Bragantino lança nova versão da icônica camisa ‘Carijó’; veja fotos e saiba detalhes



Campeão do Campeonato Brasileiro da Série B 2019, o Bragantino, que receberá o nome de Red Bull Bragantino em 2020, lançou uma releitura da clássica camisa “Carijó”. O estilo “Carijó” foi usado em grande campanha do Bragantino no Campeonato Brasileiro de 1991, quando o clube acabou como vice-campeão, perdendo para o São Paulo.

A nova camisa é assinada pela Nike, fornecedora de material esportivo do Bragantino desde abril, e terá sua estreia neste sábado, quando o Braga enfrentará o CRB, pela última rodada da Série B. Ela será usada somente nesta partida.

VEJA IMAGENS DA CAMISA

A camisa foi produzida em edição limitada e conta com apenas 1990 exemplares, uma referência ao título do Campeonato Paulista de 1990. A peça estará à venda neste sábado, a partir das 18h30, na loja oficial do Bragantino no Estádio Nabi Abi Chedid e na loja online da Nike. Todos os modelos levam número de série. Cada camisa custa R$ 249,90.

A CAMISA DOS ANOS 90

Volante Mauro Silva com a camisa “Carijó”, em 1991 (Imagem: Reprodução de internet)

A camisa dos anos 90 era assinada pela Dell’erba, fornecedora do Bragantino na época. Ela foi inspirada na camisa reserva do Ajax na temporada 1989/1990, modelo produzido pela Umbro. A Dell’erba se notabilizou por reproduzir no Brasil diversos uniformes que eram tendência na Europa.

Camisa 2 do Ajax na temporada 1989/1990 (Imagem: Reprodução de internet)

A empresa brasileira, que atualmente não existe mais, também vestiu clubes como Portuguesa, Guarani, Santos, Paraná, Vitória, Atlético-MG, Noroeste, União São João, América-SP, entre outros.

O site da Red Bull conta detalhes desta história. Depois de enfileirar a Série B do Brasileiro em 1989 e o Paulistão de 90, ambos títulos inéditos, o Braga resolveu ir para as cabeças em 91. Além de impor respeito na bola, o clube se viu no desafio de mexer algumas pecinhas no mercado de material esportivo brasileiro. A ideia era lançar em parceria com a Dell’erba, que fornecia seus uniformes desde 1989, uma camisa chamativa.

– Foi uma loucura juvenil. Meu pai, dono da empresa, não apoiava, mas eu queria revolucionar as camisas no Brasil – contou Ricardo Dellerba, autor da sugestão do modelo.

Quem vê hoje essa camisa do Braga pode achar que tudo foi meticulosamente pensado. Até foi, mas só na cabeça do Ricardo. O tempo do ok da diretoria do Braga para o ousado desenho até a estreia em campo foi de apenas uma semana.

– Falamos com o Marquinhos Chedid (ex-presidente do Bragantino) e ele aprovou. A partir daí foi uma correria pra produzir essa camisa. Uma semana depois estávamos em campo com ela, contra o Corinthians. E deu certo: vencemos por 2 a 0 – recordou Ricardo, citando as memórias de jogo disputado em 6 de fevereiro de 1991.



MaisRecentes

Fila apresenta nova campanha de posicionamento da marca



Continue Lendo

Poker conta histórias de profissionais e amadores em campanha



Continue Lendo

Celtic anuncia acordo para vestir Adidas a partir da temporada 2020/2021



Continue Lendo