É cedo para que o Fluminense pare de sonhar



*Texto escrito por Marcello Vieira e publicado na versão impressa do Diário LANCE! desta segunda, 25/8/2014

Há cerca de duas semanas, o presidente do Fluminense, Peter Siemsen, dizia desejar estender o contrato do técnico Cristovão Borges, então grande sensação do futebol brasileiro, até 2016. Todavia, nos jogos subsequentes à citada declaração, tudo deu errado. Foram quatro tropeços consecutivos. Suficiente para o mesmo Peter quase dispensar o comandante na última quarta-feira, após o revés para a Chapecoense. O mandatário chegou até mesmo a dizer que os elogios a Cristovão tinham sido exagerados. Ontem, o Tricolor superou o Sport com autoridade e, ao menos momentaneamente, conseguiu estancar o processo de crise. É evidente que existem problemas para ser corrigidos na equipe. Ninguém é cego. Mas tamanha inconstância do presidente só prejudica. No momento de dificuldade, o Fluminense tinha a obrigação de bancar Cristovão. Neste sentido, que a lição tenha sido aprendida.

Dito isto, é importante falar sobre o que foi apresentado em campo e o que a vitória no Maracanã pode significar daqui por diante. Ontem, Fred liderou o time rumo à vitória. Antes do jogo, era possível até mesmo apostar que isso ocorreria, afinal, o atacante costuma responder bem sempre que contestado.  O capitão correu bastante, deu passe para gol e fez outros dois. Ao lado de Cícero, uma das grandes contratações do futebol brasileiro neste meio de temporada, foi o melhor em campo.

Talvez dependa de Fred o que o Fluminense poderá fazer neste Brasileirão. Cristovão já disse que ele é titular absoluto. E grandes poderes sempre vem atrelados à grandes responsabilidades. O capitão pode unir o grupo, elevar a confiança nele próprio, no time e no treinador. Há muito campeonato pela frente e os próximos jogos, contra Corinthians e Cruzeiro respectivamente, podem definir o tamanho das aspirações do time na competição. De toda forma, ainda é muito cedo para que o Fluminense desista de sonhar.



  • Deivan

    Esse momento de turbulência vejo com ressalvas, até pq estamos sem o nosso 3º melhor jogar que é o Wagner, vejo este jogador como um atleta muito importante para nossa equipe, ele faz inúmeras funções dentro de uma partida. É cristalino qdo ele não joga o time caia radicalmente de rendimento, a imprensa deveria destacar mais a importância deste jogar, tanto para o fluminense qto ao futebol brasileiro.

  • E não é que o FRED acordou, ou foi obrigado a acordar. Que jogue sempre com essa vontade, artilheiro todos sabemos que ele é.

  • SDS TRICOLORES

    FLU 2 0 1 4 rumo a tão “” s o n h a d a “”” LIBERTADPORES 2015.

  • Continue assim Fred correndo e fazendo gols é que nós precisamos.

MaisRecentes

Torcida única – Qual deve ser a posição do Fluminense?



Continue Lendo

Fred será protagonista em mais um Fla-Flu?



Continue Lendo

Vale apostar em Enderson Moreira?



Continue Lendo