Matic explica motivo pelo qual não usou símbolo tradicional em jogo do United



O sérvio Nemanja Matic, do Manchester United, explicou pelo seu perfil no Instagram o motivo de ter jogado contra o Bournemouth sem a tradicional papoula que é aplicada nas camisas dos clubes ingleses durante o mês de novembro.

Matic, à esquerda, sem a papoula na camisa (Imagem: Reprodução de internet)

A flor (chamada de poppy em inglês) é uma homenagem ao Remembrance Day (Dia do Armistício ou da Lembrança), que é celebrado no dia 11 de novembro e recorda àqueles que deram suas vidas pelo Reino Unido na Primeira Guerra Mundial. No entanto, Matic recordou que em 1999 a OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) bombardeou seu país em sua infância. E a Grã-Bretanha é uma das principais integrantes da OTAN.

Veja o texto de Matic na íntegra:

 

Visualizar esta foto no Instagram.

 

I recognise fully why people wear poppies, I totally respect everyone’s right to do so and I have total sympathy for anyone who has lost loved ones due to conflict. However, for me it is only a reminder of an attack that I felt personally as a young, frightened 12-year old boy living in Vrelo, as my country was devastated by the bombing of Serbia in 1999. Whilst I have done so previously, on reflection I now don’t feel it is right for me to wear the poppy on my shirt. I do not want to undermine the poppy as a symbol of pride within Britain or offend anyone, however, we are all a product of our own upbringing and this is a personal choice for the reasons outlined. I hope everyone understands my reasons now that I have explained them and I can concentrate on helping the team in the games that lie ahead.

Uma publicação compartilhada por Nemanja Matic (@nemanjamatic) em

“Reconheço totalmente por que as pessoas usam papoulas, eu respeito totalmente o direito de todos e tenho total simpatia por quem perdeu seus entes queridos devido ao conflito.

No entanto, para mim, é apenas uma lembrança de um ataque que eu senti pessoalmente como um menino de 12 anos, jovem e assustado, que vivia em Vrelo, quando meu país foi devastado pelo bombardeio da Sérvia em 1999. Assim como eu já fiz anteriormente, não sinto que seja certo usar a papoula na minha camisa.

Eu não quero desmerecer a papoula como um símbolo de orgulho dentro da Grã-Bretanha ou ofender ninguém, no entanto, todos nós somos um produto de nossa própria educação e esta é uma escolha pessoal pelas razões descritas.

Espero que todos entendam as minhas razões agora que as expliquei e que eu possa me concentrar em ajudar a minha equipe nos jogos que estão por vir.”



MaisRecentes

Alianza Lima lança camisas 1 e 2 para 2019; veja imagens das novidades



Continue Lendo

Página no Instagram mostra imagens da camisa 3 do Boca Juniors para 2019



Continue Lendo

Fortaleza revela nova camisa 2 e camisa especial para a Copa do Nordeste



Continue Lendo