É para estar satisfeito com o futebol?



O gol logo no início, com requintes de comédia, dava a impressão de que os torcedores do Vasco assistiriam a um passeio, uma grande exibição. A grande exibição que o time cruz-maltino ainda deve na Série B. Há de se ressaltar a – falta de – qualidade do time do Náutico, que, especialmente no primeiro tempo, parecia pedir a invasão dos jogadores vascaínos à sua área. A impressão que deu foi de que os comandados de Adilson Batista terem acreditado que o gol sairia a qualquer momento…

Mas o gol não saiu. O adversário se organizou no segundo tempo, o Vasco manteve o pragmatismo que tanto irrita rodada após rodada e o vexame esteve muito próximo de acontecer. Não importa se haviam desfalques, não interessa se o jogo era na casa do adversário. Não pode o Vasco, com o tamanho que tem, passar sufoco para ganhar do Náutico em má fase. O Náutico! E em má fase!
De produtivo, a certeza de que, mesmo quando tiver o elenco completo, dois meias se fazem necessários. Isto porque, Douglas é pouco móvel, apesar de decidir em alguns lampejos. Dakson estava bem, deixou o campo com cãibras e, assim, acabou prejudicando o time.

Kléber conseguiu se movimentar menos que Douglas. Se não tinha condições de jogo, que avisasse. O segundo tempo foi praticamente todo dominado por um time que está colado à zona de rebaixamento. Os méritos de um time que sofre poucos gols não podem esconder as pressões que têm sofrido nas segundas etapas. O Vasco chega no G4 e tem a obrigação de se manter. Não é possível que caia de produção. Mas deveria estar jogando bom futebol também. Este é o desafio. Comprovar que um dos maiores clubes do mundo nada de braçadas num momento passageiro. Que deslanche. A começar por sábado, contra o líder da competição.



  • Hotts

    Concordo plenamente com o que você diz, eu nunca vi um time passar por tanto sufoco como o Vasco, um time que não tem esquema tático, não tem jogadas ensaiadas e nem tampouco sistema de jogo definido, embora o Adilson diga que o time esta melhorando (acho que ele não vê o mesmo jogo que os demais).

  • Hotts

    Concordo plenamente com o que você diz, eu nunca vi um time passar por tanto sufoco como o Vasco, um time que não tem esquema tático, não tem jogadas ensaiadas e nem tampouco sistema de jogo definido, embora o Adilson diga que o time esta melhorando (acho que ele não vê o mesmo jogo que os demais).

  • Luiz Henrique

    Isso aqui não é copa, onde 1 jogo vc pode botar tudo a perder!! São pontos corridos e aí sim cabe falar: o que importa é ganhar! Reclamam de tudo, mas principalmente do técnico. São os mesmo que reclamavam do Cristóvão, Ricardo Gomes etc, que são comprovadamente bons, para o nível geral do país.

  • Dudu

    Eu já desisti de entender e aceitar as coisas que o Adilson faz. Já estamos em Agosto e nada de padrão de jogo e utilização de jogadores. Biteco tem chance e nada faz. Crispim a mesma coisa. Dakson tem lampejos durante o jogo assim como o Douglas. O Vasco tem peças, Montoya, Yago, Marquinhos, cadê esses jogadores?! Tem que encontrar uma alternativa pra jogar e bem pq tem peças pra isso!

    A Série B está pavorosa. Muitos times horríveis. Espelha bem o momento atual (10 anos) do futebol brasileiro, ou seja, horroroso. O Vasco realmente não pode querer jogar pra não levar gol de Náutico, Luverdense, ABC, etc. Tem que jogar pra golear, mínimo de 3 gols por partida!

    Tá difícil!!!!!

  • JOAO CARLOS

    Vi e não gostei do que vi. O time de Adilson Batista é um time sem iniciativa. Não tem jogada de linha de fundo. O meio campo do Vasco é extremamente lento. Os jogadores tem espaço para agredir o adversário e preferem tocar e se colocarem atrás da linha da bola. Trocam passes em excesso sem progredir irritando a todos que assistem, exceto, é claro, ao Adilson Batista. É um retranqueiro e esquece que é melhor arriscar a vitória mesmo correndo risco de derrota, porque o medo de perder tira a vontade de ganhar, jargão antigo mas muito atual. O vasco precisa urgentemente de um volante tipo “Elias” e “Arangui”, jogadores voluntariosos e que se apresentam no ataque mas sei que é impossível atualmente para nós vascaínos. Contudo, indico um jogador que cairia muito bem nesta equipe e que é possível trazer: DAGOBERTO do Cruzeiro.

  • Após início promissor , o Vasco caiu na mesmice , de um segundo tempo caótico . Enfrentar o Náutico com dez jogadores e tomar calor , por erros primários nos fundamentos ( VIRAMOS um bando ) . É DOSE PARA ELEFANTE !
    Merecemos a vitória , mas não convencemos .
    AVANTE VASCÃO !

  • willians borel

    Saudações!!
    Chega a ser engraçado ler ou ouvir as noticias do vasco apos as partidas. Isto porque já vem de bastante tempo sendo a mesma história. Se nós pagarmos a noticia da terceira rodada iremos perceber que é igual a de hoje, time ganha ou empata e não joga bem, não mostra que o grande da série B 2014 é ele.
    E o pior que c/ isso o treinador atual vai ficando, e continua se empolgando e vibrando c/ 1×0, 2×1 e dá pulos de alegria.
    Gente Eu não sou idiota, tá na cara que quando pegar um time grande na copa do Brasil vai tomar um piau igual ao do Brasil na copa, aí quero ver colocar tranca em janela arrombada.
    Quero lembrar que um dos motivos do Vasco está cheio de jogadores meia-bomba é a falta de dinheiro que não sobra p/ fazer investimentos em bons jogadores, isso porque hoje tem que se pagar milhões de salário ( volto a defender um teto salarial no futebol brasileiro ) e os clubes não tem.
    Me dói o coração saber que a torcida tem participação na falta de recursos, pois não faz muito tempo perdemos um patrocinador de peso por motivo de violência nas arquibancadas, hoje esta mesma marca está patrocinando clubes grandes da Europa como também a champions league, seria ver o Vasco em um leque de grandes vitrines.
    E o programa Vasco divida zero que foi copiado por vários clubes do Brasil não anda mais porque a torcida não ajuda, são mais de 20 milhões de vascaínos, se cada um ajudasse uma vez por mês com um pouquinho, em um ano o Vasco sairia da lama.
    A mulambada copiou a nossa campanha e c/ menos de um mês já tem mais de 1 milhão em darfs emitidos, logo logo vão nos ultrapassar, e olha que já estamos c/ a campanha mais de um ano. É hora de mostrarmos que oque faz um clube ser grande é o tamanho da torcida, principalmente se a torcida é fiel.
    Saudações!!

MaisRecentes

Uma chegada fabulosa para o Vasco



Continue Lendo

Treinos 100% fechados: não há comentários



Continue Lendo

Com entrosamento dará certo



Continue Lendo