Fluminense: um time dirigido com bons volantes?



Muito se fala do elenco do Fluminense, em especial da qualidade do time titular e do bom desempenho das peças de reposição quando são solicitadas. Assim foi em todo Brasileirão, em especial por conta das constantes lesões no Fluminense.

No entanto, um setor, em especial, chama a atenção: o meio de campo defensivo. O time, normalmente, joga com Edinho como primeiro volante e Jean como segundo. Os respectivos reservas são Valencia, da seleção colombiana, e Diguinho. O próprio Edinho destaca a qualidade dos jogadores.

– O Jean é um excelente jogador, mas também tem o Diguinho e o próprio Valencia, que é um cara que se dedica muito para a equipe. Em termos de volante, acho que o Fluminense, está muito bem servido – disse o camisa 5.

E aí, galera tricolor? O time está bem servido de volantes? Quais vocês acham que devam ser os titulares? Ou será que existem contratações a serem feitas para o setor?



  • Marvin

    Um só volante, o Valência. Apesar do Jean ser realmente bom, prefiro ter o Wagner no time.
    DC, Walace, Gum, Elivelton, TCarleto, Valência, Wagner, Deco, TNeves, WNem e Fred… Mas tem q treinar direitinho, e o TNeves não pode ficar fingindo q marca.
    ST

  • john

    Valencia e Jean tem que ser os titulares absolutos do flusao!!!!! e diguinho pelo amor de Deus, so entrar se jean se machucar pq colocar o diguinho pra segurar resultado eh um perigo ele so sabe fazer falta prox a area, ou penalti!!

  • Leonardo

    Edinho realmente é um cara educado, bacana, bom carater… só não joga nada. Ele é lento, pesado, cadeirudo, não ganha uma na cabeça e perde todas na velocidade. Se limita a dar uma cercadinha, dar um passe para trás ou – quando não há qualquer perigo – arrisca um passe um pouco mais longo. Quando vai na bola erra ou faz falta, pois não ter recurso; quando não erra é porque não foi na bola, se omitiu ou não chegou a tempo. Isso não é perseguição, é observação.

    Ao contrário, Valência disputa e ganha TODAS no alto, corre, marca, funga nos adversários; pode ir para área adversária quando tem um escanteio pois tem impulsão, além de ter velocidade para voltar correndo (ao contrário de Edinho), num eventual contra-ataque adversário. Valência foi um Leão contra o Nautico e temo que Abel reconduza Edinho ao time contra o Flamengo de Love, Cleber Santana e outros que – com estímulo – vão voar para cima do Edinho.

    Na boa, galera. Não conheço um tricolor que ache que Edinho jogue bem, muito menos que jogue como Valência. Que fique registrado: A menos que Deco possa fazer a diferença (se não for muito marcado e se for, obrigará Jean a se desdobrar, logo, deixará o “veloz” Edinho para cobrir (faz-me rir) a defesa, perderemos feio para o Flamengo. Depois não adianta Abel dizer que faltou atenção, que houve falha de marcação… Edinho só marca Riquelme porque ele não corre, mesmo assim, na única bola que o deixou livre, ele encaixou o gol contra a gente na Libertadores.

  • Leonardo

    Galera, além do Valência, gosto muito do Jean e do Diguinho. Este tem muito mais pegada, mas peca pelo excesso de faltas principalmente próximo a área, enquanto Jean tem uma melhor qualidade de passes, embora seja menos “carrapato” que Diguinho. Dependendo do jogo, acho que Diguinho cairia melhor, mas na maioria das vezes fico com Jean.

    Acho que analisar uma escalação é entender a interferência de um jogador no grupo. Quem não se lembra em 1995 na semi-final contra o Santos a escalação de Alê no lugar do suspenso Sorlei? Sorlei era um guerreiro, marcava bem, chegou a ser lembrado para a seleção. Entretanto, naquele inesquecível 4 x 1 no maraca, ele tomou o terceiro amarelo e o substituto foi uma espécie de Edinho de hoje. Alê só fez besteira e foi determinante para a nossa derrota. Logo, se Abel insistir com Edinho e o Flamengo marcar bem o Deco, caberá a Jean se desdobrar, deixando Edinho para “proteger” a defesa. Isso é temeroso pois Edinho só atuou “bem” quando Abel (talvez por gostar muito dele) o colocou entre duas linhas de QUATRO jogadores. Assim até minha mãe, pois só chega nele depois que passar pelo ferrolho de quatro e se passar por ele (muito fácil), tem outros QUATRO. Ou seja, um ferrolho protegendo o protegido.

