Hora de decisão na Vuelta - Solta o freio

Hora de decisão na Vuelta



Dei 0% de chances para a vitória do Majka na etapa de hoje(sábado), assim como na 3ª feira passada. Mas assim como na 3ª feira, equipe Bora trabalhou muito para isso acontecer. 3ª foi com o Buchmann e hoje com o Konrad e finalmente conseguiram. Majka mesmo contra os ataques do GCs conseguiu manter o ritmo suficiente para garantir a etapa. Vai para mais uma camisa de bolinha.

Miguel Lopez(Astana), conhecido como superman, atacou do grupo GC com uma explosão há tempos não visto. Ataque nuclear. Desde o começo da última subida equipe Astana claramente já tinha “desistido” do Fabio Aru, mesmo em 7º no GC, pois colocou gregários puxando o grupo GC enquanto Aru sofria para se aguentar. Astana nas 2 pontas do pelotão GC. Talvez porque Aru ainda não tenha se decidido com equipe fechará 2018.

Entre o grupo GC achava que a Sky iria dominar até o finalzinho da montanha, pois a última ladeira era longa e na maioria com ângulos normais(!?) onde os super gregários conseguem atuar efetivamente. Mas o 1º a atacar foi Chaves faltando 3,6km. Depois Contador e em seguida Nibali. A partir dai os GCs foram obrigados a responder para defender suas posições na geral. Sky reassumiu a perseguição com Poels e o Froome mais uma vez fez jus ao seu apelido yo-yo Froome e acabou reconectando. Contador não trabalhou com Nibali. Parecia estar realmente no limite, mas era a oportunidade de realmente atacar o Froome, que raríssimas vezes fica isolado de sua equipe. Ainda mais por 2,5km…

Foram 3.627mts de ascensão, segundo o Strava do Kelderman, que limpou os “KOM”(melhor tempo do trecho);

https://www.strava.com/activities/1164802017

Para ver a reprise da etapa escolho sempre a transmissão italiana. É um grande barato a emoção que os caras transmitem. Se tiver um italiano com chances então é uma farra. Aprende Espn!!

https://www.youtube.com/watch?v=pXLOeGjB6ZY

Amanhã, domingo, a etapa parece ser bem melhor para emboscar o Froome e a Sky. A última montanha começa duríssima, com ângulos acima de 10-12% que deve servir de rampa de decolagem para os ataques e nesses % fica impossível os gregários da Sky defenderem o Froome. Nibali realmente parece o melhor escalador até aqui principalmente nas subidas mais longas, mas irá(!!) precisar de ajuda de outros capitães para que esse ataque funcione e quem sabe isolar o Froome, que teria que fazer o trabalho de perseguir sozinho. Esse seria o cenário ideal para uma bela disputa não só da etapa, mas também para dar esperança na briga pela Vuelta. Lembrando que o Froome conta com uma provável vantagem no contrarrelógio de 3ª que vem, no pior dos casos, pelo menos 1min para o Contador e Nibali. 2min para o resto dos GCs. Então os escaladores mais agressivos não hesitarão em tentar tudo na etapa de amanhã(domingo). Mesmo que implodam tentando.

Boa sorte a todos amanhã no Big Biker…

Citação do dia;

“The bicycle has a soul. If you succeed to love it, it will give you emotions that you will never forget.”                     Mario Cipollini



Cancelar Resposta

MaisRecentes

Temporada praticamente acabou. Agora, foco passa a ser 2018.



Continue Lendo

Provas do outono italiano são lindas e muito divertidas



Continue Lendo

Sagan é tricampeão mundial!!



Continue Lendo