Apesar de elenco forte, Flamengo está com cara de copeiro - Resenha da Bola

Apesar de elenco forte, Flamengo está com cara de copeiro



Com Barbieri, Flamengo foi copeiro para eliminar o forte time do Grêmio

Os dois jogos do Flamengo na Copa do Brasil, diante de um Grêmio extremamente copeiro, mudaram o patamar desse Fla para 2018. A forma como atuou nos dois jogos contra o gaúcho deram orgulho aos torcedores. Explico: o Fla teve postura copeira, como há tempos não se via.

Independente de no ano passado ter chegado a duas finais, a forma rubro-negra de encarar o Grêmio na Copa do Brasil coloca o Flamengo como o grande favorito à conquista da competição e a garantir cerca de R$ 50 milhões aos seus cofres de premiação.

O Flamengo entendeu o espirito. No jogo no Sul pressionou o rival com força e já poderia ter matado a série por lá mesmo. No Maracanã lotado, saiu ganhando rápido e soube jogar com o regulamento. Apesar do Grêmio ter pressionado, em momento algum viu-se risco do Fla não se classificar. Foi copeiro e cirúrgico.

Esse espirito pode ajuder também na Libertadores. Se no jogo no Rio de Janeiro tentou jogar e não conseguiu, em Minas pode ter melhor sorte, apesar de saber que é extremamente difícil conseguir a vaga. Mas nada é impossível ainda mais se essa método de atuar, como foi na Copa do Brasil, incorporar os comandamos do jovem Maurício Barbieri. O treinador, inclusive, já é um capítulo à parte. Tem sido decisivo para a mudança de postura rubro-negra.

No Brasileiro, a história é diferente e o Flamengo precisa de regularidade para se tornar campeão. Na Copa do Brasil entra com amplo favoritismo mesmo tendo Corinthians em sua frente. Além do time mais recheado de opções, o Fla tem jogador mais do que o rival paulista. E nessa pegada, tem grandes chances de ficar com a taça mais uma vez.



MaisRecentes

Fla rejeita proposta do Galatasaray por Cuéllar, mas turcos farão nova investida



Continue Lendo

Após negativa por empréstimo, Flamengo estuda proposta de compra por Gerson



Continue Lendo

Fluminense aguarda oferta maior por Pedro e analisa nome de Miguel Trauco



Continue Lendo