Junho é sempre igual e um assunto domina; contratos para 2019 - Solta o freio

Junho é sempre igual e um assunto domina; contratos para 2019



3 semanas para a largada do Tour de France e a boataria está em alta como acontece todo ano.

Essa é a época mais ativa do ano. Todos os agentes e equipes estão no pico das negociações e isso tudo porque o Tour de France é a prova mais importante do pelotão de ciclismo profissional. Uma negociação fechada ANTES do Tour é uma coisa($$) e APÓS uma excelente performance ou uma grande decepção podem influenciar decisivamente no valor e no interesse das equipes.

Com toda a imprensa e patrocinadores do mundo com os olhos voltados para o Tour as equipes começam a fazer as movimentações numa grande “dança das cadeiras”.

A grande maioria dessas mudanças só saberemos em agosto, que é a data oficial para as equipes poderem divulgar o resultado das negociações já fechadas para 2019. A grande maioria das equipes também não aliviam os ciclistas que estão sob contrato a já se juntarem as novas equipes ou mesmo treinarem com os uniformes novos após o fim da temporada. Só após 31 de dezembro. Outra coisa a se considerar é a redução de 1 ciclista de 9 para 8 nas grandes voltas e de 8 para 7 nas voltas de 1 semana. Isso aumenta a peneira para os ciclistas, mas reduz o tamanho e orçamento das equipes.

Então vamos aos boatos até agora;

  • BMC poderia continuar a existir em 2019, mas com outro nome(Deloite?) e com bikes Giant. Manteria Van Avermat e Porte. Isso tiraria a Giant da Sunweb que passaria a usar Cervello. Deloite também é quem paga o salário do Cavendish na Dimention Data. Será que ele iria junto?
  • Israel Academy seria a favorita para pegar o lugar da BMC numa das 18 equipes World Tour caso isso acima não fosse a frente..
  • Q-Step tem Lampeart, Schachmann, Cavagma, De Plus, Capecchi, Vakoc e pri/ncipalmente Terpstra sem contrato para 2019. Sendo a equipe que é e muitos querendo ir para lá Q-Step sempre tem movimentações importantes. Boato é que querem o Moscon(Sky). Também algum português. Tomara que seja o talentoso sub-23 João Almeida(Axeon) ou mesmo Antunes(CCC). Quem sabe a estrela do cyclocross Van Aert(Varandas)..
  • Movistar. Por onde começar? Depende do que acontecerá na versão “Os 3 amigos” nesse Tour. Valverde não está ficando mais garoto e cada vez mais longe de objetivos GC de 3 semanas. A equipe é “dele” e dificilmente seguirá com 3 capitães tão importantes como Landa e Quintana. Além disso Carapaz e Soler já estão na fila. Outra coisa importante é que para eles é muito importante ter capitães espanhóis. Adicione a isso o fato de Quintana e o patrão Unzoe não estarem nas melhores das relações. Ou seja, tudo apontaria para saída do Quintana..
  • UAE tem MUITA coisa para resolver. Já assinaram com Betancour(Movistar), que vai correr já a Vuelta desse ano, mas nada deu certo até aqui. Kristoff e Aru não arrumaram nada. Martin ainda pode ir bem no Tour, mas certamente precisam renovar seus objetivos. Filippo Ganna, campeão mundial de perseguição no velódromo e vencedor da Paris-Roubaix sub-23 parece ter sido a melhor contratação, mas seu contrato acaba esse ano. Boatos de Q-Step e até Sky na briga. Ulissi talvez saia para uma equipe francesa, belga ou EF-Education..
  • Na Astana do Vinokurov está claro que preciam reforçar seus passistas, mas sem boatos até agora e precisam de GC de peso. Boatos são que estariam de olho no Quintana(Movistar). Melhor fecharem ANTES do Tour. Valgreen também sem contrato para 2019 e com o ano estelar que teve até agora pode deixar a equipe por uma proposta melhor. Ele pode fazer o papel parecido com que faz o Kwiatkowski(Sky). Que equipe não precisa de alguém assim? Precisam
  • Bahrain de Nibali teria acertado com o mega contrarrelogista Dennis(BMC) e o Tratnik(CCC), o sprinter Bauhaus e o coringa Teunissen(Sunweb). De saída talvez só o Ion Izaguirre. Bahrain cada vez melhor..
  • Trek tem um excelente orçamento e precisa de tudo. Por enquanto Styven e Pedersen foram muito bem esse ano e renovaram. Boatos do Adam Yates indo, mas veremos. Precisariam de mais gregários para ele. Se fecharem antes do Tour pode ser mais barato. Quintana cairia bem, mas por enquanto nem boato..
  • Sky parece sempre sobrando, mas pode sempre contratar talentos. Boatos de Caruso(BMC) indo e Moscon saindo. Ainda não está claro o futuro da equipe. Froome pode pegar o gancho e com ele um monte de problemas a longo prazo. Sky tem uma equipe de motociclismo, “moto 1” e “moto 2” e estaria indo para “moto GP”, que custaria uma fortuna e poderia ser a desculpa útil para começar o desmonte do projeto ciclismo. Boatos…

Quanto as equipes Pro-Tour, a 2a divisão, Masnada e Ballerini(Androni), Ciccone(Bardiani), parecem fadados a irem para equipe world tour..

Próximo tópico de todo junho é a formação das equipes, quem vai, quem não vai, quem merce ir, porque e etc, mas num próximo post..



MaisRecentes

Melhores e piores de 2018



Continue Lendo

Qual é o melhor corredor de clássicas em atividade??



Continue Lendo

Vuelta: 1ª vitória em grandes voltas para Simon Yates e equipe Mitchelton!!



Continue Lendo