Poderia ser bem pior



Sábado à noite e muita chuva. Uma combinação que certamente não tem muito a ver com  ir ao estádio para o Carioca. Desde o início da temporada, o Estadual do Rio de Janeiro vem sendo um dos piores do país em termos de público. Apesar dos problemas, mais de três mil e novecentos vascaínos foram à Colina para acompanhar Vasco x Bonsucesso.

Em campo, o torcedor não viu grande coisa. A fraca atuação pode ser levada em conta pelo fato de que Douglas, que vem sendo o principal homem de criação do Gigante da Colina desde que chegou, não estava em um dia bom. Aliás, não faltou apenas inspiração ao camisa 10. Ele errou muitos passes que, na maioria das vez, culminaram com o fim de chances claras.

Outro fato que pode ter contribuído para o Cruz-Maltino não ter saído com a vitória foram as mudanças de Adilson Batista. Diego Renan, que vinha sendo um dos melhores da equipe na primeira etapa, foi sacado no intervalo. Com isso, o time perdeu poder ofensivo.

Ainda sobre as mudanças, Aranda entrou bem na partida e mostrou que não pode ser reserva. Outro que deu novo gás e deveria ter sido mandado a campo logo no intervalo foi o jovem Thalles, mostrando que tem condições de brigar por vaga na equipe mais uma vez.

Restam apenas duas partidas para o fim do campeonato, contra Fluminense e Duque de Caxias. A situação do Vasco é bastante confortável. No entanto, o futebol já mostrou algumas vezes que 99% não é o bastante. Por isso, é bom abrir o olho e garantir logo a classificação diante do Tricolor, no próximo domingo, no Maracanã.

Ao vascaíno que foi à Colina na último sábado, restou o sentimento de que poderia ter sido pior. Mas o que imperou mesmo é que para ir às finais com chance de título, a equipe do técnico Adilson Batista tem de ser melhor daqui para frente.

*Texto do repórter Daniel Guimarães para a edição do LANCE! deste domingo



MaisRecentes

Uma chegada fabulosa para o Vasco



Continue Lendo

Treinos 100% fechados: não há comentários



Continue Lendo

Com entrosamento dará certo



Continue Lendo