Valia muito mais do que os três pontos



*Texto pelo repórter Guto Mariano

O discurso pregado em São Januário durante a preparação para o clássico contra o Flamengo foi o de que “seria apenas mais um jogo valendo três pontos”. Acontece que Flamengo e Vasco nunca pode ser tratado como um jogo normal. Flamengo e Vasco é duelo de outro planeta. A atmosfera muda, o clima esquenta e o que pode parecer simplório, torna-se grande, magnifico…

Sabendo disso, não houve bola perdida para os jogadores do Vasco na partida de ontem. Apesar do revés, os comandados de Doriva jogaram como todo torcedor Vascaíno quer o time: com raça. O volante Guiñazú foi o expoente da gana cruz-maltina em campo. O argentino atacou, desarmou, defendeu, gritou… só faltou fazer chover. Pudera, nem foi preciso. São Pedro tratou de abrir a torneira no Rio de Janeiro. As águas de março fizeram com que a partida ficasse quase uma hora paralisada em função do gramado completamente alagado.Água essa que atrapalhou Martin Silva na saída de gol,  resultando no primeiro gol do Flamengo. Depois da chuva, o Cruz-Maltino continuou a imprimir o forte ritmo de jogo. Não tardou e Gilberto, de cabeça, empatou para São Januário.

No entanto, as substituições para o lado adversário no segundo tempo surtiram muito mais efeito. A entrada de Everton causou um verdadeiro fuzuê na defesa cruz-maltina. Apesar de apoiar bem, o lado direito da equipe de Doriva foi dominado com a investidas em velocidade do camisa 22 rubro-negro e as inversões de Marcelo Cirino naquele lado. Madson mal conseguia acompanhar tamanha era a  velocidade rubro-negra. Foi numa dessas jogadas pela direita que aconteceu o pênalti em Marcelo Cirino. Resultando no segundo gol do Flamengo.

Para dar contornos finais ao clima de alta rivalidade, Bernardo, Guinãzú, Anderson Pico e Paulinho se envolveram em confusão e foram expulsos. E que o clássico dos milhões dure por toda a eternidade.



  • Junior

    Não consigo entender esse descontrole todo desses jogadores dentro de campo! Esse Bernardo é um desmiolado… Produz pouco e seu nervosismo prejudica o time! Guiñazu também é muito pilhado! O pessoal precisa saber a diferença entre “jogar com vontade e inteligência” e “jogar com vontade e nervoso”. Falta concentração no trabalho… E a culpa maior são desses treinadores que ganham um gordo salário pra fazer um trabalho pífio! Goleirão fez um erro infantil e no pênalti tinham vários vascaínos cercando, não tinha necessidade daquele empurrão… São esses ensinamentos que um treinador tem que passar para esses desmiolados…

  • jr

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk …. só lamento … e lá se vão 10 jogos nessa mesmice .. sem perder p essa coisa ….. VASUSANITARIO kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk o fregues nunca foi embora kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • pwagnerbr

    Bernardo foi infantil ao revidar. Teríamos ficado com 1 homem a mais e certamente empataríamos, ou até viraríamos. Infantilidade de um jogador que vive fazendo besteira. E por falar em besteira…que coisa em Martin Silva!

MaisRecentes

Uma chegada fabulosa para o Vasco



Continue Lendo

Treinos 100% fechados: não há comentários



Continue Lendo

Com entrosamento dará certo



Continue Lendo