Veja até quando vai o contrato do seu time com a atual fornecedora de uniformes



Semana agitada no panorama dos uniformes do futebol brasileiro. No Rio de Janeiro, o Botafogo está perto de fechar com a Kappa, que inclusive já está “flertando” com o clube nas redes sociais. Já em Minas Gerais, o Cruzeiro definiu que será vestido pela Adidas a partir de 2020. Diante deste cenário, o Blog Segunda Pele detalha como estão os tempos dos contratos dos clubes da Série A com suas fornecedoras. Há diversos vínculos no fim.

CONFIRA PANORAMA

Athletico Paranaense – Fornecedora: Umbro – Data do término do contrato não é conhecido.

Atlético Mineiro – Fornecedora: Topper, mas de mudança para a Le Coq Sportif – Marca francesa assume os uniformes em maio. Contrato é de dois anos.

Avaí – Fornecedora: Umbro – Contrato até fim de dezembro de 2019.

Bahia – Fornecedora: Esquadrão (marca própria do clube) – Marca em parceria com a indústria de confecção Bomache.

Botafogo – Fornecedora: Topper, mas de mudança para a Kappa – Contrato com a Topper vai somente até o fim de abril. Expectativa é que a Topper siga em “contrato tampão” até agosto e depois a Kappa fique responsável pelos uniformes do clube. As negociações com a Kappa estão avançadas. Contrato será de três a cinco anos.

Ceará – Fornecedora: Topper – Contrato até fim de dezembro de 2019.

Chapecoense – Fornecedora: Umbro – Data do término do contrato não é conhecido.

Corinthians – Fornecedora: Nike – Contrato até fim de dezembro de 2029.

Corinthians e Nike têm o contrato mais longo do Brasil (Imagem: Reprodução de internet)

Cruzeiro – Fornecedora: Umbro, mas de mudança para a Adidas – Contrato com a Umbro termina no fim do ano e a Adidas assumirá o posto em 2020. Contrato inicial com a Adidas irá até dezembro de 2022.

CSA – Fornecedora: Azulão (marca própria do clube) – Marca em parceria com a indústria de confecção Bomache.

Flamengo – Fornecedora: Adidas – Contrato até fim de abril de 2023.

Fluminense – Fornecedora: Under Armour – Contrato até fim de julho de 2020. No entanto, a marca tem planos para sair do futebol brasileiro até o fim de 2019.

Fortaleza – Fornecedora: Leão 1918 (marca própria do clube) – Marca em parceria com a indústria de confecção Bomache.

Goiás – Fornecedora: Topper – Contrato até fim de dezembro de 2020.

Grêmio – Fornecedora: Umbro – Contrato até fim de dezembro de 2020.

Internacional – Fornecedora: Nike – Contrato até fim de dezembro de 2019. Partes já conversam na tentativa de renovação de contrato.

Palmeiras – Fornecedora: Puma – Contrato até fim de dezembro de 2021. Ficou definido no contrato com o Palmeiras que a marca pode vestir apenas o clube no Brasil.

Palmeiras é vestido pela Puma desde janeiro deste ano (Imagem: Divulgação)

Santos – Fornecedora: Umbro – Contrato até fim de dezembro de 2020.

São Paulo – Fornecedora: Adidas – Contrato até fim de dezembro de 2023.

Vasco – Fornecedora: Diadora – Contrato até fim de dezembro de 2020.



MaisRecentes

Federação espanhola surpreende e anuncia fim do contrato com a Adidas



Continue Lendo

Paysandu lança nova camisa 3, desenhada por torcedor em concurso



Continue Lendo

Bournemouth, West Bromwich Albion, Angers, Barcelona-EQU e Sol de América lançam camisas; veja fotos



Continue Lendo