Jogador que furou protesto vira dono de camisa mais vendida da NFL



Único jogador do Pittsburgh Steelers a ir para campo e escutar o hino dos Estados Unidos antes do confronto contra o Chicago Bears, Alejandro Villanueva virou o dono da camisa mais vendida na loja oficial da NFL nas últimas 24 horas. Curiosamente, o atleta se arrependeu do que fez e lamentou, nesta segunda-feira, a atitude que tomou: “É muito vergonhoso da minha parte”.

Um porta-voz da Fanatics, empresa que administra a loja online da NFL, confirmou à ESPN norte-americana que os produtos de Villanueva atingiram o topo da lista. O artigo fez sucesso tanto no modelo masculino quanto no feminino e infantil.

Villanueva sozinho durante o hino (Foto: AFP)

Villanueva sozinho durante o hino (Foto: AFP)

Cerca de 180 jogadores da liga não ficaram em pé durante a execução do hino dos Estados Unidos no último domingo e três times (Steelers, Tennessee Titans e Seattle Seahawks) não entraram em campo para o hino. Os protestos foram intensificados após as declarações recentes do presidente Donald Trump, que criticou duramente os atletas que fazem protestos durante o hino nacional americano.

Alejandro Villanueva se formou na academia militar de West Point e serviu em três missões no Afeganistão. Antes da NFL, o jogador recebeu a Estrela de Bronze por sua atuação como líder de pelotão em terras estrangeiras.



MaisRecentes

Nike lança chuteira com estrutura inédita. Coutinho e De Bruyne usarão a novidade



Continue Lendo

Com referência histórica: Manchester United lança camisa 1 para a temporada



Continue Lendo

Camisa ‘militar’: Fotos do possível novo uniforme 3 do Palmeiras vazam na internet



Continue Lendo