Blogs Lance!

Segunda Pele

Inter e Cruzeiro com Adidas, Liverpool de Nike… As trocas que vão rolar em breve



Na última sexta-feira, a New Balance recebeu o veredicto de derrota para o Liverpool em ação que a fornecedora impetrou no Tribunal Superior de Londres. Com isso, a Nike será a fornecedora dos Reds a partir de 1º de julho de 2020. Com gancho nesta definição, o Blog Segunda Pele mostra quem está para trocar de fornecedora ao redor do mundo.

Internacional: Da Nike para Adidas

A parceria com a Adidas foi firmada em maio e passará a valer em dezembro. A Nike começou sua parceria com o Inter em 2012, mas não teve seu contrato renovado. A coleção da Adidas deverá ser lançada na primeira quinzena de dezembro, para aproveitar as vendas de Natal. O Internacional já foi vestido pela Adidas, de 1976 a 1981 e de 1997 a 1999. Os novos modelos deverão ter inspiração nos anos 70.

Inter anunciou parceria com a Adidas em maio (Imagem: Twitter/@SCInternacional)

Cruzeiro: Da Umbro para Adidas

A Adidas substituirá a partir de janeiro de 2020 a inglesa Umbro, cujo vínculo terminará em dezembro de 2019. O contrato será válido por três anos, até dezembro de 2022, com opção de prorrogação por mais três, até o fim de 2025.

Fluminense: Da Under Armour para Umbro

Em reunião do Conselho Deliberativo do Fluminense no fim de setembro, o presidente do clube, Mário Bittencourt, confirmou que a Umbro está muito perto de se tornar a nova fornecedora de material esportivo do Flu. A marca inglesa deverá vestir o Tricolor a partir de março de 2020. A Under Armour, atual fornecedora do Flu, está de saída do futebol brasileiro. As conversas com a Umbro avançaram na reta final de setembro. O contrato ainda não foi assinado, mas tudo caminha para um final feliz.

Boca Juniors: Da Nike para Adidas

No fim de julho, o Boca Juniors acertou com a Adidas e passará a ser vestido pela marca alemã a partir de 1º de janeiro de 2020, um dia depois de fim de contrato com a Nike. Há a expectativa de que o primeiro uniforme titular seja a releitura de modelo de 1981, o primeiro vestido por Maradona no Boca. A marca alemã já vestiu o Boca de 1979 a 1993. O Boca receberá 10 milhões de dólares (R$ 39,9 milhões) fixos por ano, no maior contrato de uma fornecedora de material esportivo com um clube argentino, e ganhará mais 5 milhões de dólares (R$ 19,9 milhões) como bônus no primeiro ano de contrato.

Liverpool: Da New Balance para Nike

A Nike acertou com o Liverpool em setembro, mas a New Balance tentou colocar “água no chope”, entrando na Justiça. A New Balance alegou que no seu contrato com o Liverpool, que vai até junho de 2020, há uma “cláusula de oferta correspondente” e que ela não foi aplicada para a apreciação da empresa. Explicando: basicamente, se alguma outra fornecedora fizesse uma proposta aos Reds, a New Balance poderia igualar o valor e seguir no posto. No entanto, Liverpool e Nike se acertaram sem levar em consideração tal questão. O Liverpool alegou na Justiça que ofertas da Nike e da New Balance jamais seriam “correspondentes”, pois a Nike tem uma presença maior nos principais mercados do mundo. A justificativa foi aceita no Tribunal e a Nike ficará com o posto.

PSV: Da Umbro para Puma

Segundo o site “Footy Headlines”, a Puma deverá assumir o lugar da Umbro a partir de julho de 2020. O martelo ainda não está batido, mas a oferta da Puma é vista como tentadora dentro do PSV. Uma definição deverá ocorrer apenas no ano que vem, pois há a possibilidade de outras marcas surgirem no páreo.

Napoli: Da Kappa para Adidas

O Napoli é vestido pela Kappa desde 2015, mas, na Itália, há rumores de que a Adidas assumirá o posto a partir da temporada 2020/2021. Em novembro do ano passado, a marca alemã se aproximou do clube ao acertar contrato com o atacante Lorenzo Insigne, no que foi a primeira vez que um atleta do clube acabou autorizado a dar o seu direito de imagem a uma marca. O presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis, sempre defendeu o direito do clube de possuir a imagem de seus jogadores. No entanto, no anúncio do acerto entre Insigne e Adidas, De Laurentiis abriu as portas para a marca das três listras.

Union Berlin: Da Macron para Adidas

O clube alemão anunciou em fevereiro que firmou uma parceria com a Adidas. Inicialmente, a marca entrou no clube como fornecedora de chuteiras. Já a partir da temporada 2020/2021, com o término do contrato com a Macron, a Adidas assumirá o posto nos uniformes. A Macron veste o clube desde a temporada 2015/2016.



MaisRecentes

Depois da camisa ‘RiVasco’, camisa ‘LiverVasco’ surge para ‘secar’ o Flamengo



Continue Lendo

Bahia lança uniformes 1 e 2 para 2020. Camisas foram desenhadas por torcedor



Continue Lendo

Novo uniforme 4 do Napoli tem fotos vazadas por site; confira imagens



Continue Lendo

Autores

Leonardo Martins

Leonardo Martins se formou em jornalismo em 2009. Atualmente editor no LANCE!, chegou ao jornal em 2010. Sempre foi um admirador de camisas esportivas e em sua pequena coleção se destacam a xadrez da Croácia, o lindo manto do Dínamo de Kiev, a rubro-negra do Joinville de 1998, além das relíquias do Seattle Supersonics de Shawn Kemp e a camisa 11 de Bledsoe dos Patriots de 1996.

leonardomartins@lancenet.com.br

@leomartins_rj

Vinícius Perazzini

Vinícius Perazzini, 30 anos, editor do site do LANCE!. Começou no L!, na redação carioca, como setorista do Botafogo, posto ocupado entre 2009 e 2013. É editor do site desde agosto de 2013, migrando para a redação paulista do L! em agosto de 2016. Jornalista formado pela FACHA (RJ) em 2011 e pós-graduado em Marketing e Design Digital pela ESPM (RJ) em 2015. Colecionador de camisas desde 2002, já perdeu as contas de quantas tem. Certamente, mais de 80.

Instagram – https://www.instagram.com/viniciusperaz

viniciusp@lancenet.com.br

@viniciusperaz