Social Tricolor – Sobre a conspiração e Cristovão Borges



Cristovão Borges é um bom treinador. Estudioso, tenta deixar o mais do mesmo característico da grande maioria dos professores brasileiros e aposta num jogo envolvente, dinâmico, de troca de passes, enfim, inspira-se no que há de melhor no futebol mundial. Entretanto, o técnico do Fluminense também tem falhas. Não é perfeito. Aliás, ninguém é. Em entrevista recente, Cristovão disse que as críticas às substituições que realiza são orquestradas. Veja você, o treinador entende ser vítima de um complô. Neste ponto, está redondamente enganado. Afinal, o maior ponto fraco dele é mesmo quando precisa fazer uma modificação.

A contestação não é de agora. No Vasco, Cristovão já era bastante criticado pelo mesmo motivo. Antes mesmo dos jornais e da imprensa em geral questionarem as substituições que ele vinha fazendo nesta temporada no Fluminense, o próprio torcedor tricolor, nas ruas, já com uma pulga atrás da orelha, elogiava o treinador da equipe, mas admitia que o forte dele não era as substituições. Acontece. Eu não sou bom em matemática, mas me esforcei para passar nas provas quando estudante.

Não quero dizer com isso que Cristovão deva deixar o comando do Flu. Pelo contrário. É a pessoa mais indicada para levar o Flu à Libertadores e, se lá realmente chegar, conduzir a caminhada da equipe na competição sul-americana. Mas é bom para ele mesmo que reveja as próprias teorias da conspiração. Ninguém tem nada contra ele. Pelo contrário. É educado, boa praça, foi um grande jogador e merecedor de todo sucesso. Existem críticas e críticas. E sinceramente, esta busca ser construtiva.

Ontem, errou ao tirar Conca. Não foi o único nem o maior culpado pelo revés. Foram muitos gols perdidos. Mas uma coisa não anula a outra. O Flu não deveria prescindir do talento do argentino num jogo indefinido.



  • luiz carlos

    Como dizia Francisco Horta, à época presidente do Fluminense, “técnico que não escala ou substitui um craque, salvo por motivo de força maior, eu demito”. Tirar o Conca pra colocar o Édson foi a gota d’água, uma demonstração que não tem cacife para treinador um grupo como este do Fluminense.

    • José Soares e Silva

      Gostei! Colocação corretíssima. A melhor que já vi.

  • Fernando

    Marcello, Estes que querem tirar o Cristóvão do comando deveriam comparar onde estávamos na tabela em 2013 com o lugar que ocupamos agora. Deveriam pensar no que ocorreu no final do ano e saber que não vamos cair este ano. Deveriam perceber que o futebol que jogamos hoje é infinitamente superior ao que jogamos ano passado. Bola de cristal ninguém tem mas, se quisermos chegar a um patamar ainda superior, devemos manter uma cabeça pensante como a do Cristóvão. Abraços tricolores!

    • Ninguém aqui esta falando q ele e um treinador ruim. Mas, e péssimo no quesito substituições. No mino foram mais de 14 pontos perdidos por causa de sua teimosia em tirar atacantes eeeias avançados para colocar cabecas- de- bagre, digo, de área. Quando estos ganhando jogos por diferença de gol, o ‘ gênio’ tira atacantes e poem o te atraz para garantir resultados. Só o treinador e os becos não vêem isto!

    • Boa tarde,

      Mais em 2013 não tinhamos um jogador como CONCA.

      Carlos Emilio

  • Vinicius Toledo

    Marcello, você disse tudo. Também gosto do Cristóvão, mas a leitura de jogo dele acaba colocando tudo a perder. O Conca não estava bem no jogo, mas é craque e pode decidir numa única jogada. Abraços!

  • Danilo Jeolás

    Vieirinha, concordo com boa parte do texto, inclusive no rol de qualidades do Cristóväo. Mas o considero muito soberbo, näo consegue jamais admitir que se equivocou.

    Tirar o craque do time, sob o argumento de que “estava muito marcado” é risível. Deveríamos entäo escalar um time de beatas de igreja, já que nenhuma delas sofreria qualquer marcaçäo, em respeito às respectivas idades e vidas cristäs.

    Por fim, discordo de Borges nos liderar na Libertadores. Sinceramente, caso voltemos à competiçäo, o treinador deveria ser outro.

    • Francisco Miranda

      O Conca muito marcado é sinal que haveria muitas de faltas que ele mesmo poderia converter O Cristovão esta com a mania de pensar em garantir resultados prematuramente colocando cabeças de área e não tem dado certo po .. vamos continuar atacando. com a saida do Conca houve um alívio do meio campo do Bahia… se .soltaram e passaram a mandar no jogo.. Coloca o Edson logo de inicio e pronto ai ele vai trocando adoidadamente… Cristovão po ……

      • José Soares e Silva

        Análise inteligente. Por isso é que peço à Diretoria para enquadrar o Cristóvão, antes que chega tarde.

