Nike promove exposição na Av. Paulista sobre a história do futebol feminino



A Nike, com apoio da CBF, criou a primeira exposição a céu aberto do Brasil sobre futebol feminino. A novidade acontece em toda a extensão da Avenida Paulista (São Paulo), entre os dias 5 e 11 de março, e homenageia a história das mulheres que lutaram – e lutam até hoje – por mais espaço ao futebol feminino no Brasil. A Nike busca uma reflexão sobre o papel da mulher no futebol brasileiro, e também destaca as histórias individuais de jogadoras contemporâneas como Andressa Alves, Andressinha, Bia Zaneratto e Adriana Silva na mais importante avenida de São Paulo.

Segundo a marca, a ação “renova seu compromisso de longa data com o esporte feminino, que vai muito além de celebrar o Dia Internacional da Mulher”. A intenção da campanha é mudar a percepção sobre a importância das mulheres no esporte brasileiro com reconhecimento, destaque e apoio às atletas. A marca escolheu o futebol como ponto de partida, esporte enraizado na cultura do país e reflexo da sociedade brasileira.

VEJA IMAGENS DA EXPOSIÇÃO

– Se para a Nike o esporte é um agente de transformação, para nós, brasileiros, essa transformação só é possível com uma mudança de mentalidade no futebol. Essa campanha é o começo de uma jornada com a qual vamos aumentar a participação feminina no esporte. Queremos que, um dia, no Brasil, o futebol e todas as outras modalidades se tornem um hábito diário para as mulheres – diz Martina Valle, diretora de marca para mulheres da Nike do Brasil.

Além de resgatar as histórias das atletas, com a curadoria do Museu do Futebol, instituição da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, e apoio da CBF, a Nike exibe, pela primeira vez de forma oficial, a trajetória do futebol feminino no Brasil. Um manifesto dedicado às pioneiras abre a primeira das oito instalações espalhadas pela avenida, começando na Consolação até o Paraíso.

A intervenção narra a história em ordem cronológica, que vai desde os primeiros registros de um time feminino no país, passando pelo ano de 1941, quando um decreto proibiu oficialmente a prática do esporte por mulheres. A exposição também mostra as primeiras mulheres que criaram uma equipe feminina de futebol, em 1958.

A exposição também destaca a história de Léa Campos, a primeira mulher no mundo a apitar uma partida de futebol; o nascimento do primeiro time oficial 100% feminino; o primeiro campeonato Mundial, em 1991, na China; a conquista do tetra campeonato sul-americano pela Seleção Brasileira; a consolidação da Seleção nos anos 2000; o hepta sul-americano, e o fato então inédito na trajetória do futebol feminino: a primeira seleção permanente mantida pela CBF.

Idealizada em parceria com a Wieden + Kennedy SP, a exposição também pode ser conferida em Nike.com.br/SP.



MaisRecentes

Fila apresenta nova campanha de posicionamento da marca



Continue Lendo

Poker conta histórias de profissionais e amadores em campanha



Continue Lendo

Celtic anuncia acordo para vestir Adidas a partir da temporada 2020/2021



Continue Lendo