Empate heroico, mas é necessário ter regularidade



assadas 27 rodadas, o Vasco ainda não teve um momento de tranquilidade nesta Série B. Além de não ter assumido a liderança, o Cruz-Maltino mantém a sina de dificultar jogos fáceis e constroi um roteiro complicado para a reta final da competição. Afinal, para voltar à Série A é necessário ter regularidade. E isso é o que a equipe não conseguiu ter até agora. De bom, apenas o poder de reação, algo que já virou rotina na Segundona.

Vai subir? Muito provavelmente, mas bem mais pela mediocridade dos adversários do que por mérito ou bom futebol do time armado por Adilson Batista e “finalizado” por Joel Santana. Está claro para todo mundo que o Vasco está dificultando o fácil. Desde a primeira rodada.

Na última sexta, contra o Bragantino, foi exatamente assim. Mesmo com o apoio da torcida, que compareceu em bom número em São Januário, apesar do jogo ser em uma sexta-feira à noite e chuvosa, os jogadores protagonizaram aquela que foi uma das piores atuações do ano no primeiro tempo. Completamente apático, apenas assistiu ao adversário. O meio e o ataque foram nulos.

Na etapa final, com as entradas de Montoya e Lucas Crispim nos lugares de Douglas e Dakson, o Cruz-Maltino até melhorou e, por vezes, levou perigo ao adversário. Sobretudo no início, quando voltou empurrado pelos torcedores. Se tivesse até um pouco mais de sorte – algo que, convenhamos, não tem sido comum nesta Série B – o gol de empate poderia ter saído. Mas ele não veio. E o pior: o Bragantino ainda ampliou.

Mas, nos acréscimos, o Vasco fez valer, mesmo que parcialmente, o apelido de “Time da Virada”, já que marcou dois gols e empatou.

Faltam 11 jogos para o fim da Série B e o Vasco precisa se manter na quarta posição para conseguir o acesso. Para isso, precisa ser regular. E, por favor, menos emoção!



  • ODILON SILVA – RJ

    Encontramos outra vez dificuldades para superar um adversário que joga fechado, que não sai pro jogo, que não está bem colocado na tabela,. Faltou um pouco de inspiração individual, faltou tambem um pouco de sorte em algyns lances, não faltou vontade, a moçada lutou, a moçada acreditou, o empate veio no fim com muita luta. A competição é árdua, jogos pesados, equipes que já fizeram bonito na primeira divisão, contra o VASCAO os caras jogam dobrado, terça feira tem outra pedreira, tem a Portuguesa em Sampa, não tem moleza. FORÇA AÍ VASCAO, TAMOJUNTOVASCAOOOOOO.

  • Rogério

    Não quero ser agourento mais se continuar jogando assim é com jogadores que NUNCA poderiam sonhar em vestir a ainda GLORIOSA CAMISA do Vasco da Gama como o tal de MARLON (que lateral HORROROSO) o VASCO pode ter o dissabor de chegar na última rodada da série B jogando em casa precisando apenas do empate para ficar entre os 4 e subir e ainda assim ficar pelo caminho!

  • Olavo de Freitas

    Na Segundona, existem 3 resultados para o Vasco: empate com sabor de vitória, empate com sabor de derrota e empate com sabor de empate.

  • Olavo de Freitas

    Depois de 27 rodadas, o Bacalhau ainda não foi líder da Segundona nenhuma vez hahaha.

  • Paulo Sergio de Araujo

    Com “papai Joel”, a “emoção” e a IRRITAÇÃO serão inevitáveis.
    O Maxi Rodrigues não pode ser reserva do Dakson…! Sim! É claro que, de vez em quando, o Dakson faz algum gol. Mas não é por “qualidade técnica” e sim pela “lei das probabilidades”. Explico…; como ele chuta para o gol TODAS AS BOLAS QUE RECEBE (mesmo que esteja no meio de campo), “alguma tem que entrar”. E “azar” de quem estava bem colocado para receber um passe (e do azar do time, que “perdeu” mais um ataque).
    Outra coisa, o Lucas Crispim também tem que ser titular, por mais mobilidade e velocidade do ataque (geralmente “refém” das retrancas que sempre enfrentamos em casa).

  • Prezado João concordo com vc parcialmente, porque o Braga bem orientado pelo PC veio pra não deixar o Vasco jogar, ficou no 4 4 2 e muitas vezes com duas linhas de 5 catimbando todos os lances, atrasando o jogo para irritar os jogadores do Vasco e jogar a torcida contra eles. O juiz amarelou não expulsou o Magno, somado-se o ruim desempenho de alguns jogadores. Veja que o Martin Silva não fez nenhuma defesa. Eu vi um jogo você viu outro, mais uma coisa é certa o Maxi e Crispim não podem ficar de fora. Parabéns a torcida que não entrou na onda de PC. Vamos lá VASCÃO a primeirona é nossa.

  • ODILON SILVA – RJ

    Linda essa nova camisa cruz-maltina, a camisa vascaína naturalmente já é bonita, agora essa nova camisa é um colírio. A nota desagradável, que a cota do dinheiro desse novo fornecedor de material esportivo , anda ameaçado de ser penhorado, para pagar nado sincronizado, dívida de 2002, ou seja, dívida com nascente na gestão euriquista. Outra dor de cabeça, outro problema herdado da era euriquista, apenas mais um, entre tantos. Agora se Eurico Miranda apanhava grande cota da televisão, o que ele fazia com dinheiro do clube meu SEUS. A gestão euriquista não pagou vários atletas amadores e profissionais, deixou essa sujeira de dívidas parceladas com alguns atletas em 100 meses, não pagou alguns funcionários, deixou o clube enterrado em dívidas trabalhistas e tributários, não pagou nem o aluguel do flamerda-barra, a pergunta que fica? O que Eurico Miranda fazia com a cota grande da televisão que ele apanhava,? Além disso seus times eram fracos, seus técnicos não eram de primeira grandeza, também deixou o clube na penúria dessas dívidas, mais ele não pesava cota da televisão de primeira, então.porque não cumpriu pagou, então porque não cumpriu as obrigações.

  • João Júnior

    Sou Vascaíno de coração, mas esse time e essa diretoria safada merece morrer bando de incompetentes vão tomar no cu, vão se fuder! Yasser de sacanagem com a porra da torcida! Aqui é Vascao porra! Respeito caralho! FJV. DF

MaisRecentes

Uma chegada fabulosa para o Vasco



Continue Lendo

Treinos 100% fechados: não há comentários



Continue Lendo

Com entrosamento dará certo



Continue Lendo