Às vezes parece que aquela vitória contra o Ceará foi uma mera ilusão



Com todo respeito ao ABC, é inadmissível o Vasco não vencer e ainda levar sufoco em determinados momentos da partida jogando em casa. Aliás, como é difícil ver o time de Adilson Batista envolver o adversário e ter uma atuação convincente. Até teve, contra o Ceará, semana retrasada. E só. Tem sido muito mais comum ver vitórias no sufoco ou resultados negativos contra times bem inferiores.

Ontem foi um exemplo claro disso. O Cruz-Maltino não é lá uma seleção, mas tem jogadores com bom nível, como Douglas, Kléber, Guiñazú (esteve em ótima noite), Rodrigo, Fabrício, e até o recém-chegado Maxi Rodríguez. São atletas que, em tese, estariam no time mesmo caso o Vasco estivesse jogando a Série A. A questão é que não há um entrosamento. Já se passaram quase oito meses de temporada e a equipe não consegue engatar de jeito nenhum.

É claro que levar um gol logo no primeiro minuto dificulta a vida de qualquer um. Mas antes do gol de empate, marcado por Kléber, o Cruz-Maltino tomou um sufoco grande do adversário e só não sofreu o segundo porque Martin Silva salvou em dois lances perigosos. Depois de ter igualado no placar, o Vasco até melhorou, mas ainda assim passou longe de causar “desespero” ao adversário. Apesar de manter a bola no ataque, não conseguiu ser efetivo.

Para piorar as coisas, o resultado ainda é péssimo, em se tratando de Copa do Brasil. Agora, o Cruz-Maltino terá de empatar com gols ou vencer em Natal para passar.



  • Dudu

    Tá difícil. Você disse tudo, já se passaram 8 meses e NADA de concreto em termos de opções de jogo. Sempre digo que o Adilson não pode reclamar de material humano, porque, por mais incrível que possa parecer, o Vasco até que tem bons jogadores.

  • Ricardo Wagner

    Sou contra as mudanças de técnicos exageradas como ocorre aqui em Pindorama, mas, convenhamos, já hora do Adilson Batista sair do Vasco. Se não conseguiu mostrar alguma coisa todo esse tempo, não tem mesmo nada para mostrar.
    Também… contratar quem?
    Nossos técnicos são, em sua imensa maioria, ultrapassados, covardes, retranqueiros, etc.

  • Manoel

    Por mais que eu seja a favor da política do Vasco de manter técnicos por períodos relativamente longos ( em se tratando de Brasil), não seria a hora de tirar o Adilson?Já está provado que ele não conseguiu e dificilmente irá conseguir dar um padrão para esse time. Concordo com o seu relato João que o elenco do Vasco é muito mais que suficiente para não passar os repetidos sufocos que vem passando!

  • JC

    Não acredito que o Vasco siga mais 2 jogos na Copa Brasil e se classifique entre os quatros da série “B” apesar de ter time para isso. Nosso treinador após 8 meses não chegou a uma conclusão sobre qual time escalar, limitando-se a fazer rodízio do meio de campo para frente, fazer média, onde os atletas se limitam a jogar para lados e o ataque não tem jogada de penetração e ninguém que chuta, nem os médios. A maioria dos gols são feitos pelos zagueiros em bolas lançadas pelo alto de escanteio. A divisão “B” necessita de atletas com mais força física pois é uma divisão de pegada forte.

  • rogerio

    O Vasco é um time de velhos e por isto muito lento, qq time que marca um pouco mais forte, dificulta o jogo e o Vasco não rende. Pega as idades dos jogadores e observa. Sem contar que quem arma o jogo é o Douglas que além de lento, é extremamente preguiçoso e não deixa o time correr, apenas andar. Quando o Adilson começou a escalar a base, como o Marquinhos, Yago, o time ficou veloz e o Douglas com certeza reclamou e o Adilson recuou, tanto que ele só escala o Montoya qd o Douglas não joga. O Montoya acelera o jogo……..e isto não interessa ao Douglas e muito menos ao Adilson.
    Interessante também que o Vasco jogou apenas um jogo bem neste brasileiro, aliás dois, contra Santa Cruz e o primeiro tempo contra o Icasa. o restante foram jogos sofríveis e arrastados. Padrão Adilson…………….sem contar a escalação do Diego Silva, no gol……..haja coração. O Vasco precisa mesclar experiencia com juventude no time. E trocar de técnico, urgente……………se bobear não subiremos na série B.

  • Pedro Roberto

    Rogério vc está certíssimo. Barra Douglas, Rodrigo e Guinhazú( maluco, só da carrinho e perde todas nas corridas). Time ideal Martin Silva(Jordi ou rafael) Carlos Cesar(menos pior de todos), Luan e Douglas Silva, Diego Renan(menos pior de todos), Fabrício e Pedro ken( tem outro sem ser Aranda ou Guinhazú?)Maxi Rodrigues, dakson, Kleber e Thales.

MaisRecentes

Uma chegada fabulosa para o Vasco



Continue Lendo

Treinos 100% fechados: não há comentários



Continue Lendo

Com entrosamento dará certo



Continue Lendo