Irritado, Diego Cavalieri só deixará o Fluminense com pagamento integral - Resenha da Bola

Irritado, Diego Cavalieri só deixará o Fluminense com pagamento integral



Diego Cavalieri quer receber os cerca de R$ 10 milhões do Fluminense, que teria direito até o fim de seu contrato

Fora dos planos do Fluminense para esta temporada, o goleiro Diego Cavalieri não irá facilitar a situação em relação sua rescisão contratual com o clube das Laranjeiras. Campeão brasileiro e carioca com o Tricolor em 2012, o ex-camisa 12 esteve no clube, na última quarta-feira, para pegar seus pertences, se reunir com a diretoria e acertar os últimos detalhes da quebra de contrato, que não será de forma amigável. Ao que tudo indica, o caso ainda vai se arrastar.

Com contrato com o Tricolor até dezembro de 2019 e vencimentos de cerca de R$ 350 mil mensais (sendo a maior parte em direito de imagens, que está atrasado há quatro meses) o goleiro espera receber todo o dinheiro que o Fluminense lhe deveria até o fim do vínculo. A premissa é que Cavalieri foi pego de surpresa pela decisão da diretoria – faltando alguns dias para o início da pré-temporada – fato que irritou demais o jogador e causou um grande mal-estar.

Ao chegar nas Laranjeiras, Diego Cavalieri mostrou toda sua insatisfação com o presidente, Pedro Abad, e, principalmente, com o gerente de futebol, Marcelo Teixeira. Teixeira, inclusive, está com a relação com os jogadores cada vez mais abalada e mantém total distância do grupo. Nas Laranjeiras, comenta-se, que a conversa entre o goleiro e os membros da diretoria não teve clima amistoso.

De qualquer maneira, em relação a situação contratual, Diego teria vencimentos a receber que poderiam chegar na faixa dos R$ 10 milhões, caso todo o contrato fosse cumprido. Além disso, o Fluminense ainda deve para o atleta alguns depósitos do Fundo de Garantia e outros acordos feitos, como premiações.

Devido a dificuldade para arrumar um novo destino, Diego Cavalieri não irá amolecer para o Tricolor, ainda mais depois da forma que foi tratado, segundo ele, com um total desrespeito. Será mais uma das situações críticas que a diretoria terá que lidar em um 2018 que promete muito sofrimento para a torcida.

 



MaisRecentes

Em situação atípica no Botafogo, Carli recebe proposta do Peñarol e de grande clube paulista



Continue Lendo

É hora do Flamengo espantar seus fantasmas na Libertadores



Continue Lendo

O fantástico mundo de Dorival Júnior



Continue Lendo