Nova camisa preta do Vasco, de linha provisória, vaza na internet. Confira foto



O Vasco estreou, na última quinta-feira, seu uniforme branco produzido pela Diadora. O uniforme utilizado é uma linha provisória para o Campeonato Carioca e os primeiros jogos na Copa Libertadores. A linha provisória foi necessária por conta do pouco tempo entre o anúncio da parceria (8 de janeiro) e o primeiro jogo no Estadual (19 de janeiro). A linha de uniformes para a temporada será lançada em abril.

Uniforme branco teve sua estreia em derrota por 2 a 0 contra o Bangu (Foto: Thiago Ribeiro/AGIF)

A camisa preta da linha provisória, que ainda não foi revelada de forma oficial, já vazou na internet por meio de uma foto.

(Foto: Reprodução de internet)

A linha provisória também contempla camisa para o pré-jogo. Uma foto do meia Nenê com a camisa está circulando na internet.

(Foto: Reprodução de internet)

DETALHES DO CONTRATO

O contrato entre o Vasco e a Diadora é válido por três anos. O valor que o Cruz-Maltino receberá irá variar de acordo com as vendas das camisas – há um valor mínimo, mas as partes entendem a lógica de não ficar na garantia minima e sim ter uma ação permanente para faturar mais – com camisas 3, 4 e linha popular, por exemplo.

Os royalties que o Vasco receberá vão variar entre 22% e 24%. Como efeito de comparação, a Umbro, fornecedora de material esportivo do clube até o fim do ano passado, pagava 11% de royaltie. O modelo de negócio foi de parceria entre três partes (clube, Diadora e Filon, a fábrica que irá produzir os materiais). Todos os envolvidos terão que trabalhar em conjunto para aumentar o faturamento.

Pelo contrato, há multa de rescisão de contrato – próximo, mas menor do que os R$ 8 milhões da Umbro no primeiro ano. A partir do segundo ano, ela é decrescente com o passar dos meses – diminuindo de forma significativa. A atual cúpula do Vasco acredita ser um modelo bom de negócio e, nos bastidores, lembra do Santos que fez algo parecido. Para o Cruz-Maltino, creem em um sucesso do caso devido ao fato de o Vasco possuir um maior potencial nacional para venda dos produtos.

A Diadora, empresa italiana, é representada pela Dilly Sports no Brasil, empresa a qual o Cruz-Maltino negociou. O contrato com a Umbro, fornecedora anterior, vale lembrar, era de aproximadamente R$ 56 milhões – contando material, patrocínio e royalties pela comercialização de produtos.



MaisRecentes

Puma e Arsenal revelam uniforme para a próxima temporada. Veja as mudanças



Continue Lendo

Barcelona, Inter de Milão, Valencia… veja mais um pacotão de camisas novas



Continue Lendo

Ponte Preta troca a Adidas pela Topper



Continue Lendo