Jô não pode pagar essa conta sozinho! - Prorrogação

Jô não pode pagar essa conta sozinho!



Jô comemora o seu gol, validado pelo árbitro, que garantiu a vitória do Corinthians sobre o Vasco. Crédito: Yahoo Esportes

Caro amigo leitor, não resta dúvida de que o atacante Jô errou duplamente no episódio do gol da vitória do Corinthians sobre o Vasco, no último domingo. Errou ao usar o braço para empurrar a bola para a rede e, errou ao dizer que não sabia onde a bola havia tocado o seu corpo. As imagens são claras e mostram que o lance foi irregular. Embora o jogador tenha sido o protagonista, temos de olhar a situação por um outro ângulo.

Jô é funcionário do Corinthians e deve trabalhar em prol do seu clube. Será que, se ele tivesse assumido a irregularidade do lance, o clube, ou ele próprio, poderiam ser penalizados? Não sei, talvez! Por isso, acho que faltou um respaldo do Corinthians. Faltou uma posição oficial do clube do tipo: “Houve um erro, a bola bateu não mão do nosso jogador e assumimos que o lance foi irregular”. Será que é tão utópico acharmos que isso um dia vai acontecer?

Ouvi de um ex-jogador, que hoje é comentarista de televisão, que a responsabilidade é toda do árbitro. Ora, se você entrar em uma loja, surrupiar um artigo qualquer e ninguém perceber, a culpa será da segurança que não viu o ocorrido? Lamentável este tipo de pensamento!  Essa ideia só reforça o fato de que essa conta não pode ser cobrada apenas do jogador. A malandragem no momento do lance e a dissimulação na hora de justificá-lo, são só o fim de um processo. Todos os jogadores aprendem a levar vantagem em tudo, sempre com a proteção paternalista dos clubes.

Agora, vamos fazer um exercício de imaginação. Pensem que, no momento do lance, em campo, Jô tivesse dito ao árbitro que a bola batera no seu braço. O gol não seria validado e o resultado poderia ter sido outro. Vamos pular até a rodada final e, na hora “H”, esses pontos perdidos atrapalhariam a conquista do título do Campeonato Brasileiro. Será que a torcida o perdoaria em nome de uma ética inexistente no futebol? Acho improvável. Por isso, não acho certo cobrarmos, somente do jogador, um comportamento que a maioria das pessoas não teria. Vamos parar com a hipocrisia! Ainda não temos a maturidade social necessária para assimilar um momento como este.



Cancelar Resposta

  1. Sidney Fernandes da Silva disse:

    Só acho que ele poderia ter sido um pouco mais honesto, exige isso dos outros e eles próprios não o fazem!!!

  2. Carlos Roberto Fernandes disse:

    Todo mundo errou, o maior erro ainda foi do Jô, ele como foi a figura principal no lance deveria sim, assumir o ocorrido, se a torcida vai perdoar ou não é outro caso, no momento ele deveria ter tomado uma atitude com foi o caso do Rodrigo Caio, prejudicou o time, porém, sua imagem como pessoa foi exaltada, infelizmente o exemplo não serviu pra ele, então podemos concluir que são berços diferentes.

  3. Hugo disse:

    Faltou respaldo do clube? Faltou foi ético do atleta. Ele não precisaria assumir seu erro depois do jogo terminado não. Ele deveria ter assumido o erro no lance. Não justifica colocar a culpa no árbitro ou na falta de posicionamento oficial do clube. Posicionamento oficial do clube seria para justificar a demissão ou afastamento do atleta por ter assumido que fez um gol irregular e “prejudicado” os interesses do clube, após um provável afastamento. Essa falta de ética é que está levando o país ao nível mais baixo de civilização. E o reflexo dessa falta de ética vista no trânsito, na política, no comércio, nas instituições de ensino, nos esportes amadores, profissionais, coletivos ou individuais.

  4. Carlos Gomes disse:

    IPOCRISIA PURA. SIMPLESMENTE

  5. Liciano disse:

    Sou Corinthians, mas a atitude do Jônatas e do clube não é uma questão de maturidade, mas de princípios, de caráter e de ėtica.

  6. Paulo Wagner Teixeira Marques disse:

    Mas, diante de toda a repercussão de suas declarações depois dos fatos ocorridos no Campeonato Paulista, nos jogos contra o Palmeiras (expulsão do Gabriel) e do São Paulo (lance do Rodrigo Caio), cabeira, ao menos por coerência, reconhecer por meio de uma declaração oficial após o jogo (hoje, por exemplo), que o gol foi irregular e marcado com a mão. Fingir que nada aconteceu e vir com o papinho que não engana ninguém que ele veio é que não dá! Não depois de tudo o que envolveu o seu nome e a questão do respeito às regras e à ética no esporte.

