O sofrimento do vascaíno está cada vez mais próximo de terminar



O Vasco decepcionou bastante nesta temporada. Mesmo assim, antes do jogo contra o já rebaixado Vila Nova, o clima era de confiança. Começa o jogo e, ainda no primeiro tempo, o adversário faz 1 a 0. Nesse momento, os torcedores começaram a fazer o que mais fizeram nesta temporada: sofrer. Porém, apesar de todas as circunstâncias, a equipe conseguiu virar e garantir a vitória, que encaminha o acesso à Série A e o fim deste sofrimento.

Apesar da vitória e do acesso quase garantido, em campo os problemas seguem em grande número. Além da costumeira falta de finalizações, a equipe seguiu com muita lentidão na criação das jogadas.

Ontem, no entanto, a raça de Guiñazú acabou prevalecendo. No primeiro gol, por exemplo, o argentino não desistiu de uma jogada, acabou roubando a bola e dando assistência para o gol de Carlos César.

Na segunda etapa, o time voltou um pouco mais ligado e com postura semelhante ao futebol de Guiñazú. A torcida percebeu isso, caminhou com o time e o resultado foram mais dois gols.

Mesmo com todos os problemas, a camisa do Vasco pesou muito nesta Série B. Até por isso, ontem, a mística do ‘‘time da virada’’ foi mantida.

Na partida de sábado, contra o ABC, no Maracanã, não estarei presente. Vou acompanhá-la em casa, com o meu avô Sylber, já citado aqui neste espaço. Espero que não aconteça nada de ruim em campo e a festa seja confirmada, pois meu avô e todos os vascaínos não aguentam mais sofrer. Porém, se tiver sofrimento, mas o acesso vier, por tudo o que já aconteceu neste ano, já estaremos bastante satisfeitos.

Ao fim do jogo, a torcida cantou ‘‘O campeão voltou’’. Que ele realmente volte sábado e nunca mais viva esse calvário da Série B.



MaisRecentes

Uma chegada fabulosa para o Vasco



Continue Lendo

Treinos 100% fechados: não há comentários



Continue Lendo

Com entrosamento dará certo



Continue Lendo