Vitória em ritmo de bom samba



* Por Marcello Vieira,

A torcida do Fluminense costuma pedir em ritmo de samba na arquibancada para abrirem alas porque o Tricolor irá passar. Não era a Sapucaí, mas ontem o bloco tricolor entrou na “Avenida Maracanã” sem tomar conhecimento de um Friburguense que parecia de ressaca em plena quarta-feira de cinzas.

O Flu começou o primeiro tempo com excelente evolução. Mestre Walter comandava a bateria ofensiva de três atacantes e deixava os adversários desnorteados. Em menos de 30 minutos, o placar já mostrava 3 a 0. Atuação digna de deixar o carnavalesco Renato Gaúcho bastante orgulhoso.

O problema é que o Tricolor, empolgado com o resultado, entrou no recuo e deixou o samba atravessar no fim do primeiro tempo. Depois de acertar uma bola na trave, levou gol em belo chute de Rômulo. Contudo, foi apenas um pequeno buraco na primeira etapa que pode ser descartado pelos jurados caso tenham boa vontade.

No segundo tempo, se o Flu ia bem no ataque, por outro lado, desafinava na defesa.

De toda forma, a goleada por 5 a 1 acabou decretada e a vaga no desfile das campeãs está praticamente assegurada. O Tricolor cumpriu o papel com louvor. Agora é saber se Renato será ousado como o carnavalesco Paulo Barros e insistirá com três atacantes, ou mais tradicional, retornando com a tática de três volantes. O jogo terminou e a torcida gritava olé. O placar não deixava margens para dúvidas. Nota 10.



MaisRecentes

Torcida única – Qual deve ser a posição do Fluminense?



Continue Lendo

Fred será protagonista em mais um Fla-Flu?



Continue Lendo

Vale apostar em Enderson Moreira?



Continue Lendo