Vitória recheada de desconfiança



Por Alexandre Araújo

O resultado deste sábado, em São Januário, pode enganar aos que não acompanharam o jogo. Apesar da vitória sobre a Ponte Preta, mais uma vez, diante de sua torcida, o Vasco teve uma atuação que nem de longe parecia aquele time que até outro dia estava 100% e líder do Campeonato Brasileiro.

O meio de campo cruz-maltino simplesmente não se entendeu. Nenhum dos volantes cobria as investidas de Felipe e o lado esquerdo da defesa estava vulnerável. O camisa 6, diga-se, quando teve liberdade, cruzou oara o gol de Alecsandro e deu passe para gol de Eder, que foi anulado.

Carlos Alberto ganhou a vaga de titular, mas também não conseguiu  mostrar bom futebol. Não à toa a torcida pediu a entrada de Diego Souza e foi atendida. Mas o camisa 10 entrou na vaga de Eder Luis e o treinador voltou a escutar os gritos de “burro”.

Mas, no fim, a estrela de Cristovão resolveu dar o ar da graça. O treinador apostou no jovem William Matheus e, logo em sua estreia, o lateral-esquerdo fez a jogada e sofreu pênalti. Diego Souza bateu e fez o terceiro. A torcida deixou São Januário satisfeita com a vitória, mas que o resultado não engane. O Vasco não convenceu.



  • Geziane

    Não vi o jogo então não posso falar muito,mas esse lateral o Willian Mateus entrou bem!que milagre Cristóvão deu oportunidade a jogadores que chegaram,só falta testar o Abuda agora né!Bom numa coisa o treinador errou,em deixar o Diego na reserva,ele tem um bom entrosamento com o Alecgol,e os demais jogadores por está jogando juntos a um bom tempo.o treinador também errou em escalar o felipe na lateral!ele tem que voltar a jogar no meio de campo onde é seu lugar.É deixar de mudar a equipe,e fazer o básico feijão com arroz!nada de mudar a equipe a cada jogo.vamo vascão MAS INFELIZMENTE ESSA VITÓRIA NÃO VAI MINIMIZAR A DESCONFIANÇA QUE A TORCIDA TEM COM ESSE TREINADOR!

  • oliveira

    Jogar mal e vencer e melhor que jogar bem e perder.Quantas vezes jogamos melhor e perdemos assim como foi contra o cruzeiro,todos os times querem aparecer em cima do vascao perdem para os piores times e quando chegam frente ao vasco eles jogam ate a alma para vencer.Mas tudo bem e sinal que nosso cruz de malta e respeitado. avante vascao te amo.

  • sou do rio grande do sul e por isso fiquei impressionado com a péssima atuação do árbitro gaúcho Fabrício Correa no jogo do Vasco. Como ele conseguiu ver penalti naquele lance? É uma vergonha. Devido a atuações como essa é que a arbitragem brasileira deve ser considerada uma verdadeira piada de mau gosto.

  • Mitermayer Reis

    O Vasco esta sentindo a falta de Alan e Rômulo, volantes que sabem marcar, sair jogando com qualidade, cobrir e cereal sem fazer faltas desnecessarias. Na partida contra a Ponte Preta, como torcedor eu colocaria o Williams Matheus no lugar de Felipe Bastos, adiantaria o Felipe para jogar junto de Juninho para tentar entradas pelo meio e forcar faltas. Colocaria Diego Souza Alberto na esquerda para tentar jogadas com Williams Matheus e abriria mais o Éder pela direita para jogar mais próximo de Fagner. Juninho e Felpe, poderiam, alternando, se aproximar de Alecsandro ou tentar chutes de fora da área. Sugiro ainda comecar testar os jog adores da base como John Clay, Malone, Jonathan, Luan e o recem contratado Abuda.

  • Rafael Gualberto Mendonça

    O Felipe não pode ser lateral esquerdo.Tem que ficar no meio de campo.O Felipe Bastos é muito limitado.Está sempre atrasado na marcação e sempre toca a bola para trás.

  • José Maria

    Sou vascaindo fanatico, assiti o jogo Vasco e Ponte Preta. O nosso time tem um exelente plantel, e tambem um bom Técnico, que precisa melhorar a escalação.
    1º Felipe não tem condições de jogar na lateral esquerda.
    2º Hoje no futebol a ai o vasco escala tem se jogado com 02 meias e 02 atacantes, o que falta são as peças.Ex. Podemos manter Carlos Alberto e Diego Souza na armação?
    3º Tem que presionar o time adversario no seu campo de defeza.
    4º Acabar com essa mistica de que os homens de criação não marca o adversario.
    Se o Técnico acertar esse time seremos CAMAPEÃO.

