Jornal italiano crava adeus da Adidas ao Milan. Veja quem pode ocupar o posto



De acordo com o jornal italiano Gazzetta dello Sport, a Adidas deixará o Milan no fim da temporada 2017/2018. O contrato entre a marca e o Rossonero vai até 2023. Porém, a publicação afirma que a Adidas decidiu romper o vínculo após Silvio Berlusconi sair da presidência do time – hoje o chinês Li Yonghong encabeça o grupo que comanda o clube.

Atual camisa 1 do Milan. Adidas veste o clube há quase 20 anos

Atual camisa 1 do Milan. Adidas veste o clube há quase 20 anos

A empresa paga 19,7 milhões de euros (R$ 73,63 milhões) por temporada ao Milan. Under Armour e New Balance aparecem com força para ocupar o espaço, porém pessoas ligadas ao clube acreditam que dificilmente valores maiores ou iguais que os atuais serão ofertados.

A Nike está descartada pelo clube em respeito a relação de quase 20 anos com a Adidas (o laço completa duas décadas justamente no fim da temporada 2017/2018) e pelo fato de a empresa patrocinar a Inter de Milão.

A Adidas já vestiu o Milan em outras duas ocasiões: de 1978 a 1980 e 1990 a 1993.



MaisRecentes

Brasil de Pelotas lança camisas da coleção 2017/2018. Confira imagens das novidades



Continue Lendo

Veja o desenho da provável nova camisa da Islândia para a Copa do Mundo



Continue Lendo

Terceiro uniforme do Fluminense terá ‘cor de sangue’



Continue Lendo