  • CONCA, mesmo mal, é melhor do que todos jogando BEM. Não pode ser substituido , só se estiver sentindo alguma contusão. Quem poderia ter saído para a entrada do EDSON era o Cícero. FRED é outro que mesmo mal deve ficar em campo, é o melhor centro avante do Brasil. E doa a quem doer.

    • claudio

      O cícero ja tinha saído meu amigo

  • O Cristovão Borge é muito burro para ser treinador de um time grande.

  • O Cristovão até começa o jogo bem mais é só o fluminense fazer um gol ele muda o
    time para pior sempre tira o melhor jogador, Era o Cicero depois o fredi agora é o Conca.
    Ele esta fazendo força para ficar fora da Libertadora.

    • francisco medeiros

      sem citar o sobis quantas vezes foi sacrificado ao sair de campo e ficar pppp da vida

  • Placar;

    FLUMINENSE 1 X 1 APITADOR/CRISTÓVÃO

    O apitador deu tudo contra o Flu, nada a favor, não houve critério nas faltas.

    Já o Cristóvão,… sem comentários.

  • Saudações Eternas Tricolores!

    Concordo que Cristóvão Borges deu cara nova ao Fluminense em relação a 2013. Eu o considero um bom técnico. Acontece que no quesito substituições ele é simplesmente horrível. Substituir o Conca com o Flu jogando bem e criando chances de gol, alegando que o pulmão Tricolor, estava muito marcado é uma desculpa esfarrapada e digna de muitas risadas. Acho que o Edson entrou bem na partida e deveria ter substituído o Jean que foi muito mal. O G-4 está bem difícil devido a instabilidade do time e as trocas totalmente erradas de Cristóvão Borges. O Flu joga bem e pontua quando enfrenta os grandes e entrega o ouro com os pequenos. É o novo Robin Hood.

    Saudações Eternas Tricolores!

    • BETO VR

      Concordo plenamente com sua opinião Jaques, só vou acrescentar uma coisa, o nosso tricolor não consegue ganhar o jogos considerados mais fáceis, perdemos p/ o vitória 2 vezes, criciúma, figueirense e agora somente empata com o bahia. Parece que o time após abrir o placar se apaga, perde muitos gols, não marca, muitos passes errados e com chutões pelo recuo exagerado. Cristovão, estuda uma forma de corrigir isto, aí sim acho que o time vai ganhar competitividade.

      Saudações tricolores

  • Boa tarde,

    Cristovao disse que tirou o CONCA porque ele estava muito marcado.
    Em que jogo ele esta desmarcado??
    Desculpa esfarrapa. Ele quer mostrar quem manda e que tira quem quizer mais não pode nunca tirar um jogador que num passe num drible pode decidir o jogo mesmo marcado.
    Com relação a 2013 nos não tinhamos justamente um jogador como CONCA.

    Saudaçoes Tricolores

    Carlos Emilio

  • JULIO CEZAR BICALHO

    Cristóvão não é, nem de longe, treinador para um clube como o Fluminense…Não consigo enxergar virtude alguma no seu trabalho…Acho que escala errado e insiste nos erros rodada a rodada…Nunca faz a leitura correta do jogo, pois sempre substitui errado e dá de bandeja o resultado pro adversário…Quando o Flu está vencendo, faz de tudo para segurar o resultado e apequena o time dentro de campo, cujo resultado é sempre o mesmo: fracasso ao final (total ou parcial)…Já jogou trocentos pontos fora em jogos que se mostravam tranquilos…Eliminações medíocres na CB e Sula…Vive com a desculpa do cansaço, mas teve uma semana pra trabalhar e descansar, mas empatou com o Bahia que havia jogado no meio de semana pela Sula…Sempre após um fracasso tenta buscar desculpa onde ninguém consegue com ele concordar…Enfim, não transmite confiança alguma antes, durante e depois dos jogos, não ostentando, com isso, condição de ser o treinador do Fluminense…Fraco ao extremo…Aliás, só é treinador hj em dia graças a um AVC!!!

  • Mateus Gonçalves

    Em determinado momento da partida, lá pelo 15 minutos do segundo tempo, quando o Bahia tomava conta do jogo e o gol de empate estava muito maduro, pensava que Cristóvão tinha que melhorar a marcação do meio-campo, para isto a entrada do volante Édson deveria ajudar bastante, seria a primeira alteração, Édson no lugar do Bruno, deslocando Jean para a lateral, pois além de melhorar a marcação no meio, melhoraria, certamente, a lateral direita, onde Bruno tinha uma atuação muito apagada, principalmente, no ataque. Outra alteração, poderia ser um jogador de velocidade no lugar do Cícero, pois o contra-ataque era a maior possibilidade de fazer o segundo gol, no entanto, a saída do Conca surpreendeu a todos, menos ao próprio Cristóvão, que achava que ele estava muito marcado, sendo que momento antes, tinha deixado Sóbis livre para marcar o segundo gol.

