O Flu é o aluno notável que não quer nada



Certa vez, ainda na faculdade de sociologia em Niterói, o professor Guilherme Nery falava sobre as aspirações pessoais de cada estudante que estava presente na sala de aula. Foi quando no meio da divagação, ele disse algo que não irei me esquecer. Disse o mestre: “Se você realmente tiver um sonho, busque realizá-lo. Mas não de forma descomprometida ou protocolar. É preciso que você queira atingir o objetivo de verdade. Para isso, é preciso garra. Barreiras existirão. Mas se a vontade for realmente grande, você será capaz e merecedor da conquista”.

Ontem, assistindo o Fluminense jogar no Maracanã contra o Atlético Mineiro, vi um time com grande potencial. Trocava passes como poucos. Dono de inegável qualidade. Entretanto, faltava justamente o querer mais que o professor se referia naquela tarde de um passado já distante, em Niterói.

O time de Cristovão é blasé. Não tem a alma necessária para buscar a vaga no G4. O elenco há muito tempo é praticamente o mesmo e parece já ter perdido o prazo de validade. Urge uma reformação geral. Ao olhar para o gramado, o torcedor enxerga um aluno inteligente, mas que não quer absolutamente nada. É mesmo revoltante para quem gasta tempo e dinheiro com a intenção de ir ao estádio alimentar o inconsciente para seguir sonhando.



  • Clailton

    perfeito

  • Exatamente isso que falamos ontem no maracanã eu e meu irmão, o time é preguiçoso, não tem gana para vencer, acomodado, jogadores são muito amigos e ninguém cobra ninguém, o Cristóvão fazendo sempre as mesmas alterações previsíveis mesmo ouvindo o apelo dos torcedores pedindo a entrada do Biro Biro para dar velocidade ao time e terminou o jogo com ainda 1 alteração para ser feita e ele não fez… Eu fiz minha parte, dei credibilidade e oportunidade ao time do fluminense para ao menos mostrar vontade e um futebol digno ao apelido que fizemos jus de TIME DE GUERREIROS, como não vi isso nem no Flu x Grêmio e ontem Flu x Atlético-MG, encerro por esse ano minhas participações no maracanã.

    • ODILIO JOAQUIM

      Rapaz sai do meu trabalho quem a intenção de ir ao maracanã depois da reforma desde o ano passada…. é o mesmo time sem tesão para jogar.. moral da historia mais 02 anos sem pisar no maracanã…. o ultimo eu te falo fluminense 1 x 0 Guarani..(flu Campeão)…. Tirando o Conca e Cicero… O resto joga no Saco e manda embora…. “ainda bem que eu não fui”…..
      Vamos Ver ano que vem…..

  • Geraldo Fabian Cabett Diniz

    Onde está o time de guerreiros?

  • É verdade que falta vontade de ganhar, o time não “agride” o adversário, mas a culpa não são dos jogadores e sim deste auxiliar de treinador.
    Está matando o futebol do Conca e do Cícero. Faz lembrar a Espanha que tem ótimos jogadores de meio, ficam tocando pra lá e pra cá, porém não tem penetração.
    O que este auxiliar de treinador quis com a entrada do Chiquinho no lugar do Fernando. Fez ou faria alguma diferença?
    O time mineiro jogando apenas por uma bola, todo recuado e o treinador troca lateral por lateral.
    Lá pelas tantas coloca o Kenedy e com mais uma substituição a fazer e poderia ter feito, mas não, preferiu ficar assistindo a mais um empate do time.
    Tinha o Biro, Sobis, Walter e até mesmo o zagueiro contratado que com seus quase 2 metros de altura poderia ter entrado nos minutos finais de atacante (claro no desespero), mas teria que ter tentado algo.

  • TIME SEM ALMA, TIME SEM CARATER, TIME SEM VERGONHA.

  • antonio farias

    amo de coração esse time, mas a muito tempo que esta precisando uma ótima limpeza,geral,radical ,buscar mais patrocinadores que tragam idéias novas, eñ quem quer interfirir no comando do time,quer mandar se candidata a presidente ,limpa flu .

  • Irjov

    Concordo.

  • E isso Ai , resumindo falta sangue na veia vontade de ganhar botar o coraçao na ponta da chuteira VAMOS LA FLUZAo.

  • Alexandre Paes

    Diagnóstico preciso. Com esse time (e esse treinador conformado e mais preocupado em garantir seu emprego), não podemos almejar muita coisa. Não ser rebaixado já será lucro. E que venha 2015 com uma grande reformulação (Cavalieri, Jean, Cícero, Conca e Fred devem ser a base para um time novo, com alma e sangue nos olhos, o que nos falta desde 2009).

MaisRecentes

Torcida única – Qual deve ser a posição do Fluminense?



Continue Lendo

Fred será protagonista em mais um Fla-Flu?



Continue Lendo

Vale apostar em Enderson Moreira?



Continue Lendo