Inter e Cruzeiro com Adidas, Liverpool de Nike… As trocas que vão rolar em breve



Na última sexta-feira, a New Balance recebeu o veredicto de derrota para o Liverpool em ação que a fornecedora impetrou no Tribunal Superior de Londres. Com isso, a Nike será a fornecedora dos Reds a partir de 1º de julho de 2020. Com gancho nesta definição, o Blog Segunda Pele mostra quem está para trocar de fornecedora ao redor do mundo.

Internacional: Da Nike para Adidas

A parceria com a Adidas foi firmada em maio e passará a valer em dezembro. A Nike começou sua parceria com o Inter em 2012, mas não teve seu contrato renovado. A coleção da Adidas deverá ser lançada na primeira quinzena de dezembro, para aproveitar as vendas de Natal. O Internacional já foi vestido pela Adidas, de 1976 a 1981 e de 1997 a 1999. Os novos modelos deverão ter inspiração nos anos 70.

Inter anunciou parceria com a Adidas em maio (Imagem: Twitter/@SCInternacional)

Cruzeiro: Da Umbro para Adidas

A Adidas substituirá a partir de janeiro de 2020 a inglesa Umbro, cujo vínculo terminará em dezembro de 2019. O contrato será válido por três anos, até dezembro de 2022, com opção de prorrogação por mais três, até o fim de 2025.

Fluminense: Da Under Armour para Umbro

Em reunião do Conselho Deliberativo do Fluminense no fim de setembro, o presidente do clube, Mário Bittencourt, confirmou que a Umbro está muito perto de se tornar a nova fornecedora de material esportivo do Flu. A marca inglesa deverá vestir o Tricolor a partir de março de 2020. A Under Armour, atual fornecedora do Flu, está de saída do futebol brasileiro. As conversas com a Umbro avançaram na reta final de setembro. O contrato ainda não foi assinado, mas tudo caminha para um final feliz.

Boca Juniors: Da Nike para Adidas

No fim de julho, o Boca Juniors acertou com a Adidas e passará a ser vestido pela marca alemã a partir de 1º de janeiro de 2020, um dia depois de fim de contrato com a Nike. Há a expectativa de que o primeiro uniforme titular seja a releitura de modelo de 1981, o primeiro vestido por Maradona no Boca. A marca alemã já vestiu o Boca de 1979 a 1993. O Boca receberá 10 milhões de dólares (R$ 39,9 milhões) fixos por ano, no maior contrato de uma fornecedora de material esportivo com um clube argentino, e ganhará mais 5 milhões de dólares (R$ 19,9 milhões) como bônus no primeiro ano de contrato.

Liverpool: Da New Balance para Nike

A Nike acertou com o Liverpool em setembro, mas a New Balance tentou colocar “água no chope”, entrando na Justiça. A New Balance alegou que no seu contrato com o Liverpool, que vai até junho de 2020, há uma “cláusula de oferta correspondente” e que ela não foi aplicada para a apreciação da empresa. Explicando: basicamente, se alguma outra fornecedora fizesse uma proposta aos Reds, a New Balance poderia igualar o valor e seguir no posto. No entanto, Liverpool e Nike se acertaram sem levar em consideração tal questão. O Liverpool alegou na Justiça que ofertas da Nike e da New Balance jamais seriam “correspondentes”, pois a Nike tem uma presença maior nos principais mercados do mundo. A justificativa foi aceita no Tribunal e a Nike ficará com o posto.

PSV: Da Umbro para Puma

Segundo o site “Footy Headlines”, a Puma deverá assumir o lugar da Umbro a partir de julho de 2020. O martelo ainda não está batido, mas a oferta da Puma é vista como tentadora dentro do PSV. Uma definição deverá ocorrer apenas no ano que vem, pois há a possibilidade de outras marcas surgirem no páreo.

Napoli: Da Kappa para Adidas

O Napoli é vestido pela Kappa desde 2015, mas, na Itália, há rumores de que a Adidas assumirá o posto a partir da temporada 2020/2021. Em novembro do ano passado, a marca alemã se aproximou do clube ao acertar contrato com o atacante Lorenzo Insigne, no que foi a primeira vez que um atleta do clube acabou autorizado a dar o seu direito de imagem a uma marca. O presidente do Napoli, Aurelio De Laurentiis, sempre defendeu o direito do clube de possuir a imagem de seus jogadores. No entanto, no anúncio do acerto entre Insigne e Adidas, De Laurentiis abriu as portas para a marca das três listras.

Union Berlin: Da Macron para Adidas

O clube alemão anunciou em fevereiro que firmou uma parceria com a Adidas. Inicialmente, a marca entrou no clube como fornecedora de chuteiras. Já a partir da temporada 2020/2021, com o término do contrato com a Macron, a Adidas assumirá o posto nos uniformes. A Macron veste o clube desde a temporada 2015/2016.



MaisRecentes

Com estilo inspirado nos anos 90, nova camisa 3 do Sport é lançada



Continue Lendo

Com clubes brasileiros, Umbro lança campanha para comemorar seus 95 anos



Continue Lendo

Com retorno de estilo clássico, camisas do PSG para 2020/2021 têm imagens vazadas



Continue Lendo