Flu adianta parcela de Richarlison com carta de crédito, quita dívida com jogadores, mas deve perder Wendel - Resenha da Bola

Flu adianta parcela de Richarlison com carta de crédito, quita dívida com jogadores, mas deve perder Wendel



A venda de Richarlison salvou as finanças do Fluminense

Com uma carta de crédito em mãos, do Watford, da Inglaterra, o Fluminense adiantou a segunda parcela dos cerca de R$ 23 milhões que tinha que receber pelos 50% dos direitos econômicos do atacante Richarlison, e quitou salários e direito de imagem com o elenco. Agora, o clube está pendente em algumas premiações. A dívida total entre clube e atletas girava em torno de R$ 5,1 milhões e quase tudo já foi acertado. Até a próxima segunda-feira, esse dinheiro estará na conta dos jogadores.

Porém, com esse adiantamento, a diretoria começa a estudar propostas por suas joias e quer, até dezembro vender mais um dos atletas para não fechar 2017 no vermelho, já que a carta de crédito por Richarlison seria descontada apenas em janeiro, caso o clube não tivesse tantas dívidas.

Wendel deve ir para o PSG

O nome mais forte para deixar o Tricolor é Wendel, que acertou quase tudo com o Paris Saint Germain, mas o negócio acabou emperrando. Tanto agentes do jogador, quanto pessoas ligadas ao futebol do Fluminense ainda não sabem porque o martelo não foi batido, já que o Tricolor aceitou a oferta de dez milhões de euros (R$ 37 milhões).

Acredita-se, que com os altos investimentos do PSG com Neymar e Mbappé, fez com que os franceses não pudessem investir esse valor por Wendel, à vista, devido ao fair play financeiro da Uefa. Contudo, os franceses mantiveram a palavra ao Flu que irá correr atrás da promessa quando a janela reabrir. Mesmo assim, a diretoria não garantiu prioridade e aguarda novas investidas de outros clubes. O Porto, de Portugal, já ofereceu sete milhões de euros (cerca de R$ 26 milhões), rejeitados pelo presidente Pedro Abad.

Outra esperança da diretoria, é Gustavo Scarpa, que depois de uma lesão, começa a recuperar o bom futebol. O Galatasaray já demonstrou interesse no meia, mas não oficializou nada até então. Antes da lesão, um clube alemão acenava com a possibilidade de levar o camisa 10, mas as conversas esfriaram.

 



Cancelar Resposta

  1. gilson luiz santos lima disse:

    VOU DAR UMA SUGESTÃO VENDE O PRESIDENTE ABAD,TORRES,VICE DO FUTEBOL,ESCA NA ZAGA TORRES E ABEL,ADMINISTRAR UM CLUBE DESSA MANEIRA É MOLE,VENDENDO AS PROMESSAS A TORCIDA EST TORCENDO PARA FLUMINENSE ATINGE 45 PONTOS.

  2. Tarcisio de Negreiros disse:

    Caro tricolor Gilson Lima, também estou torcendo para o Fluzão atingir 45 pontos. O que o Abel está fazendo por este time é fora de série . Ninguém faz isso. Assim como o presidente Pedro e boa parte da diretoria, também está de parabéns. Desde da saída da unimed, o clube ainda tenta atingir um equilíbrio econômico financeiro. Tenho confiança na atual diretoria para prosseguir na gestão do clube. Não existe milagres na gestão de empresas e/ou clubes. É um trabalho gerencial para fechar a folha mensal do time e clube. Entendo a necessidade da venda de jogadores. É uma forma de coletar recursos. Existem outras como as cotas de tv , patrocínios e renda, mas infelizmente não tem coberto as despesas, daí a necessidade de vender jogadores. Tenho feito a minha parte, sou sócio contribuinte e vou ao maráca sempre que posso . Vamos em frente. Saudações.

MaisRecentes

Baixa multa de Jair Ventura agita o mercado e saída do Botafogo pode ser iminente: apenas R$ 860 mil



Continue Lendo

Abel x Dorival: trabalhos opostos que podem decidir um confronto ‘decisivo’



Continue Lendo

No caminho da LDU existia um Abel Braga. Não duvidem do que ele é capaz



Continue Lendo