Paris - Roubaix 2019: Gilbert monumental!! - Solta o freio

Paris – Roubaix 2019: Gilbert monumental!!



Nem aparecia entre os grandes favoritos. Todo mundo sabia que era seu objetivo, mas conseguiu manter o foco do favoritismo nos outros. Que prova!!

Já fazia parte do seleto grupo de melhores ciclistas de provas de 1 dia(clássicas monumentos e mundiais) desse século, que para mim são; Bettini, Freire, Boonen, Cancellara, Valverde, Gilbert e Sagan. Sem estar na ordem de importância.

Roubaix talvez seja a clássica monumento que na enorme maioria das vezes o mais forte do dia acaba vencendo. Tem haver com força bruta durante horas, experiência e capacidade para sofrer muito.

Tirando furos, quedas e problemas mecânicos o vencedor é o mais forte do dia. Mesmo Mathew Hayman em 2016, que muita gente chama de azarão, já tinha feito 2 top 10 nos tempos da equipe Sky.

O mais impressionante no caso do Gilbert é que no começo de sua carreira tinha as características para Liege-Bastogne-Liege e Lombardia, que são as clássicas monumentos mais montanhosas. Tanto que ganhou um monte delas. Além disso, várias clássicas tremendamende importantes no calendário; Omloop, Strade, Gent-Wevelgem, Amstel, Flèche, San Sebastián, Paris-Tours e etapas nos 3 Grand Tours(Giro, Tour e Vuelta)..

Agora para completar as 5 monumentos “só” falta a Milano-Sanremo. A mais imprevisível de todas. Pode ganhar um puncher, como ele. Pode dar um esclador como Nibali ou pode dar um sprinter. Inclusive esse é justamente o charme da prova. Sua total imprevisibilidade.

Nesse ano na Milano-Sanremo, Gilbert teve papel fundamental na vitória do seu companheiro de equipe. Além da sua inestimável experiência, junto com Stybar, colocaram um ritmo enlouquecedor na última subida. Isso acabou eliminando as chances de um ataque de um azarão escalador, como o do Nibali ano passado, e dos sprinters, que não conseguiram acompanhar.

Gilbert perguntou na base do Poggio, a última subida, para o Alaphilippe que ritmo ele gostaria que pusessem. A resposta foi: “100%!!”.

O resultado foi um dos melhores tempos da história na subida do Poggio.

Trecho do Strava do Poggio mostra o KOM(recorde) desse ano do Valverde(bala balin) e Kwiatkowski(Sky) em 1o e 2o.. e eles subiram atrás deles..

https://www.strava.com/segments/626919

Temos que lembrar que ano passado ele teve uma queda ruim para um atleta na sua idade. Fissurou o joelho no Tour de France quando estava em fuga:

Mesmo assim ainda teve um bom final de 2018. É um cara que treina MUITO, em qualquer tipo de clima, tipo “raiz”..

Agora ele inevitavelmente irá focar o resto da carreira para ganhar essa imprevisível prova. Conhecida como a clássica monumento dos sprinters, nos últimos anos vem sendo ganha por ataques no Poggio. Certamente ele tem o “punch” necessário que o acompanhou a carreira inteira, mas agora terá que adicionar o sprint como adicionou essa capacidade de força bruta necessária em Roubaix. Ou talvez substitui-la. Nunca imaginaria há 3, 4 anos atrás que ele ganharia Robaix onde essa força bruta predomina e não há ganhadores com menos de 70kg na sua história recente. Ele tem(ou tinha) exatos 70kg. Agora terá que voltar a trabalhar seu “punch” de sempre com a capacidade de sprintar após uma longa prova de 7 horas.

Ele sempre teve um sprint ok, mas nunca com a velocidade final dos top sprinters. Mesmo que haja uma grande seleção na subida do Poggio ele muito provavelmente ainda terá que sprintar para vitória em Sanremo. Contra ele tem os seus próprios companheiros de equipe Alaphilippe, o atual ganhador da prova e Viviani o sprinter e plano B da equipe caso a prova acabe num sprint em massa.  Isso o colocaria como plano B ou C, mesmo que seus torcedores não gostem de ler issso.

Seu contrato com a Deceunick-Quick Step acaba em 2020 e talvez tenha que encontrar outra equipe para atingir esse último degrau e entrar num grupo ultra seleto de apenas 3 ciclistas da hostória a conseguirem ganhar as 5 monumentos e de quebra um mundial…

Alguém duvida??

 

 



MaisRecentes

Vuelta foi a melhor volta de 3 semanas do ano!!



Continue Lendo

Vuelta; analisando as 2 semanas até aqui e o que esperar da última..



Continue Lendo

Vuelta; etapa 15 de domingo tem 4 montanhas categoria 1. Um monstro!!



Continue Lendo