    Domingo sem Edinho: Fluzão vence e bem
    Domingo com Edinho: NÃO VENCEREMOS (p´ra ficar barato)

  • Mateus Gonçalves

    No atual nível do futebo brasileiro, sim. É claro que nenhum deles é craque, muito longe disso, mas são jogadores de razoáveis para bons. A vantagem do Flu está, exatamente, em ter quatro, praticamente, do mesmo nível, com ligeira vantagem para Valência e Jean em relação a Edinho e Diguinho. No entanto, perdoe-me por mudar de tema, mas o Fluminense vai ter que voltar a jogar o bom futebol para ser campeão. Nessa reta final, cada jogo é uma final, os times que estão em baixo vão para o tudo ou nada. Se o Flu não exercer, de fato, o seu mando de campo com apoio maciço da galera, mandando todos seus jogos no Engenhão, a situação vai ficar dificílima. O momento é agora, daqui pra frente não tem mais desculpas: ingresso caro, estádio mal localizado, nenhuma dessas desculpas vai colar, e a torcida do Fluminense, que tantas vezes já fez bonito, vai ficar marcada como a torcida que não apoiou seu time quando este fez uma belíssima campanha, mas viu o título escorrer pelos dedos, provavelmente, por falta de apoio dos seus torcedores. Ainda está em tempo, vamos apoiar, incentivar, pôr pressão nos adversários, começando pelo Flamengo, no Domingo.

  • VINICIUS TOLEDO

    VALENCIA e JEAN, são as melhores opções para o time titular! O colombiano é raçudo, pura disposição, possui um bom tempo de bola, se antecipa muito bem e é rápido. O JEAN, dispensa comentários, pois é um dos craques deste time e tem tudo para fazer história no clube!

  • Edson

    Quero lembrar a esta rapaziada tricolor que não há time com onze craques. Os chamados craques não marcam. Este trabalho fica para os outros. O nosso meio de campo tem protegido a zaga de maneira eficaz e bravia. O nosso meio de campo tem criado muitas boas jagadas. Vejam os números.Por outro lado quero aqui fazer a defesa do Edinho, que é um profissional correto, dedicado, responsável e taticamente obediente , que não se esconde do jogo. É guerreiro.Muitos técnicos gostariam de tê-lo em seus times, não só pela eficiência tática, mas por poder atuar como volante, zagueiro ou ala como fazia no Internacional , campeão do mundo. Vejam o jogo com outros olhos.

    • Leonardo

      Ele é correto, profissional… só não joga nada, irmão!!! Tente observar. Ele é lento, marca faltas por falta de recursos, quando vai para a área tentar cabeçada é uma temeridade pois não tem velocidade… o que mais você quer? Não critico sua conduta como profissional, mas observa ele em campo e onde está a bola para vê-lo. Quando não falha é porque não está na jogada, quando vai, normalmente perde. Fico imaginando o Love pegando a bola na frente dele…

  • Ricardo ornellas

    No começo do ano critiquei a quantidade de volantes.Queimei a lingua.Com o Jean até o Edinho não vem comprometendo.Os quatro são bons e encaixaram como uma luva no time.Porém se entrar com o Diguinho contra o Flamengo, perderemos o jogo,pois só faz falta próximo a area.O ideal seria entrar com o Valência, muito mais marcador e pegador,sempre jogando sério.Com ele não tem brincadeira.Vamos Fluzão,seremos campeões.

  • Jorge Castro

    Os tiltulares terima de ser : VALENCIA E JEAN !!!!!!!!! Saudações Tricolores !!!

  • PELO AMOR DE DEUS SE O ABEL POR EDINHO PRA JOGAR DEPOIS DE TUDO QUE O VALENCIA FEZ NO SABADO CONTRA O NÁUTICO, PODERIA ATÉ ESCALAR O EDINHO MAS NA VAGA DO LEANDRO EUZÉBIO SE ESSE NÃO PUDER JOGAR, POR QUE TAMBÉM JOGAR COM O DIGÃO NA ZAGA NÃO DÁ. ABELÃO PÕE O EDINHO DE QUARTO ZAGUEIRO AO LADO DO GUM E O VALENÇA COMO PRIMEIRO VOLANTE ASSIM GANHAREMOS DO FLAMENGO.

  • Guilherme Milone

    A julgar pelos comentários a este post, Valência e Jean são os preferidos. Fico com a maioria de olhos fechados. Temos um problema sério com Edinho e Diguinho: a técnica indigente, paupérrima. O primeiro tem uma incrível dificuldade de dominar a bola e o segundo não acerta passes para frente. Em comum vai a incapacidade de desarmar um adversário e principalmente a falta de velocidade que os deixa sempre na condição de perseguidores. Seja pelas pernas pequenas ou pela enorme inércia, o fato insofismável é que chegam por trás nas divididas e fazem faltas desnecessárias e perigosas, além de frequentes cartões amarelos. É uma pena que neste aspecto nosso técnico prefira o paternalismo ao profissionalismo. Os dois só merecem entrar no time se um dos titulares se machucar. Espero ver Valência e Jean de cara no Fla-Flu. Saudações tricolores.

    • Leonardo

      Faço minhas suas palavras, Guilherme. Como comentei acima. Diguinho faz muitas faltas mas corre e marca, já Edinho… Desculpem, parece perseguição, mas vou torcer para o fla contra o galo, pois domingo, com Edinho, no máximo um empate.

      Acorda, Abel! Edinho já… no time de masters.

  • Peu

    Diguinho temquee jogar… Indepedente de quem for jogar ao lado dele é o papoo um dos melhores volantes do Brasil

MaisRecentes

Torcida única – Qual deve ser a posição do Fluminense?



Continue Lendo

Fred será protagonista em mais um Fla-Flu?



Continue Lendo

Vale apostar em Enderson Moreira?



Continue Lendo