  • ROBERTO ELYSIO DE ALMEIDA

    >SEM FALAR NO CÍCERO.
    >VASCO OU BOTAFOGO SERIA BOM REFUGIO PARA ELE(CRISTÓVÃO)

    • ROBERTO ELYSIO DE ALMEIDA

      >NADA MAIS A DECLARAR.

  • BRUM

    O CRISTOVÃO PRECISA DE UM AUXILIAR PARA AJUDA-LO, NA HORA DE SUBSTITUIR, POIS AI REALMENTE É O PONTO FRACO DELE.

  • JM Tebaldi

    Vamos respeitar a pessoa. Trata-se de um treinador diligente e às vezes chega mesmo a ser um pouco cartesiano. E futebol não suporta isto. Os maiores defeitos do Sr. Cristovão (que tem muitas qualidades) são substituir o jogador errado e, pior, na hora errada. Mais o maior defeito mesmo é insistir com certos jogadores que já provaram o contrário: deveriam procurar outro esporte. Chega a ser enervante ver um dos substitutos ser chamado sistematicamente e é capaz de produzir menos do que o substituído. Enquanto isto alguns que já provoram ser bons continuam no banco. Não dá mesmo prá entender.

  • Cristovão, me tire uma dúvida ,se o MESSI estiver sendo bem marcado, vc o tiraria , pelo amor dos meus filhinhos, não diga que o tiraria,kkkkk
    Vc acha que se ele estivesse em campo no lugar do Wagner, teria passado aquela bola limpinha para o FRED que entrava sozinho?
    Pare de inventar- CONCA E FRED só saem quando o jogo terminar,ok.
    ST/Castilho

    • Ricardo Saboya

      Durante o jogo com o Bahia, o lateral Pará estava muito perigoso avançando pela esquerda.Pensei que o Kenedy ia entrar, atacando pela direita, mas o Cristóvão o mal-criado Sóbis. Depois foi coerente; com o Sóbis em campo, isolando bolas, mão adiantava o Conca caprichar nos passes.

      • Ricardo Saboya

        Errata Esqueci o verbo: Mas o Cristóvão PREFERIU… o Sóbis.

  • Amaury

    Cristovão conseguiu dar um certo padrão de jogo ao Fluminense, mas não conseguiu desenvolver mais…os jogadores entrão em campo sem tesão…um time burocrático…não se esforçam…não temos jogadas ensaiadas (se bem que isso é o de menos)…mas o pior do Cristovão são as substituições…essa última do Conca…não tem explicação…só se for porque estava sentindo algo (o que não ficou claro)….o preço foi o empate…mais um na conta do Cristovão….mas com todos esses erros não adianta demití-lo agora…não tem muito técnico melhor no futebol …nem vai dar tempo para nada…vamos é torcer pra conseguir uma vaguinha no G4 (sofrer)…

  • JORGE MUNIZ

    Senhores:
    o futebol brasileiro está entrando em uma nova fase. Hoje não se demiti mais um treinador após alguns resultados ruins. Quando se trata de um grande treinador, vejam os casos de Corinthians e de Internacional, ele deve ser preservado o protegido, mas cobrado. Sabemos que o Cristovão Borges é um grande treinador, mas quando perde a humildade vira um Renato Gaúcho. Ele precisa rever as alterações que faz durante cada jogo. Ele não consulta seus auxiliares antes de mexer na equipe? Temos tudo para estar entre os quatro primeiros nesta competição, mas precisamos admitir nossos erros.

  • roberto cunha

    comecei a duvidar da competencia do treinador no jogo contra o coritiba no maraca(1×1).o flu vencia de 1×0,ele já havia feito uma substituiçao colocando fabricio( no lugar de gum que havia quebrado a perna),este jogador foi trazido do vasco como soluçao para os problemas da defesa,conforme aval do cristovao.no segundo tempo com 10 minutos de jogo ele manda os suplentes aquecer,incluindo o fred-gool.ele entao substitui o bruno e o cícero e coloca o chiquinho que foi quem deu opasse para o cruzamento do adversario fazer o gool de empate.informo que o gool de empate foi feito mais ou menos aos 37 a 39 do segundo tempo(ele queimou duas substituiçoes com o time ganhando,como ele adivinhou que ninguem mais iria se contundir nao sei?Pode-se confiar num treinador que quer adivinhar o futuro e não tem equilibrio ao substituir, deixo essa pergunta pra todos.

  • Cristovão pede para sairrrrrrrrrrrr.

  • Walcyr

    Não se trata de demitir o Cristóvão, talvez uma conversa com o Dpt. de Futecol resolva.

MaisRecentes

Torcida única – Qual deve ser a posição do Fluminense?



Continue Lendo

Fred será protagonista em mais um Fla-Flu?



Continue Lendo

Vale apostar em Enderson Moreira?



Continue Lendo