Na Copa de 1974, Cruyff peitou a Adidas e gerou polêmica histórica



O ídolo holandês Johan Cruyff faleceu nesta quinta-feira, vítima de um câncer no pulmão, aos 68 anos de idade. Além de ter sido um craque, o ex-jogador foi um homem de personalidade forte. Durante a Copa do Mundo de 1974, o meia-atacante peitou a Adidas, em um episódio que entrou para a história do futebol.

Em um tempo no qual patrocínios ainda engatinhavam no mundo da bola, a Adidas tinha um acordo para vestir a seleção da Holanda durante o Mundial de 1974. Como era proibido estampar logomarcas nas camisas de jogo, a empresa alemã criou as três listras que saem do ombro e vão até a ponta das mangas para promover seu produto. No entanto, Cruyff já contava com um patrocinador pessoal: a Puma, maior concorrente da Adidas na época. O ídolo, para não fazer “propaganda de graça” da Adidas, exigiu que federação arrumasse uma solução. E assim nasceu a camisa com duas listras.

PUMA-Johan-Cruyff-vs-Adidas

Seleção-Holandesa-Copa-do-Mundo-1974-640x488

Repare nas listras da camisa de Cruyff, o 2° sentado da esquerda para a direita. Único com duas listras

Antes de resolver o problema, Cruyff havia ameaçado não disputar o Mundial. No fim das contas, Cruyff brilhou naquela Copa, mas a Holanda acabou ficando com o vice, perdendo para a Alemanha na decisão.



MaisRecentes

Site revela provável nova camisa titular do Barcelona; desenho é ousado



Continue Lendo

Provável nova camisa 2 do São Paulo vaza na internet. Veja imagens



Continue Lendo

Você sabe os lutadores que mais vendem camisas no UFC? O Segunda Pele revela



Continue Lendo