Juninho vai estrear



O coletivo deste sábado, realizado em São Januário, mostrou um Juninho muito versátil e uma melhora no poderio ofensivo absurdo. O toque de bola da equipe com ele e com Felipe em campo aumenta a qualidade da posse de bola vascaína, assim como as oportunidades criadas pelo ataque.

No entanto, Ricardo Gomes teve de conversar com os jogadores que formam o sistema defensivo da equipe. Fagner, Dedé, Anderson Martins, Márcio Careca e Rômulo terão de se desdobrar para ocupar os espaços deixados com as subidas do volante para o ataque.

No coletivo, deu certo. Juninho fez um gol e criou a jogada de outro. Mas o fato de o Vasco não ter sofrido gol contou com a falta de inspiração do time reserva.

Resta saber como será contra o líder Corinthians fora de casa. E você, leitor, o que você acha que pode acontecer? Os melhores comentários sairão na edição de segunda-feira. Comentem!



  • Carlos Alberto

    Claro que o Juninho vai mandar bem com a camisa do Vasco. Com ele, tenho certeza que vamos brigar pelo título. Vamos, Vascão!

  • Marquinhos

    Não consigo deixar de contar os minutos para a estreia do Reizinho na Colina! Vem, Juninho, vem nos fazer felizes novamente, brilhar no Brasileiro e levar a Libertadores, o Mundial…..Monumental!

  • Kiko Braga

    Torço muito para q Juninho faça mto sucesso com a camisa do Vasco de novo. Ele merece por tudo que fez no clube e tb lá fora, na França. Juninho, o Reizinho da Colina, brilha muito pelo Vascão!

  • Rafael Cunha

    Ei, ei, ei, Juninho é nosso rei e vai fazer sucesso! A molambada vai chorar qdo observar as cobranças de falta dele! Juninho é Vascão e promete muito! Rumo ao penta!

  • Fala-se muito de “Rei”, de História, mas quando a bola rola a História morre. Libertadores de 98, Brasileirão e Mercosul de 2000, sem falar nos estaduais e regionais, são memórias, lembranças. A História que precisamos é aquela que temos que construir, e essa construção começa amanhã, na partida contra o líder Corinthians. O que o Juninho fez pelo nosso Vasco jamais sairá da História. O esquecimento é a única morte que mata de verdade, e dos gols, passes e títulos que o Reizinho fez o vascaíno jamais esquecerá. Sendo assim, não existe morte para a memória do Juninho, mas o presente é mais intenso, e é dele que a torcida mais precisa. Do Juninho não se esquece e jamais se esquecerá, mas amanhã inicia-se uma nova etapa, um novo palpitar de nossos corações vascaínos. Força, Juninho! Uma vitória amanhã e um novo passo na História.

MaisRecentes

Uma chegada fabulosa para o Vasco



Continue Lendo

Treinos 100% fechados: não há comentários



Continue Lendo

Com entrosamento dará certo



Continue Lendo