Boca Juniors aprova contrato recorde com a Adidas; veja os valores envolvidos



O namoro entre Boca Juniors e Adidas virou casamento. Na noite da última segunda-feira, a assembleia de sócios do Boca aprovou contrato de dez anos com a marca alemã. O vínculo passa a valer a partir de 1º de janeiro de 2020, um dia depois de fim de contrato com a Nike. A Adidas já vestiu o Boca de 1979 a 1993.

Há a expectativa de que o primeiro uniforme da retomada com a Adidas seja a releitura de modelo usado em 1981, o primeiro vestido por Maradona no Boca.

Maradona e a camisa de 1981 (Foto: Reprodução)

Com 150 presentes e 60 nomes faltosos, a assembleia de sócios do Boca aprovou a entrada da Adidas com 106 votos favoráveis e 44 contrários. O Boca receberá 10 milhões de dólares (R$ 37,9 milhões) fixos por ano, no que será o maior contrato de uma fornecedora de material esportivo com um clube argentino, e ganhará mais 5 milhões de dólares (R$ 18,9 milhões) como bônus no primeiro ano de contrato.

O vínculo prevê também ganhos por conquistas nos próximos dez anos. Cada título do Boca renderá 1 milhão de dólares (R$ 3,7 milhões) da Adidas como premiação.

O River Plate, maior rival do Boca, também é vestido pela Adidas, mas recebe valor menor: 9 milhões de dólares por ano (R$ 34,1 milhões), já somando premiações.



MaisRecentes

Napoli divulga camisa para uso exclusivo na Liga dos Campeões 2019/2020



Continue Lendo

Comemorando 116 anos de história, Grêmio lança camisa 3 inspirada na década de 90



Continue Lendo

Sem laranja: Atlético-MG põe à venda camisa com patrocínio em preto e branco



Continue Lendo