Valentes venezuelanos



Na entrada do Setor Norte, local da venda de ingressos para os torcedores do Zamora, a calmaria tomou conta. Contudo, quatro torcedores apareceram para comprar seus bilhetes e foram os únicos durante todo o dia.

O engenheiro, Esteban Villarlongo trouxe a mulher e os dois filhos para acompanhar o clube do coração. Morador do Rio de Janeiro há cerca de nove anos, Esteban revelou que virou torcedor do Zamora em 1999, quando Hugo Chavez assumiu a presidência da Venezuela:

– O futebol era muito ruim e eu não tinah time. Com o Chavez no governo os clubes cresceram e nossa seleção virou competitiva. Escolhi o Zamora porque é o clube da minha cidade, Barinas, e porque meu pai se chamava Edinson Zamorano. Achei uma homenagem legal – contou.

Esteban tem 42 anos, ou seja, é mais velho que o próprio clube, que tem apenas 35.



MaisRecentes

Torcida única – Qual deve ser a posição do Fluminense?



Continue Lendo

Fred será protagonista em mais um Fla-Flu?



Continue Lendo

Vale apostar em Enderson Moreira?



Continue Lendo