  7. Alexandre disse:

    Não há hipocrisia. O Brasil é transparente. A corrupção já contaminou todos os setores da sociedade. O jornalista faz parte da imprensa, setor da sociedade que mais tem fruta podre junto com a sociedade política. Ele ( o jornalista) é só mais um proliferador de opiniões baseadas em valores invertidos. Sem novidades…

  8. luiz fernando disse:

    Nós, vascaínos, demos sorte. Já pensaram se o lance fosse de um jogador do Vasco. No
    mínimo este jogador pegaria 20 jogos de suspensão. O clube seria punido por mais 9 jogos sem torcida. Fora a multa, alta, que teria que pagar. Meus amigos assim que funciona a Justiça desportiva deste país, ao Vasco tudo de punição e nada de razão. Vocês lembram do gol do Douglas contra o Flamengo ? Como era a favor do Vasco o fiscal de linha sofria de catarata tanto quanto o do gol do Jô. O Flamengo brigou no Maracanã no jogo contra o Botafogo, não foi ? E a punição, quando vai sair? NUNCA !!! Quantas vezes assistimos pela televisão um lance de agressão fora do lance principal e o STJD, puniu o jogador ou jogadores envolvidos, mesmo que o tal lance não sido tão importante para o resultado da partida e agora? O que vai acontecer com o Jô? NADA, NADA,NADA. Afinal ele pelo menos foi honesto e confessou que bola nem bateu e se bateu ele não sabe onde foi. Parafraseando o grande filósofo Paulo Maluf: “Este denheiro não é meu”, ” Não sei quem o colocou ai” – É meus amigos o BRASIL não tem mais jeito não. NÂO DISSE NÂO DELICADAMENTE< DANEM_SE

    • Jefferson disse:

      Deixa de ser bocó o bacalhau no primeiro turno o Luis Fabiano fez um gol igual e ninguém falou nada, fez um gol impedido e ninguém falou nada, domingo teve pelo menos dois penáltis claros não vi nem o Breno nem o wagner falar pro árbitro parar o jogo por ter sido penálti. Então pare com esse chororo

  9. Menos ilações e suposições por favor! O lance foi muito rápido e nesta hora não dá pra usar de malandragem pois o reflexo tem de ser instantâneo! A bola entraria depois de pegar na trave. O Jô errou a peitada que iria dar e a bola bateu no seu braço, entrando mais fácil! Não houve intenção a meu ver, pela rapidez do lance e vontade de por a bola pra dentro!

  10. Jorge Robert Leal disse:

    Jo perdeu uma excelente oportunidade de ser um exemplo de honestidade. E ter seu nome marcado na História do futebol. O jogo não seria cancelado. O resultado mantido. E o Corinthians ( com certeza), o campeão. Aliás, o time poderá ganhar o título com 10 pontos de vantagem. Mas o lance ficará como uma mancha indelével.

  11. Cesar disse:

    No limite, Não dá pra esperar dos homens esse comportamento ético, ainda que a cultura tenha evoluído ao ponto de tornar isso a ética ideal: alguém sempre vai errar.

    Simples, muda o esporte. Da 3 desafios pra cada treinador. O treinador pede desafio, consultam a TV, e fazem a revisão do lance.

  12. Bruno Januário dos santos disse:

    sabe minha gente por isso q nosso país está passando por todo este problema de corrupção! as pessoas aqui tem o hábito de se prevalecer de qualquer situação mesmo q vá prejudicar seu próximo , o nosso tato é um dos nossos sentidos mais aguçados e ele vem falar q não sabe aonde bateu pura hipocrisia , mais ele não é culpado sozinho !

  13. leonardo Teixeira disse:

    Boa Noite
    Estamos aqui falando de princípios;caráter,honestidade……Relembrando o Jogo o jô desde o inicio do jogo tentou comprometera arbitragem tentando ludibriar tentou cavar 2 penalidades ,onde se fosse ao contrário o jogador do Vasco seria advertido com cartão amarelo e até mesmo expulso! Agora não venha me dizer que não sentiu o toque no braço ……Brasil ! vergonha! A corrupção está no DNA da malandragem!

MaisRecentes

Quem quer a Argentina fora da Copa do Mundo não gosta de futebol!



Continue Lendo

A única saída para Muralha era pegar todos os pênaltis!



Continue Lendo

Cuidado, Cuca! Felipe Melo vai te derrubar…



Continue Lendo