Acordou e pode deslanchar



* Texto do repórter Alexandre Araújo a ser publicado na edição deste domingo do LANCE!

“Vamos acordar!” Esse foi um pedido logo após o Oeste quase abrir o placar com o Diogo Acosta. Pedido esse que ecoou em um São Januário melancólico sem a presença da torcida. Não demorou e o Vasco acordou. O despertar veio com uma cara nova: o atacante Rafael Silva, ex-Ituano, que comemorou batendo no peito e beijando a cruz de malta. Um amor que só o tempo dirá se é verdadeiro e se será retribuído pelos vascaínos.

O jovem, por sinal, fez a estreia e foi bem. O camisa 22 começou a jogada que gerou o segundo gol. Gol este, por sinal, que tem um toque especial para o autor. Cria das categorias de base da Colina, Thalles – xodó da torcida – fez o primeiro gol em São Januário.

Thalles foi outro que foi bem na partida, com um gol e uma assistência. Será que está nascendo uma nova dupla de ataque?

A classificação na Copa do Brasil e segunda vitória consecutiva na Série B serviram para dar ainda mais ânimo ao time para o restante da temporada.

Agora, acabaram os jogos em silêncio e sem a animação da torcida. Que os vascaínos voltem a apoiar o time e façam com que a Série B seja mais fácil e tranquila do que este começo de campeonato tem apontado.

Fabrício e Rafael Silva podem encaixar bem no time. É esperar que o elenco se mostre forte para uma temporada complicada.



MaisRecentes

Uma chegada fabulosa para o Vasco



Continue Lendo

Treinos 100% fechados: não há comentários



Continue Lendo

Com entrosamento dará certo



Continue Lendo