  • Rafael Murilo

    Por mais que o Vasco tenha excelentes jogadores do meio pra frente,Diego Souza não pode ser reserva,meu Vasco seria:Fernando Prass,Fagner,Dedé,Rodolfo,Thiago Feltri,Nilton,Felipe,Juninho,Diego Souza,Eder Luís e Alecssandro,com esse time tendo sequência não terá para ninguém,ganharemos o Brasileirão e faremos grandes partidas

  • dirceu

    A verdade, será sempre para os que querem vê-la, sem paixões, sem distorções.
    Como está constituído, o time do Vasco está preparado para disputar o campeonato brasileiro.
    Preparado para estar na parte alta da tabela, almejando a Libertadores ou a Sul-Americana.
    No entanto, não temos o diferencial necessário a concorrer ao título.
    O passado recente nos mostra que nos momentos de decisão, quando a equipe precisava se impor contra os principais times do Brasil e da América do Sul, faltou a qualidade necessária às conquistas.
    No setor de criação, dependemos exclusivamente do Juninho, que não tem as condições físicas para a disputa de dois tempos com elevado rendimento, nem para a disputa de muitos jogos consecutivos. O pior, diga-se de passagem, é que não existe uma única peça de reposição para seu lugar no elenco.
    Para que formemos uma equipe que, verdadeiramente concorra aos títulos, além desse substituto no meio de campo, nas laterais, teremos que rezar para que o Fagner volte a mostrar o futebol de antes, com um apoio mais efetivo ao ataque, e que a sorte nos tenha bafejado e que tenhamos descoberto um lateral esquerdo de qualidade.
    Já no ataque, podemos confiar exclusivamente em um trio composto de: um ponta (Eder), que não consegue acertar dois passes consecutivos corretos e que fazer o gol se tornou uma ocasionalidade;
    de um meia (Diego), que não consegue a consistência necessária, mantido na esperança de seus lampejos; e de um centro-avante (Alecsandro), que, além de ser a única alternativa, já se encontra na parte descendente de sua carreira?
    O sr. Roberto precisa entender que a torcida vascaína já se cansou de disputar títulos, o que ela quer e merece é estar em condições reais de voltar a ser campeã carioca, brasileira, sul-americana, mundial.
    A paixão cega a torcida o que a faz ser facilmente convencida que o título é possível. Estamos de novo na liderança, mas a realidade é que no final, quase sempre vence o melhor, e precisamos muito mais para sermos o melhor.

  • A desconfiança se baseia em uma série de equívocos cometidos na escalação do Vasco: Ou esse técnico para de querer inventar ou ele pede o boné. Por incrível que pareça, são 7 os pecados capitais do Vasco: 1-O Felipe NÃO PODE atuar de lateral esquerdo e isso ficou provado mais uma vez. 2-O Diego Souza TEM vaga garantida no meio-campo desse time. 3-Precisamos de um goleiro urgentemente, pois o Prass já vem falhando muito, além de não saber defender pênaltis. 4-O William Mateus, pelo que mostrou no jogo, deve assumir a vaga de titular da Lateral Esquerda. 5-O Felipe Bastos tem que por na cabeça de que ele é VOLANTE e sua função basicamente é a marcação. 6-O Alecsandro não pode voltar tanto para buscar o jogo. 7-Sumiu as jogadas da dupla que tanto deu certo no ano passado (Fágner/Éder Luís).

  • ROBERTO

    vasco jogou muito mal.
    os jogadores pareciam dispersos.
    não podem facilitar o jogo em casa.
    deixar o felipe para marcar atacante rapido é morte certa.
    alem de ser perigoso (tomamos dois gols assim) o felipe fica muito cansado e não consegue armar as jogadas.
    o eder luiz tem que tomar um banco para melhorar, está em crise tecnica. bota o pipico para jogar ele é rapido e finaliza melhor.
    o alecsando é muito ruim parece que ele joga numa sintonia diferente.
    ninguem sabe em que jogada ele está pensando.
    dureza….

MaisRecentes

Uma chegada fabulosa para o Vasco



Continue Lendo

Treinos 100% fechados: não há comentários



Continue Lendo

Com entrosamento dará certo



Continue Lendo