Cristovão Borges entre a cruz e a espada



A decisão foi a mais racional. Talvez a mais temerosa. Ainda assim, volto a dizer, a mais racional. Cristovão Borges deveria escolher entre Fabrício, jogador em descrédito com a torcida e que fez um jogo péssimo contra o América de Natal pela Copa do Brasil, ou Guilherme Mattis, incógnita, recém-contratado por empréstimo junto ao Bragantino e que realizou apenas dois treinamentos com o time.

A escolha foi Fabrício talvez pelo simples motivo de que decidir por Mattis era a mesma coisa que decretar que o primeiro está morto para o Fluminense. Líder de um grupo e responsável pelo bom ambiente, Cristovão fez exatamente o que se esperava de um comandante. Não queimou o atleta. Ainda assim, pode se dar muito mal. E, provavalmente, sabe disso.

Ao dizer que escalar Fabrício é um risco que compensa e que as críticas ao jogador foram exageradas, Cristovão protege o jogador ao passo que se expõe em níveis estratosféricos. Caso o defensor falhe na partida contra o Galo, não só ele, mas também o treinador serão bastante criticados. A diferença é que só o técnico tem hoje algo a perder. Fabrício só pode ganhar. Que me perdoe Cristovão, mas Fabrício foi realmente péssimo no jogo com a equipe de Natal.

Guilherme Mattis, por sua vez, se livra de uma fogueira absurda. Deve respirar aliviado. Ou entristecido, caso realmente seja tão bom quanto disse na apresentação aos jornalistas.

Cristovão terá dificuldades para dormir esta noite. O escriba, apesar do que escreveu acima, continua dizendo que optaria por Mattis. Por uma única razão. O Fluminense não pode prescindir de um bom resultado. Fabrício já provou que não tem muito a acrescentar. Entre a certeza e a incógnita, prefiro a segunda. Nem sempre ser mais racional é a melhor escolha. Ainda assim, que bom que não sou técnico.



  • Geraldo Fabian Cabett Diniz

    O Fabrício não pode jogar no Flu. Caso o time perca amanhã a conta do Cristovão borges vai ficar no vermelho. Pode haver demissão.

    • José Soares e Silva

      Concordo

  • lino jose da silva

    Cristovão me desculpe pela critica mas se não as fizer ficarei com elas entaladas na garganta, 1º Por que motivos você mantém os seguintes jogadores no ti titular, digo, Diego Cavaliery, Henrique, Carlinhos, Valencia, Diguinho e Sobis, o time só perde ou empata, mas quando o time titular joga com Clever no gol, Marlon na zaga, Edson de volante e Chiquinho na lateral esquerda e Kennedy no ataque, o time tem outra postura em campo, todos atacam e todos defendem e vencem qualquer partida com mais de dois gous de diferença, aí sim você pode mexer relativamente no time fazendo as alterações necessárias para poupar determinados atletas e mais o Cícero não pode ficar fora nem do time e nem da posição que ele prefere atuar, então vê se deixa ele jogar a vontade assim como o conca joga. Aqui vai um conselho de quem assiste os todos os jogos com olhos de critica construtiva. O time principal deve ser esse na opnião de praticamente 90% dos torcedores, Clever, bruno, Marlon, (Mattis), Eriventon, Chiquinho, Edson, Jean, Wagner, Conca, Cícero e Fred (Kennedy), pensa nisso, grato seu Amigo Tricolor.

    • Caro Lino,

      Seu comentário seria bem mais pertinente se não considerasse o Elivelton como titular. Ele não passa de um rebatedor de bolas, geralmente para a frente da área, não tem velocidade e é driblado facilmente por qualquer atacante, independentemente de sua qualidade.

      É um espécime de zagueiro atrapalhado que mais parece um bólide desnorteado. Acho que teria mais futuro jogando tênis, já que rebater é sua única virtude.

      Se tiver dúvidas, procure rever os vídeos dos jogos desse Brasileirão.

      Saudações Tricolores, as verdadeiras.

    • Lino no Brasil tem 4 goleiros bons e entre eles está o Diego Cavaliere. Os outros são: Jeferson, Vitor e o Marcelo do Grêmio. É preciso que o Cristóvão determine que jogador será o substituto do outro na mesma posição, por ex. os meninos de Xerém são pouco usados o Gustavo Scarpa deve ser o reserva do Conca, O Walter do Fred, o Rafael Sobis reserva do Kenedy, o Robert do Jean aliás o Robert nunca recebeu uma oportunidade, vamos valorizar a prata da casa que joga com amor ao clube. Saudações tricolores..

    • José Soares e Silva

      Não concordo

  • Esse cristovão ou é doido ou maluco, já senti mais firmeza nele, tenho leve impressão que nos vamos nos f!!! de novo.

  • Esse cristovão ou é doido ou maluco, já senti mais firmeza nele, tenho leve impressão que nos vamos nos f!!! de novo.

