A temporada poderia ter sido melhor



Todo fim de ano é a mesma coisa nos clubes de futebol. É hora de analisar o que deu certo, o que deu errado, quem pode continuar ou ir embora. É feito um balanço e inicia-se o planejamento para a próxima temporada. Certamente, nas Laranjeiras a sensação é de que este grupo poderia ter ido mais longe do que foi.

No Campeonato Carioca, o time caiu nas semifinais para o Vasco, que sofreu na Segunda Divisão para voltar à Séria A. Na Copa do Brasil, foi eliminado de forma vexatória após ser goleado pelo modesto América-RN em pleno Maracanã. Na Sul-Americana, nova eliminação, desta vez para o Goiás. Em todas as competições citadas, o Tricolor possuía um elenco superior aos adversários, mas não conseguiu êxito.

O ponto positivo na temporada foi a campanha no Brasileirão. Com poucas mudanças da temporada passada para a atual, o elenco foi de rebaixado a concorrente direto por uma vaga na Libertadores, alternando altos e baixos ao longo de toda a competição.

O que o torcedor lamenta são os pontos perdidos contra as equipes que brigaram para fugir do rebaixamento. Se o aproveitamento diante desses times fosse melhor, talvez o Fluminense estivesse garantido na maior competição do continente. Como recompensa pela campanha no Brasileirão, a vaga direta nas oitavas de final da Copa do Brasil de 2015 dará uma folga no calendário tricolor.

Agora, o grupo passará por reformulação. A maioria dos jogadores com contrato se encerrando no fim do mês não renovará. A torcida espera que elenco e diretoria se entendam melhor fora de campo para que os resultados dentro dele sejam melhores. Que os erros deste ano sirvam de lição para 2015.



  • TRICOLOR_DF

    É só colocar multa nos contratos para jogador que expõe o clube e patrocinado em público, isso de ficar criticando diretoria, investidores e o clube tem que acabar no FLU. Desde a época do Murici que tudo que tá errado no FLU alguém expõe só para conturbar mais o ambiente. Existem coisas que são resolvidas dentro do contrato e não prejudicando as partes com declarações em momentos OPORTUNOS. Quanto a salários, o FLU deve se planejar para que em 2015 essas coisas não aconteçam de novo. Pagar 350 mil a Diguinhos, Walters, e Valências da vida não deve ser prioridade para um clube que pretende honrar compromissos. ST!

  • Rômulo

    Se durante a temporada tivéssemos um treinador de verdade, um diretor de futebol de verdade, um departamento técnico de verdade, aí sim a coisa teria sido muito diferente.

  • Neste ano o que mais chamou a atenção foi a falta de regularidade da equipe, principalmente, em partidas jogadas no Maracanã. O elenco era bom, mas faltou pegada nas horas mais decisivas para o time. A situação atual de realinhamento de patrocínio, pode ser uma oportunidade de renovação do elenco. Porém, a base com jogadores experientes tem que ser mantida, para que junto com jogadores de destaque da base e alguns potenciais buscados no mercado formem um grupo forte e competitivo. Este “Lero Lero” de dificuldades e coisas internas não se justificam, pois em todo ambiente de trabalho ocorrem problemas, que tem que ser vencidos pela comissão técnica e jogadores. É fundamental manter os salários em dia. Para a torcida tricolor é importante ter paciência, pois a montagem de um time não é fácil e requer apoio dos torcedores. Saudações tricolores e um feliz 2015.

MaisRecentes

Torcida única – Qual deve ser a posição do Fluminense?



Continue Lendo

Fred será protagonista em mais um Fla-Flu?



Continue Lendo

Vale apostar em Enderson Moreira?



Continue Lendo