

 

 



Cancelar Resposta

MaisRecentes

Temporada praticamente acabou. Agora, foco passa a ser 2018.



Continue Lendo

Sagan é tricampeão mundial!!



Continue Lendo

Façam suas apostas para esse mundial!!



Continue Lendo