  • Carlos Eduardo

    O Fabrício jamais poderia ser contratado, realmente não dá para entender. Existe a carência de zagueiros no elenco e ainda embora não tenha potencial do Marlon e voluntariedade do Elivelton, até o hoje não entendi o empréstimo do Wellington Carvalho para o Ceará, do qual é titular e ainda tem o Leo Lelis encostado nos juniores.

    • Luis

      Cabe lembrar que a dupla de zaga do Ceará hoje é da base do Fluminense, Sandrão e Wellington Carvalho

  • Julio Cesar Pinho Mattos

    Querido Marcelo, o futebol exige planejamento, psicologia, nutrição, preparação física, disciplina tática, coletividade ….não é possível….trabalhar mais com a emoção…..o reforço chegou nem conhece o esquema tático…e já deveria ser escalado…..

    O jornalismo esportivo pode contribuir muito para a elevação do nível do esporte… ajude o futebol brasileiro….

    Abraço Fraterno!

  • Marcello Vieira

    Julio, o Guilherme vinha jogando e psicologicamente, possivelmente está mais preparado que o Fabrício. Como na minha opinião, Fabrício não tem condição de jogar no Fluminense, é melhor a incógnita.

    • José Soares e Silva

      Concordo

  • Adriano Costa

    Escalar Fabrício é a mesma coisa que passar um cheque sem fundos. A cobrança vai cair no Cristóvão.

  • lazaro

    O fabricio foi ruim em um jogo, tem que ter uma nova chance sim, ele tem cido avaliado nos treinos e vem se saindo bem, por isso está sendo escalado, e um risco que o Cristovão corre, mais nos temos o Marlon e a volta do diguinho que sao dois monstoros, o jogo será 3 x 0 para o FLUZÃO.

    • José Soares e Silva

      Que horror, meu Deus

  • henrique

    Esse Cristovão Borges está pedindo para sair do fluminense, já fez merda no jogo contra o Bahia tirando o conca que estava dominando o meio de campo para colocar o Edson. agora ele vai colocar o Fabricio que pelo meu ponto de vista é um péssimo jogador, visto que ele falhou muito no jogo contra o América do Rio grande do Norte. Ele pode até jogar bem contra o Atlético MG mais para mim ele nunca será um grande jogador como o Thiago Silva. Se continuar cometendo erros o Cristovão tem que ser demitido.

  • DANIEL DA SILVA

    PELO AMOR DE DEUS, ESSE TAL DE FABRÍCIO É SIMPLESMENTE HORROROSO.
    NÃO SEI COMO ESSE CARA CONSEGUIU JOGAR EM TANTOS CLUBES GRANDES.
    O PROCURADOR DO CARA É O MELHOR DO MUNDO.

  • Flávio

    Não entendo o Cristóvão é loucura escalar este Fabrício sei que este atleta foi indicado por ele.mais eu escalaria o mattis que é melhor do que este Fabrício.

  • Alexandre

    Só pode ser brincadeira do Cristovão………..nem no meu time de pelada esse cara joga………que chegue logo o final do ano, tem muita gente para ir embora ali………Nesse ritmo nunca vamos jogar a Libertadores.

  • hauradou

    Deve-se dar uma chance ao Fabrício, não correspondendo aí sim, substituição sem retorno para ele.

  • Cristóvão nem para roteiro serve . Não tem liderança e tem medo dos estrelas.Durante o tempo que o Conca joga no fluminense nunca foi substituído. Olha craque é craque.Todos nos sabemos quando vai fazer uma substituição que nunca da certo fica com a cara de trouxa. Te manca craques fluminense tem até demais.E craque joga em qualquer posição. O Rei Pele jogava até no gol.Vai para um time de várzea talvez consiga alguma coisa.No meu fluzao nao.

  • Jorge Castro

    Caramba !!!!!!!! Fabrício nãooooo…… Saudações Tetr4 Tricolores !!!

  • JORGE LUIZ MUNIZ

    Senhores:
    as críticas ao Fabrício foram exageradas. Quanto um time formado por bons jogadores, bons profissionais e que carregava uma vantagem de três gols, sofre uma derrota vergonhosa como foi a goleada humillhante de 5×2 para um time fraco como a América-RN, algo mais está errado, muita coisa está errada. Mesmo sem Fabrício não estamos conseguindo entrar no G-4, nem provisoriamente. Perdemos várias oportunidades de embolar a parte de cima da tabela. Somos os únicos a perder seis pontos para o fraco Vitória. O Fabrício pode não ser um grande zagueiro, pelo menos não mostrou ser, mas erramos muito o ano todo.
    Quando o elenco tem uma semana de treinamentos fica preguiçoso e empata com o Bahia. Vamos trabalhar mais e rever este discurso de “vamos embalar”…sempre as mesmas palavras.

  • Nelson Spinelli

    Olha,, a escalação do Fabricio é um risco, que o Cristovão está correndo,, temos que confiar na avaliação dele e torcer para que ele esteja certo na escolha.

MaisRecentes

Torcida única – Qual deve ser a posição do Fluminense?



Continue Lendo

Fred será protagonista em mais um Fla-Flu?



Continue Lendo

Vale apostar em Enderson Moreira?



Continue Lendo